Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Auto-enxerto percutâneo de medula óssea em coelhos: I. Coleta, preparo e aplicação Ciência Rural
Barros,Séfora Vieira da Silva Gouvea de; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Vargas,Marlene Isabel; Galvão,Simone Rezende; Filho,Alfredo Maia.
Foram utilizados 36 coelhos da raça Nova Zelândia Branca, machos, com peso médio de 3,5kg e idade entre cinco e seis meses para avaliação da coleta, do preparo e da técnica de aplicação do auto-enxerto percutâneo de medula óssea (MO). Em 20 coelhos anestesiados, uma agulha para punção de MO foi inserida na crista ilíaca, sendo a medula aspirada com auxílio de seringa de 20m<img src="http:/img/fbpe/cr/v31n6/a16img01.gif"> heparinizada. As 20 amostras obtidas foram preparadas de duas maneiras, utilizando-se 10 amostras em cada procedimento: 1) medula integral: após a coleta de 1m<img src="http:/img/fbpe/cr/v31n6/a16img01.gif">, a amostra foi homogeneizada e, em casos de presença de coágulo, ela foi descartada; 2) medula centrifugada: após a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia óssea; Enxerto ósseo; Reparação óssea.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000600016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Auto-enxerto percutâneode medula óssea: II. reparação de falhas segmentares produzidas no rádio de coelhos Ciência Rural
Barros,Séfora Vieira da Silva Gouvea de; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Viloria,Marlene Isabel; Galvão,Simone Rezende; Filho,Alfredo Maia; Oliveira,Damaris Rizzo.
Para determinar de que forma a medula óssea, integral e concentrada, enxertada percutaneamente comporta-se no processo de reparação óssea, foram utilizados 16 coelhos, da raça Nova Zelândia Branca, machos, com idade entre cinco e seis meses e peso corpóreo médio de 3,5kg, distribuídos em dois grupos experimentais iguais (grupos I e II). Nos dois grupos, foram realizadas falhas ósseas em ambos os rádios, pela remoção de um segmento osteoperiosteal, de 1cm de comprimento, localizado a 3cm da articulação rádio-carpo-ulnar. A enxertia percutânea foi feita cinco dias após a realização das falhas, sendo que no grupo I, cada animal recebeu 1,0ml de medula óssea integral, em um dos rádios (tratamento), imediatamente após a aspiração na crista ilíaca. No grupo II,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cirurgia óssea; Enxerto ósseo; Reparação óssea.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000400011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comportamento biológico de matriz scaffold acrescida de células progenitoras na reparação óssea Ciência Rural
Olsson,Débora Cristina; Pippi,Ney Luis; Tognoli,Guilherme Kanciukaits; Raiser,Alceu Gaspar.
A engenharia tecidual desenvolve e manipula células ou tecidos para a reconstrução de novos órgãos e tecidos. A perda ou a falência da função de partes teciduais alteradas ou lesadas torna-se um problema severo à saúde animal e uma indicação para tratamento é o transplante para substituir a função biológica perdida. Vários animais são afetados por estes problemas, razões estas que indicam a necessidade de desenvolvimento de terapias alternativas para tratar perdas ósseas. Estudos experimentais contribuem para avanços da medicina regenerativa, como a engenharia de tecidos, com o objetivo de desenvolver suportes sintéticos ou utilizar arcabouços naturais, conhecidos como scaffold, que substituam as funções fisiológicas do tecido ósseo. Atualmente para, a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Scaffold; Comportamento biológico; Reparação óssea; Células progenitoras.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782008000800051
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Contribuição do plasma rico em plaquetas na reparação óssea de defeitos críticos criados em crânios de camundongos Ciência Rural
Monteiro,Betânia Souza; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Argôlo Neto,Napoleão Martins; Bonfá,Laila de Paula; Viloria,Marlene Vargas; Neves,Cinthya Dessaune; Carvalho,Pablo Herthel; Brito,Ana Flora Souza.
No presente estudo, foram avaliados, de forma macro e microscópica, os resultados da aplicação do PRP em defeitos ósseos críticos de 6,0mm de diâmetro confeccionados em calvária de 24 camundongos isogênicos C57BL/6 jovens, separados em dois grupos experimentais. O grupo controle não recebeu tratamento, e no grupo tratado foram depositados, no interior do defeito, 50,0µL plasma em gel contendo 1,0x10(9) plaquetas. Constatou-se que o gel de PRP autólogo depositado em defeitos críticos contribuiu positivamente para o processo de reparação óssea, mormente na fase inicial.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gel autólogo de plaquetas; Reparação óssea; Fatores de crescimento.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000700017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Eletroterapia no processo de reparação da superfície articular de coelhos Ciência Rural
Souza,Tayse Domingues de; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Viloria,Marlene Isabel Vargas.
Os efeitos da eletroestimulação pós-operatória no processo de reparação de falhas osteocondrais induzidas no sulco troclear de 36 coelhos adultos foram avaliados histologicamente. O grupo controle apresentou tecido de granulação típico, com duas semanas de pós-operatório (PO); cartilagem hialina foi observada após quatro e sete semanas de PO e a reconstituição do osso subcondral excisado limitou-se ao fundo da falha, até sete semanas de PO. No grupo I (eletroestimulado diariamente), o tecido de granulação apresentou vascularização exuberante após duas semanas de PO; após sete semanas de PO, o tecido de reparação permaneceu indiferenciado superficialmente, com formação de novo osso subcondral até o nível da junção osteocondral preexistente. No grupo II...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cartilagem articular; Fisioterapia; Reparação óssea.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782001000500013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Matriz óssea homóloga desmineralizada na preparação de falhas ósseas segmentares produzidas no rádio de coelhos Ciência Rural
Silva,Alessandra Maria da; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Viloria,Marlene Isabel Vargas; Silva,Alessandra Sayegh; Filgueiras,Richard Rocha.
No presente trabalho, foram avaliados os potenciais osteoindutor e osteocondutor da matriz óssea homóloga desmineralizada (MOD) em ácido clorídrico 0,6 N e conservada em etanol 70% e sua utilização no preenchimento de falhas osteoperiosteais induzidas em rádio de coelhos. O rádio operado de todos os animais foi radiografado imediatamente após a cirurgia e na 3ª,6ª, 9ª e 12ª semanas após. No grupo tratado, sete animais foram sacrificados a cada três semanas, sendo realizadas tomografia computadorizada e avaliações macro e microscópica e da fluorescência óssea à tetraciclina. Os animais do grupo controle foram sacrificados na 12ª semana de pós-operatório. Foi constatado que a matriz acelerou o processo de formação óssea, devido a fatores indutores inerentes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Falhas ósseas; Enxerto ósseo; Reparação óssea.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000300023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Plasma rico em plaquetas associado ou não ao osso esponjoso autógeno no reparo de falhas ósseas experimentais Ciência Rural
Silva,Paloma Sayegh Arreguy; Del Carlo,Ricardo Junqueira; Serakides,Rogéria; Monteiro,Betânia Souza; Balbinot,Paula de Zorzi; Eleotério,Renato Barros; Paez,Omar Leonardo Aristizabal; Viloria,Marlene Isabel Vargas.
O presente estudo avaliou a influência do plasma autógeno rico em plaquetas (PRP), associado ou não ao autoenxerto esponjoso (EOE), na reparação de falhas ósseas criadas no crânio de coelhos. A falha I foi preenchida com o PRP; a falha II com 3mg de EOE; a falha III com EOE associado ao PRP e a falha IV não foi preenchida, servindo como controle. Após as cirurgias, os animais foram separados em três grupos e eutanasiados aos 30, 60 e 90 dias. Na avaliação mesoscópica, independentemente do período de observação, o preenchimento ósseo, na falha controle e naquelas tratadas com PRP, iniciou-se a partir das bordas para o centro e do fundo para a superfície das falhas. Já nas falhas tratadas com EOE e com enxerto associado ao PRP, foi notado também crescimento...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Plasma rico em plaquetas; Auto-enxerto esponjoso; Reparação óssea.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000100020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial osteoindutor da matriz óssea homóloga desmineralizada de coelho Ciência Rural
Del Carlo,Ricardo Junqueira; Silva,Alessandra Maria da; Viloria,Marlene Isabel Vargas; Fonseca,Cláudio Cézar; Oliveira,Damaris Rizzo.
O trabalho objetivou avaliar o potencial osteoindutor da matriz óssea homóloga (MOD) desmineralizada em ácido clorídrico. Em doze coelhos adultos, foi realizada uma incisão sagital mediana na pele abdominal, de aproximadamente 5 cm, e a divulsão do tecido subcutâneo, permitindo que três fragmentos de MOD, com 1 cm de comprimento, fossem implantados em "bolsas" confeccionadas cirurgicamente no músculo reto abdominal. A MOD foi preparada a partir de rádios de coelhos sacrificados por superdosagem anestésica e estocada em etanol 70%, em temperatura ambiente, por, no mínimo, 15 dias, até o momento do uso. Para permitir análise prévia às enxertias, fragmentos de MOD preservados em etanol 70% e fixados em formol a 10% tamponado foram submetidos à rotina...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Reparação óssea; Osso desmineralizado; Enxerto ósseo.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000300022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Proteínas morfogenéticas ósseas associadas a osso esponjoso autógeno na reparação de falhas experimentais na calota craniana de coelhos (Oryctolagus cuniculus) Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Monteiro,B.S.; Del Carlo,R.J.; Pinheiro,L.C.P.; Viloria,M.I.V.; Silva,P.S.A.; Souza,L.P.O.; Balbinot,P.Z..
Foi avaliada a reparação óssea após implantação de proteínas morfogenéticas ósseas (BMP) em diferentes concentrações e períodos de observação, carreadas por auto-enxerto ósseo esponjoso (EOE), em falhas ósseas, produzidas na região fronto-parietal do crânio de 20 coelhas. A falha I não foi preenchida, a II foi completamente preenchida com 3mg de EOE e as falhas III, IV, V e VI foram preenchidas com EOE associado a 0,5; 1; 2 e 5mg de BMP, respectivamente. Nas avaliações mesoscópicas, post mortem, verificou-se que, independentemente do período de tratamento, o preenchimento ósseo iniciou-se a partir das bordas para o centro e do fundo para a superfície das falhas. Na falha I manifestou-se o menor preenchimento ósseo quando comparada com as demais falhas, em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coelho; BMP; Enxerto ósseo; Reparação óssea.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Strontium delivery systems based on bacterial cellulose and hydroxyapatite for guided bone regeneration. Repositório Alice
LUZ, E. P. C. G.; BORGES, M. de F.; ANDRADE, F. K.; ROSA, M. de F.; MOLINA, A. I.; CASTELLÓN, E. R.; VIEIRA, R. S..
bitstream/item/190347/1/ART18105.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Biomateriais; Reparação óssea; Tecido ósseo.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1103221
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional