Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: 

RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de milho (Zea mays L.) Anais da ESALQ
Medina,P.F.; Marcos Fº,J..
Dez lotes de sementes de milho dos cultivares AG-401 e AG-162, após tratamento com fungicida + inseticida, foram armazenados por 18 meses (maio/ 1984 a novembro/1985), em condições normais de ambiente, em Piracicaba, SP. Periodicamente conduziram-se testes de germinação, envelhecimento artificial e de frio com e sem solo. Cinco testes de emergência de plântulas em campo foram instalados dentro da época recomendada para semeadura do milho, no Estado de São Paulo. Os resultados indicaram que, dentre os utilizados nesta pesquisa, os testes de frio com solo e o de envelhecimento artificial são os que se relacionam com maior eficiência à emergência de plântulas em campo e com o potencial de armazenamento de sementes, além de identificarem diferentes níveis de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Zea mays; Sementes; Germinação; Vigor; Envelhecimento artificial; Teste de frio; Armazenamento.
Ano: 1990 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761990000100004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comparação entre métodos para a avaliação do vigor de lotes de sementes de triticale Ciência Rural
Steiner,Fábio; Oliveira,Silvia Sanielle Costa de; Martins,Cibele Chalita; Cruz,Sihélio Júlio Silva.
Dentro de um programa de controle de qualidade, a avaliação do vigor de sementes é fundamental e necessária para o sucesso da produção. Este trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de diferentes testes de vigor na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de triticale (X. triticosecale Wittmack), buscando a diferenciação de lotes. Cinco lotes da cultivar 'IPR 111' foram submetidos ao teste de germinação, primeira contagem, teste de frio, condutividade elétrica (50 sementes 50mL-1 de água; 25°C 24h-1), lixiviação de potássio (50 sementes 75mL-1 de água; 25°C 3h-1), envelhecimento acelerado (43°C 48h-1) e teor de água. O teste de condutividade elétrica e lixiviação de potássio são eficientes na diferenciação do vigor de lotes de sementes de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: X. triticosecale; Condutividade elétrica; Teste de frio; Envelhecimento acelerado.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782011000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Metodologia de vigor para avaliação de sementes de linhagens de milho. Repositório Alice
PONTELO, L.; NETTO, D. A. M.; BARBOSA, N. A.; LOURENÇO, M. A. S..
Edição dos Anais do XIX Congresso Brasileiro de Sementes, Foz do Iguaçu, 2015.
Tipo: Parte de livro Palavras-chave: Teste de frio; Envelhecimento acelerado; Zea mays.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1031459
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Métodos alternativos do teste de frio para avaliação do vigor de sementes de milho Scientia Agricola
Caseiro,Roseli Fátima; Marcos Filho,Júlio.
O presente trabalho teve como objetivo básico estudar comparativamente quatro métodos para a condução do teste de frio, visando a avaliação do potencial fisiológico das sementes de milho. Para tanto, foram utilizados dois cultivares de milho (AG 3010 e AG 5011), cada um representado por 5 lotes com potenciais fisiológicos distintos. Amostras de sementes de todos os lotes foram submetidas a quatro procedimentos do teste de frio, a saber: "terra" (mistura de terra e areia) em caixas empilhadas (método tradicional); "terra" em caixas dispostas lado a lado; bandeja com "terra"; bandeja com "terra" + papel toalha. Estes procedimentos foram comparados com os testes de germinação padrão, envelhecimento acelerado e emergência das plântulas em campo. O teste de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Zea mays; Semente; Análise; Potencial fisiológico; Teste de frio; Substrato.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90162000000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Procedimentos para condução do teste de frio em sementes de milho: pré resfriamento e distribuição do substrato no interior da câmara fria Rev. bras. sementes
Caseiro,Roseli Fátima; Marcos Filho,Julio.
O teste de frio realizado em laboratórios brasileiros para avaliar o vigor das sementes de milho, geralmente é conduzido em caixas plásticas de 47 x 30 x 11cm, utilizando como substrato, aproximadamente 16 kg da mistura terra e areia. A necessidade do pré-resfriamento e a disposição do substrato no interior da câmara fria constituem fatores ainda não completamente definidos para a padronização desse teste. A pesquisa foi conduzida utilizando-se amostras de sementes de milho submetidas a três tratamentos: substrato e água não resfriados (T1); água previamente resfriada a 10ºC (T2) e substrato e água previamente resfriados a 10ºC (T3). Ao serem colocadas na câmara fria, quatro caixas representando cada tratamento foram superpostas, formando pilhas, e outras...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Milho; Vigor; Teste de frio; Substrato; Metodologia.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222002000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Teste de frio na avaliação do vigor de sementes de feijão Scientia Agricola
Miguel,Marcelo Hissnauer; Cicero,Silvio Moure.
O presente trabalho teve como objetivo estudar o comportamento de sementes de feijão submetidas a diferentes metodologias do teste de frio, comparativamente a outros testes de vigor tradicionalmente utilizados na avaliação da qualidade fisiológica dessas sementes. As metodologias do teste de frio utilizadas foram: caixa plástica com terra, rolo de papel com terra e rolo de papel sem terra, nas temperaturas de 10ºC e de 15ºC e períodos de exposição, de três, cinco e sete dias. Paralelamente foram conduzidos teste padrão de germinação, primeira contagem de germinação, envelhecimento acelerado, condutividade elétrica e emergência de plântulas em campo. As diferentes metodologias do teste de frio foram comparadas pelo teste de Tukey e, posteriormente, foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Phaseolus vulgaris; Qualidade fisiológica; Semente; Teste de frio; Teste de vigor.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161999000500027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Testes de vigor utilizados na avaliação da qualidade fisiológica de lotes de sementes de milho-doce (sh2) Ciência Rural
Coimbra,Rogério de Andrade; Martins,Cibele Chalita; Tomaz,Camila de Aquino; Nakagawa,João.
Dentro de um programa de controle de qualidade, a avaliação do vigor de sementes é fundamental e necessária para o sucesso da produção. Com o objetivo de avaliar a eficiência de diferentes testes de vigor na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de milho-doce na tentativa de diferenciação de lotes quanto ao nível de vigor e previsão de emergência de plântulas em campo e ao potencial de armazenamento, 10 lotes do híbrido DO-04 shrunken-2 (sh-2) foram submetidos a teste de germinação, primeira contagem, precocidade de emissão de raiz primária (32, 48, 56 e 72h), teste de frio, condutividade elétrica (50 sementes 75mL-1 de água; 25°C/4, 6, 8 e 24h), envelhecimento acelerado (42°C) em água destilada (100%UR), solução saturada de cloreto de potássio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Armazenamento; Emergência de plântulas; Condutividade elétrica; Teste de frio; Envelhecimento acelerado.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782009000900004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Testes para avaliação do vigor de sementes de café. Repositório Alice
VILELA, F. de L.; ROSA, S. D. V. F. da; McDONALD, M. B.; BENNETT, M. A.; PEREIRA, D. de M.; TOSTA, M. F..
Na busca por incrementos na produção e produtividade da cultura do cafeeiro, instituições de pesquisa têm buscado melhorias no cultivo, no processamento, no melhoramento genético e na qualidade da bebida de café, porém, pouco relacionado à qualidade das sementes. O vigor é o principal componente da qualidade de sementes e determina o potencial para a conservação das sementes e a produção de mudas. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de testes que sejam eficientes e rápidos para a avaliação da qualidade fisiológica de sementes de café, uma vez que estas possuem rápida perda de viabilidade e vigor. Assim, o objetivo desta pesquisa foi comparar diferentes testes para avaliar o vigor de sementes de café, comparando os resultados com o desempenho das...
Tipo: Anais e Proceedings de eventos Palavras-chave: Teste de germinação; Teste de frio; Envelhecimento acelerado; SVIS.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/903755
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de testes de vigor de sementes na detecção de variabilidade genética intracultivar em pimentão PAB
Fernandes,Heloisa Santos; Nedel,Jorge Luiz; Galli,José.
Com o objetivo de testar a hipótese de polimorfismo intracultivar para vigor em pimentão (Capsicum annuum L.), sementes de um único lote da cv. Ikeda foram submetidas a quatro testes de vigor, respectivamente: teste de frio sem solo, velocidade de germinação, envelhecimento precoce e classificação do vigor de plântula. As plântulas vigorosas e fracas, selecionadas em cada teste, junto com testemunhas (lote original, sem seleção) foram transplantadas para casa de vegetação até a produção de sementes S1. Posteriormente, comparou-se o desempenho das sementes S1 dentro do mesmo teste que possibilitara a seleção das plantas que lhes deram origem. Avaliou-se também o desempenho das sementes em relação à velocidade de emergência das plântulas em campo....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Melhoramento; Germinação; Polimorfismo; Teste de frio.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X1999000900021
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional