Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alternative strategy on postharvest diseases of mango control by use of low dose of ultraviolet-C radiation. Repositório Alice
TERAO, D.; BENATO, E. A.; CAMPOS, J. S. de C.; ALBERS, C. C. M..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: UVC; Manga; Doença de planta; Pós-colheita; Raio ultravioleta; Controle físico; Mangoes; Postharvest diseases; Ultraviolet radiation.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/982085
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da irradiação ultravioleta C no controle de Aspergillus flavus link da castanha-do-brasil. Repositório Alice
KONDA, E. T.; CARTAXO, C. B. da C.; SOUZA, C. S. M.; ESCHIONATO, R. A.; TERAO, D..
A castanha-do-brasil, produto do extrativismo vegetal não madeireiro, importante para a economia e exportação nacional, tem apresentado alta taxa de contaminação por fungos toxigênicos, em especial o Aspergillus flavus, que sintetiza a aflatoxina, apresentando potencial carcinogênico. Este trabalho teve como objetivo avaliar o controle de A. flavus e de outros contaminantes bacterianos e bolores em castanha-do-brasil pelo uso da irradiação ultravioleta C (UVC). Foram realizados dois experimentos, sendo que no primeiro avaliou-se a eficiência da irradiação UVC no controle de contaminantes naturais presentes em castanhas in natura, sem ter passado por nenhum tratamento pós-colheita, enquanto que no segundo experimento as castanhas passaram por uma...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: UVC; Contaminação microbiana; Controle alternativo; UVC; Microbiological contamination; Castanha do Brasil; Aflatoxina; Controle físico; Raio ultravioleta; Bertholletia excelsa; Aflatoxins; Physical control; Ultraviolet radiation.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1084356
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação ultravioleta B sobre a diversidade de leveduras epifíticas associadas ao morango. Repositório Alice
CASTELIANI, A. G. B.; NASCIMENTO, R. dos S.; MELO, I. S. de.
Resumo: Nos últimos anos tem sido observado um aumento na radiação ultravioleta B que atinge a superfície terrestre, sendo este comprimento de onda o mais prejudicial para moléculas biologicamente ativas. As superfícies foliares estão constantemente expostas a esta radiação, podendo afetar de forma significativa os micro-organismos que ocupam este nicho. As células de leveduras epifíticas foram removidas das folhas do morango após a incidência de radiação UV-B em condições de campo em diferentes tempos de exposição. A contagem de unidades formadoras de colônia mostrou padrões de pigmentação diferentes em cada tratamento, indicando que tais estruturas atuam como mecanismos de proteção a radiação. A análise com T-RFLP não mostrou diferenças quanto à...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Radiação UV-B; Leveduras; Superfície foliar; Radiation UV-B; Yeasts; Leaf surface; Radiação solar; Raio ultravioleta; Área foliar; Morango; Leaf area; Yeasts; Ultraviolet radiation.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/968203
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação ultravioleta C no desenvolvimento vegetativo e na germinação de esporos de Aspergillus flavus link da castanha-do-Brasil. Repositório Alice
SANTOS, S. R. dos; VIECELLI, M. P.; PONTE, M. S.; NASCIMENTO, R. dos S.; TERAO, D..
Resumo: A castanha-do-Brasil, proveniente da região Norte do Brasil, tem apresentado elevado nível de contaminação por fungos toxigênicos, devido ao modelo de exploração extrativista do produto em que os frutos permanecem muito tempo amontoados aos pés da castanheira, em condições ideais para desenvolvimento de Aspergillus flavus. Este fungo tem elevada capacidade de produzir a aflatoxina AFB1, potente agente hepatocarcinogênico. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da radiação UV-C na germinação de esporos e no desenvolvimento vegetativo de A. flavus da castanha-do-Brasil, e sua eficiência no controle do fungo na castanha. Avaliaram-se, no controle de esporos: 0,12; 0,25; 0,5; 1,0 e 2,0 kJ m-2; no crescimento micelial: 1,0; 2,0; 4,0; 8,0 e 10 kJ...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Radiação UV-C; Castanha-do-pará; Castanha-do-brasil; Aspergillus flavus; Controle físico; Aflatoxina; Raio ultravioleta; Bertholletia excelsa; Aflatoxin B1; Ultraviolet radiation; Physical control.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064989
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação ultravioleta-B sobre a germinação de conídios de Botrytis cinerea e colonização em discos de morango. Repositório Alice
SILVA, T. H. B. da; BETTIOL, W.; COSTA, L. B.; MORANDI, M. A. B..
RESUMO: O ultravioleta é um fator de grande impacto na agricultura e está intimamente relacionado à camada de ozônio, a qual vem sendo reduzida paulatinamente, em consequência das atividades antrópicas. A camada de ozônio está sendo degradada, principalmente, por ação dos clorofluorcarbonos (CFC) utilizados pelo homem alterando assim a intensidade de radiação ultravioleta na superfície terrestre em especial no comprimento de onda da radiação ultravioleta B (UV-B). O objetivo do trabalho foi avaliar a resistência de conídios de Botrytis cinerea à radiação UV-B. Foram testados 13 isolados do patógeno, onde uma suspensão contendo 105 conídios mL-1 de cada isolado foi preparada e uma alíquota de 20 ?L foi colocada no centro de uma placa de Petri contendo BDA....
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Botrytis cinerea; Radiação solar; Raio ultravioleta; Morango; Doença de planta; Clima; Ultraviolet radiation; Plant diseases and disorders; Strawberries; Climate change.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945409
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação UV-B na germinação de conídios de Trichoderma obtidos de produtos comerciais. Repositório Alice
IOST, R.; BETTIOL, W..
Resumo: O efeito da radiação UV-B foi avaliada na germinação de conídios de Trichoderma spp. obtidos de produtos comerciais (Trichodermil® - Itaforte Bioprodutos; Trichodermax® SP ? Turfal; Quality® WG ? Laboratório de Biocontrole Farroupilha). Uma alíquota de 20 ?L de suspensões de conídios (105 conídios/ml), de cada produto, foi plaqueada em triplicata em meio BDA + oxgall e imediatamente expostas à radiação UV-B por 1, 2, 3, 4 e 5 h. Placas controle foram envoltas em papel alumínio e mantidas na câmara durante toda a exposição. Após a exposição, as placas foram mantidas no escuro a 25°C± 1. A germinação foi avaliada após 16 h e 24 h para a testemunha e para os conídios irradiados, respectivamente. De cada placa foram avaliados 300 conídios e a...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Radiação UV-B; Produtos biológicos comerciais; Germinação de conídio; Radiação solar; Raio ultravioleta; Morango; Doença de planta; Clima; Trichoderma; Fungo para controle biológico; Ultraviolet radiation; Plant diseases and disorders; Climate change.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945431
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação UV-B no controle biológico de Botrytis cinerea do morango com Clonostachys rosea. Repositório Alice
NECHET, K. de L.; BETTIOL, W.; HALFELD-VIEIRA, B. de A..
bitstream/item/216502/1/2014SP-Nechet-Efeito-13917.pdf
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Botrytis cinerea; Controle biológico; Morango; Raio ultravioleta.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1011748
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da radiação UV-B sobre a capacidade antagônica de Clonostachys rosea a Botrytis cinerea em discos de folha de morango. Repositório Alice
COSTA, L. B.; BETTIOL, W.; MORANDI, M. A. B.; RANGEL, D. E. N..
Resumo:: As atividades antrópicas estão alterando a concentração de gases na atmosfera, o ozônio da troposfera é um dos afetados e consequentemente a incidência de raios ultravioleta B (UV-B) na superfície da Terra tem sido alterada. A sensibilidade à radiação UV-B é uma das limitações do uso de agentes de biocontrole a campo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da radiação UV-B em um isolado de Clonostachys rosea e quantificar a capacidade antagônica a Botrytis cinerea em discos de folhas de morango. Foram utilizadas quatro concentrações de conídios de C. rosea e quatro diferentes doses de radiação UV-B, sendo metade dos discos irradiados desafiados com conídios de B. cinerea. As concentrações de conídios de C. rosea acima de 105 conídios mL-1...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Gliocladium roseum; Ultravioleta-B; Mofo cinzento; Doença de planta; Radiação solar; Raio ultravioleta; Botrytis cinerea; Clonostachys rosea f. rosea; Plant diseases and disorders; Ultraviolet radiation; Climate change.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945450
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do aumento da radiação Ultravioleta-B associado a Clonostachis rosea na infecção latente de Botrytis cinerea em frutos de morangueiro. Repositório Alice
HECK, D. W.; NECHET, K. de L.; TERAO, D..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: UVB; Clonostachis rosea; Botytris cinerea; Morango; Raio ultravioleta; Controle biológico; Strawberries; Plant diseases and disorders; Biological control; Ultraviolet radiation.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/981881
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos da radiação ultravioleta B sobre cultivar de soja (Glycine max L. Merril) BRS 262 em condições de campo. Repositório Alice
FRIGHETTO, R. T. S.; SÁBER, M. L.; BATISTA, E. R.; COSTA, L. B.; BACCAN, M..
Resumo: O estudo foi desenvolvido para avaliar os efeitos da radiação ultravioleta B (UV-B) na composição de substâncias constitutivas em soja cultivar BRS 262 sob três tratamentos: UV-B aumentado, UV-B solar e UV-B excluído. As avaliações foram realizadas nos estádios V1, V4, R1 e R4 de desenvolvimento da planta. Observou-se que as fases de desenvolvimento da soja têm maior influência nas concentrações de seus constituintes, como os fenólicos totais que mostraram menores efeitos da radiação aumentada (em torno de 4,46 kJ.m-2.dia-1). Nos HCA apenas a concentração do ácido caféico mostrou maior diferença em plantas sob UV-B aumentado. Maiores teores de clorofila (principalmente a e b) e área/biomassa foliar foram observados em plantas sob UV-B aumentado, e...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Fenólicos totais; Ácidos hidroxicinâmicos; Clorofila; Bactéria; Clima; Radiação solar; Raio ultravioleta; Impacto ambiental; Bacteria; Soybean; Ultraviolet radiation; Climate change; Environmental impact.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945543
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Effects of UV-B radiation, carbon dioxide and temperature on germination of Trichoderma spp. and Clonostachys rosea biocontrol agents of plant pathogens. Repositório Alice
COSTA, L. B.; BETTIOL, W..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Clonostachys rosea; Trichoderma sp; Dióxido de carbono; Temperatura; Raio ultravioleta; Controle biológico.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/982556
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exposição aguda de peixes Piaractus mesopotamicus a nano-tio2 e radiação UV. Repositório Alice
CLEMENTE, Z.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M.; FRACETO, L. F..
Resumo: As diversas propriedades da nanopartícula de dióxido de titânio (nano-TiOj) devem ser consideradas na avaliação da ua ecotoxicidade. Este estudo buscou avaliar o efeito da co-exposição de peixe ao nano- Ti02 e a radiação ultravioleta a níveis ambientais. Peixes foram expostos durante 96h a O, I, 10 ou 100 mgIL de nano-Ti'Oj, sob duas diferentes condições de iluminação. Ao final do período de exposição foram analisados os biomarcadores bioquímicos atividade específica de catalase, superóxido dismutase, glutationa S-transferase, fosfatase ácida, lipoperoxidação e carbonilação de proteínas no fígado do animais. Nas condições testadas, não foram observados efeitos tóxicos do nano-TrO, nos parâmetros avaliados.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nano-TiO2; Biomarcadores; Nanoecotoxicologia; Raio ultravioleta; Radiação solar; Peixe; Substância tóxica; Toxidez.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945635
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exposição de embriões de Danio rerio a Nano-TiO2 sob diferentes condições de iluminação. Repositório Alice
CLEMENTE, Z.; CASTRO, V. L. S. S. de; MOURA, M. A. M.; JONSSON, C. M.; FRACETO, L. F..
Resumo: As nanopartículas de dióxido de titânio (nano-TiO2) apresentam propriedades fotocatalíticas que devem ser consideradas na sua avaliação ecotoxicológica. Este trabalho teve por objetivo avaliar a toxicidade do nano-TiO2 em embriões de peixe, sob diferentes condições de iluminação. Embriões de paulistinha (Danio rerio) foram expostos a 0, 1, 10 e 100 mg/L de nano-TiO2 (anatase, 25 nm) sob luz visível ou luz visível e radiação ultravioleta (UV). O nano-TiO2 apresentou baixa toxicidade aguda em todas as condições testadas, porém após 96 h de exposição o grupo exposto a 100 mg/L com radiação UV apresentou 5% de mortalidade e redução no tamanho das larvas vivas. Observou-se eclosão prematura nos grupos expostos a 10 e 100 mg/L de nano-TiO2 sem UV. Estes...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanoecotoxicologia; Dióxido de titânio; Peixe de água doce; Toxicologia; Toxidez; Raio ultravioleta; Nanoparticles; Danio rerio; Toxicity; Ecotoxicology.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/963416
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Exposição subletal de Daphnia a anatase provoca alterações bioquímicas dependentes da condição de iluminação. Repositório Alice
CLEMENTE, Z.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M.; FRACETO, L. F..
Resumo: As nanopartículas de dióxido de titânio (nano-Ti0 2) apresentam propriedades fotocatalíticas que devem ser consideradas na sua avaliação ecotoxicológica. Este trabalho teve por objetivo avaliar a toxicidade do nano-Ti0 2 em Daphnia similis, sob diferentes condições de iluminação. D. similis foram expostas a O, 7, 75 e 750 mg/L de nano-Ti0 2 (anatase, 25 nm) sob luz visível ou luz visível e radiação ultravioleta (UV), durante 24h. Analisou-se a atividade de catalase (CAT), glutationa S-transferase (GST) e fosfata- se ácida (FA) nos organismos expostos. CAT apresentou redução na sua atividade nos grupos expostos a 750 mg/L. Em geral, a exposição a radiação UV elevou a atividade de GST. FA sofreu interação dos fatores, sendo a atividade de FA inibida...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanotecnologia; Ecotoxicologia; Microcrustáceo; Crustáceo; Substância tóxica; Raio ultravioleta; Daphnia similis; Ecotoxicology; Nanoparticles; Titanium dioxide; Ultraviolet radiation.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1007360
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Expressão de enzimas de defesa de plantas na interação morangueiro, Botrytis cinerea, Clonostachys rosea em diferentes condições de radiação UV-B em campo. Repositório Alice
NECHET, K. de L.; VILELA, E. S. D.; HALFELD-VIEIRA, B. de A.; DONETTI, C. A..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Clonostachys rosea; Morango; Botrytis cinerea; Raio ultravioleta.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/982560
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flavonóides em duas cultivares de soja (Glycine max L. Merril) cultivadas sob aumento da ultravioleta b, em condições de campo. Repositório Alice
FRIGHETTO, R. T. S.; HOFFMANN-CAMPO, C. B.; BACCAN, M.; ALVES FILHO, J..
Resumo: O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos do aumento da radiação ultravioleta B (UV-B) na composição de substâncias constitutivas e induzidas de cultivares de soja, BRS 262 e IAC 100, sob três tratamentos: UV-B aumentado, UV-B solar e UV-B diminuído. As avaliações foram realizadas nas fases V1 e V2 de desenvolvimento da planta. Em geral, as diferenças foram mais marcantes entre as cultivares do que as diferenças entre as radiações em si. O efeito da radiação aumentada (em torno de 4,46 kJ.m-2.dia-1) foi observado nos teores de rutina em ambas as cultivares, e nos teores de daidzina, M-daidzina e daidzeína apenas no BRS 262. Nas condições de aumento de UV-B foram observadas diminuições nos teores de genisteína na fase V2, em ambas as cultivares....
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Isoflavonóides; Rutina; Mudanças climáticas; Soja; Flavonóide; Radiação solar; Raio ultravioleta; Soybeans; Solar radiation; Climate change.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/945653
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flavonóides em duas cultivares de soja (Glycine max L. Merril) cultivadas sob aumento da ultravioleta b, em condições de campo. Repositório Alice
FRIGHETTO, R. T. S.; HOFFMANN-CAMPO, C. B.; BACCAN, M.; ALVES FILHO, J..
O objetivo do trabalho foi avaliar os efeitos do aumento da radiação ultravioleta B (UV-B) na composição de substâncias constitutivas e induzidas de cultivares de soja, BRS 262 e IAC 100, sob três tratamentos: UV-B aumentado, UV-B solar e UV-B diminuído. As avaliações foram realizadas nas fases V1 e V2 de desenvolvimento da planta. Em geral, as diferenças foram mais marcantes entre as cultivares do que as diferenças entre as radiações em si. O efeito da radiação aumentada (em torno de 4,46 kJ.m-2.dia-1) foi observado nos teores de rutina em ambas as cultivares, e nos teores de daidzina, M-daidzina e daidzeína apenas no BRS 262. Nas condições de aumento de UV-B foram observadas diminuições nos teores de genisteína na fase V2, em ambas as cultivares. A...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Isoflavonóides; Rutina; Mudanças climáticas; Soja; Radiação solar; Raio ultravioleta; Soybeans; Solar radiation.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/951240
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Incidência de fungos em frutos de morangueiro com o aumento de radiação ultravioleta-B. Repositório Alice
HECK, D. W.; TERAO, D.; NECHET, K. de L..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Fungo; Morango; Raio ultravioleta; Clima; Strawberries; Fungi; Ultraviolet radiation.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/981892
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Infecção latente de fungos em frutos de morangueiro mantidos em diferentes condições de radiação UV-B. Repositório Alice
NECHET, K. de L.; HECK, D. W.; TERAO, D.; HALFELD-VIEIRA, B. de A..
2013
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Fungo; Doença de planta; Morango; Raio ultravioleta.
Ano: 2013 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/982568
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da temperatura e da radiação UV-C no crescimento micelial e na germinação de Penicillium digitatum. Repositório Alice
VICELLI, M. P.; SILVA, A. M.; PONTE, M. S.; NASCIMENTO, R. dos S.; TERAO, D..
Resumo: As doenças pós-colheita provocam perdas significativas na citricultura, sendo que na exportação de frutas frescas existe grande restrição para os resíduos químicos. Nesse contexto, existe demanda por tratamentos na pós-colheita que não utilizem fungicidas. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da temperatura e da radiação da luz ultravioleta C (UV-C) no crescimento micelial e na inibição de esporos de Penicillium digitatum, fungo causador da podridão pós-colheita em laranja. Avaliaram-se as temperaturas: 50ºC, 55ºC e 60ºC em períodos de 15 s e 30 s e as doses de luz UV-C: 0,25; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 kJ.m-2, nas avaliações de inibição de esporos e 1,0; 2,0; 4,0; 8,0 e 10 kJ.m-2, nos estudos de crescimento micelial. De maneira...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Bolor verde; Citros; Tratamento hidrotérmico; Radiação UV-C; Fruta cítrica; Doença de planta; Pós-colheita; Mofo verde; Controle físico; Controle térmico; Raio ultravioleta; Penicillium digitatum; Oranges; Plant disease and disorders; Postharvest diseases; Hot water treatment; Molds (fungi).
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1036420
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional