Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Coeficiente de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos e valores de aminoácidos digestíveis do milho submetido a diferentes temperaturas de secagem e períodos de armazenamento R. Bras. Zootec.
Carvalho,Débora Cristine de Oliveira; Albino,Luiz Fernando Teixeira; Vargas Junior,José Geraldo de; Toledo,Rodrigo Santana; Oliveira,Jean Eduardo de; Souza,Renata Mara de.
Determinou-se o coeficiente de digestibilidade verdadeira dos aminoácidos de amostras de milho submetidas a diferentes temperaturas de secagem (temperatura ambiente e secagem artificial a 80, 100 e 120°C) e períodos de armazenamento (0, 60, 120 e 180 dias). A digestibilidade verdadeira dos aminoácidos foi determinada pelo método de "alimentação forçada" utilizando-se galos Leghorn adultos cecectomizados, alojados individualmente em baterias metálicas. Utilizou-se delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 4 × 4 (quatro temperaturas de secagem e quatro períodos de armazenamento) com um galo por unidade experimental e oito repetições por temperatura de secagem e período de armazenamento. As perdas endógenas foram determinadas com galos em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Galos cecectomizados; Processamento; Secagem artificial; Tempo de armazenamento.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982009000500010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EQUIPAMENTO de fácil construção para a secagem de frutas e hortaliças: programa 48: Norte. Infoteca-e
As famílias de produtores rurais e os empreendedores, assim como associações e cooperativas que queiram desidratar frutas, hortaliças e condimentos contam com um equipamento acessível e de fácil construção para ajudá-los a processar sua produção de pequeno porte, desenvolvido pela Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ). O secador par desidratação de frutas, hortaliças e condimentos é o tema do Prosa Rural dessa semana. A desidratação de frutas e hortaliças é uma técnica que ajuda o agricultor a reduzir perdas no armazenamento, transporte e comercialização dos produtos, que ganham maior tempo de vida com a retirada da água. A secagem artificial permite a obtenção de frutas e hortaliças com melhor qualidade do que as obtidas por exposição direta ao sol. O...
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Hortalça.; Desidratação; Fruta; Secagem artificial; Condimento..
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1016026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
EQUIPAMENTO de fácil construção para a secagem de frutas e hortaliças: programa 48: Semi-Árido. Infoteca-e
As famílias de produtores rurais e os empreendedores, assim como associações e cooperativas que queiram desidratar frutas, hortaliças e condimentos contam com um equipamento acessível e de fácil construção para ajudá-los a processar sua produção de pequeno porte, desenvolvido pela Embrapa Agroindústria de Alimentos (RJ): o secador para desidratação de frutas, hortaliças e condimentos. A desidratação de frutas e hortaliças é uma técnica que ajuda o agricultor a reduzir perdas no armazenamento, transporte e comercialização dos produtos, que ganham maior tempo de vida com a retirada da água. A secagem artificial permite a obtenção de frutas e hortaliças com melhor qualidade do que as obtidas por exposição direta ao sol. O uso desse equipamento permite não só...
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Hortalça.; Desidratação; Fruta; Secagem artificial; Condimento..
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1015711
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Secador estacionário a ar aquecido forçado artificialmente: inovação tecnológica na secagem de sementes de castanheira-da-amazônia (Bertholletia excelsa). Infoteca-e
GONCALVES, R. C.; ALVARES, V. de S.; CARTAXO, C. B. da C.; WADT, L. H. de O.; SOUZA, J. M. L. de; LIMA, A. C. de; COSTA, D. A. da; GIACOMELLI, M.; MAGALHÃES, K. da S.; MADRUGA, A. L. S..
Bertholletia excelsa Bonpl., também conhecida como castanheira-do-brasil, castanheira-do-pará e castanheira-da-amazônia, é uma árvore que ocorre naturalmente em grande parte da Amazônia. Entretanto, a presença de aflatoxinas B1, B2, G1 e G2 de Aspergillus spp. em amostras de castanha-do-brasil com casca e sem casca, em níveis superiores àqueles considerados seguros por países importadores, tem limitado as exportações desse produto, além de restringir o mercado interno. A presença dessas aflatoxinas nas castanhas depende da infecção e colonização dos tecidos da semente por fungos Aspergillus spp. Níveis de fatores ambientais próximos aos favoráveis à produção de aflatoxinas são encontrados na Floresta Amazônica, durante a época de queda dos frutos e...
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Castanha do brasil; Secador estacionário; Secadores de convección; Temperatura de secado.; Calidad de la fruta; Aflatoxinas; Secagem natural; Nuez del Brasil; Micotoxinas; Cáscaras de fruta; Aspergillus flavus; Secagem artificial; Resistência a temperatura; Contaminação fúngica; Micotoxina; Aflatoxina.; Castanha do pará; Bertholletia excelsa; Fruto; Qualidade; Casca; Propriedade físico-química; Aflatoxins.; Fruit peels; Fruit quality; Brazil nuts; Fungi; Drying temperature; Mycotoxins; Convection dryers.
Ano: 2010 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/872684
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
TECNOLOGIAS pós-colheita para a cafeicultura familiar: programa 02: Centro-Oeste/Sudeste. Infoteca-e
Produzir café com maior qualidade que aquele produzido atualmente, através da solução dos problemas da colheita, do processamento, da secagem, armazenamento do produto e do beneficiamento, certamente contribuirá para agregar valor ao produto, trazebdim como conseqüência melhores resultados econômicos. Bons tratos aos frutos na colheita e pós-colheita fazem o diferencial. A secagem inadequada pode levar o café a desenvolver microorganismos indesejáveis, que deterioram os grãos e comprometem a qualidade da bebida. No Brasil, conforme os spectos tecnológicos envolvidos, utilizam-se basicamente dois métodos para secagem de café: secagem natural em terreiro ou secagem artificial utilizando secadores mecânicos. A secagem em terreiros é o método mais utilizado...
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Cafeicultura familiar; Café; Pós-colheita; Colheita; Processamento; Secagem artificial; Armazenamento; Beneficiamento.
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1015148
Registros recuperados: 5
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional