Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A viticultura para vinhos finos e espumantes na Região da Serra Gaúcha, Brasil: topônimos e distribuição geográfica. Infoteca-e
FALCADE, I.; TONIETTO, J..
bitstream/item/163782/1/Doc13-2017.pdf
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Espumante; Rio Grande do Sul; Brasil.; Cartografia; Mapa; Topografia; Uva; Viticultura.; Vinho.
Ano: 1995 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/534809
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise da influência vegetacional na altimetria dos dados SRTM em bacias hidrográficas no semiárido Rev. Ciênc. Agron.
Costa,Carlos Alexandre Gomes; Teixeira,Adunias dos Santos; Andrade,Eunice Maia de; Lucena,Antônio Macílio Pereira de; Castro,Marco Aurélio Holanda de.
A topografia evidencia-se como um fator imprescindível no entendimento da dinâmica hidrológica e ambiental. Assim, torna-se fundamental a validação de dados altimétricos obtidos por sensoriamento remoto. Os dados SRTM de elevação são resultado de uma missão orbital por RADAR interferométrico que corresponde à topografia da superfície da Terra, considerando inclusive a influência da vegetação no retorno do sinal. O objetivo deste trabalho é validar os dados SRTM para as condições do semi-árido brasileiro. Para isto foram elaboradas comparações e análise estatística de dados obtidos no campo com GPS diferencial e outras bases de dados referenciais existentes, cartas planialtimétricas DSG/ SUDENE e dados de RN do IBGE em pontos localizados na bacia do rio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Topografia; Modelo Digital de Elevação; Interferometria de RADAR; Bacia Hidrográfica.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902010000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição e distribuição da vegetação herbácea em três áreas com fisionomias distintas na Praia do Peró, Cabo Frio, RJ, Brasil Acta Botanica
Cordeiro,Sandra Zorat.
A composição e a distribuição da vegetação herbácea da Praia do Peró foram caracterizadas em três áreas com topografias e fisionomias distintas, pelo método de parcelas. As três áreas são ocupadas pela comunidade psamófila-reptante, visualmente dividida em duas regiões: frontal, com espécies estoloníferas e suculentas, e posterior, com predomínio de espécies graminóides. Foram amostradas 38 espécies, das quais Paspalum maritimum Trim, Ipomoea imperati (Vahl.) Griseb, Ipomoea pes-caprae (L.) Sweet, Sporobolus virginicus (L.) Kunth e Panicum racemosum (Beauv.) Spreng. alcançaram os maiores valores de importância (VI). A topografia do ambiente, intimamente relacionada com a dinâmica de ondas de maré e tempestades, com aporte de areia oriunda dos ventos e das...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fitossociologia; Dunas; Restinga; Comunidades vegetais; Topografia.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000400003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ecossistema de pastagem cultivada na Amazônia brasileira. Infoteca-e
FALESI, I. C..
A pesquisa foi realizada em áreas com pastos de idades diferentes, desde meses de idade (formação) ate 11 anos, tomando-se a área com floresta natural como elemento de comparação (testemunha). Foram coletadas amostras de solos de 0-20 cm em cada uma dessas áreas, alem da coleta de perfis pedagógicos ate a uma profundidade de 1,50 m. Apos a obtenção das analises no laboratório, constatou-se que vários nutrientes e índices ou valores, sofreram acréscimos quando o solo foi cultivado com pastagem, melhorando portanto, as suas propriedades químicas. Os elementos que mais se evidenciaram, foram: cálcio, magnésio, fosforo, alumínio, e os índices de pH, V (saturação de bases), S (soma de bases) e saturação de alumínio. Os quadros de analises e gráficos constantes...
Tipo: Séries anteriores (INFOTECA-E) Palavras-chave: Brasil; Sown pasture; Ecosystem; Fertility.; Clima; Ecologia; Ecossistema; Fertilidade; Geologia; Pastagem Cultivada; Topografia; Solo; Vegetação.; Amazonia; Ecology; Geology; Climate; Topography; Soil; Vegetation..
Ano: 1976 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/385693
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos do substrato, bordas e proximidade espacial na estrutura da comunidade arbórea de um fragmento florestal em Lavras, MG Rev. Bras. Bot.
Machado,Evandro L.M.; Oliveira-Filho,Ary T.; Berg,Eduardo Van Den; Carvalho,Warley A.C.; Souza,Josival S.; Marques,João J.G.S.M.; Calegário,Natalino.
Este trabalho procurou detectar a influência de efeitos de borda, espaciais e variáveis do substrato sobre as variações estruturais da comunidade arbórea de um pequeno (4,0 ha) fragmento florestal situado em Lavras, MG. Árvores com diâmetro à altura do peito (DAP) > 5 cm foram identificadas e medidas em 29 parcelas de 20 ×20 m, distribuídas sistematicamente por todo o fragmento. Variáveis relacionadas ao substrato foram obtidas para cada parcela a partir da topografia, análises laboratoriais de amostras do solo e medidas da compactação do solo. Um 'fator borda' foi calculado por parcela a partir da morfometria do fragmento. Variáveis espaciais foram derivadas das coordenadas cartesianas do centro das parcelas. Uma análise de correspondência canônica da...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Análise multivariada; Geoestatística; Floresta tropical semidecídua; Solos; Topografia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042008000200011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fitossociologia e similaridade florística entre trechos de Cerrado sentido restrito em interflúvio e em vale no Jardim Botânico de Brasília, DF Acta Botanica
Fonseca,Mônica Souza da; Silva Júnior,Manoel Cláudio da.
Este estudo teve como objetivo verificar a composição florística, densidade e área basal do componente lenhoso do cerrado sentido restrito em duas situações num gradiente topográfico, designadas interflúvio (I) e vale (V), no Jardim Botânico de Brasília, DF. Foram alocadas em cada área 10 parcelas permanentes de 20x50m para amostragem de todos os indivíduos com diâmetro basal DB(30cm)> 5cm. A classificação por UPGMA (Índices de Sørensen e Morisita) foi usada para a avaliação da similaridade entre parcelas. A análise da fitossociologia mostrou que as espécies mais importantes no interflúvio foram: Ouratea hexasperma (A. St.Hil) Baill., Miconia ferruginata DC. e Dalbergia miscolobium Benth., enquanto que no vale foram: Eriotheca pubescens (Mart. &...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Árvores; Topografia; Estrutura fitossociológica; Densidade; Área basal; UPGMA.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000100003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flora e estrutura do componente arbóreo da floresta do Parque Ecológico Quedas do Rio Bonito, Lavras, MG, e correlações entre a distribuição das espécies e variáveis ambientais Acta Botanica
Dalanesi,Paulo Eduardo; Oliveira-Filho,Ary Teixeira de; Fontes,Marco Aurélio Leite.
Os objetivos deste trabalho foram (a) descrever a composição florística e a estrutura da comunidade arbórea da floresta do Parque Ecológico Quedas do Rio Bonito, Lavras, MG (21°20'S, 44°58'WGW, 1.0001.300m de altitude); e (b) avaliar as correlações entre a distribuição das espécies e variáveis ambientais em três trechos da floresta. Foram registradas a espécie, a circunferência a altura do peito (CAP) e a altura total de indivíduos com CAP > 15,7cm amostrados em 80 parcelas de 10×30m distribuídas em três transecções distanciadas em 480m. Variáveis ambientais foram obtidas por parcela a partir de análises químicas e texturais de amostras do solo superficial (0-20cm de profundidade) e de um levantamento topográfico das transecções. O levantamento...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Candeal; Diversidade; Comunidade arbórea; Floresta de altitude; Solos; Topografia.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062004000400005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Gradiente estrutural no componente arbóreo e relação com inundações em uma floresta ribeirinha, rio Uruguai, sul do Brasil Acta Botanica
Giehl,Eduardo Luís Hettwer; Jarenkow,João André.
O objetivo do presente estudo foi realizar uma análise exploratória de padrões estruturais e de diversidade, relacionando-os com variáveis ambientais em uma área de floresta ribeirinha. A amostra 100 unidades amostrais (UAs), foi alocada nas margens do rio Uruguai, Parque Estadual do Turvo, Rio Grande do Sul (27º09' S e 53º53' W). Todos os indivíduos arbóreos com PAP >15 cm foram registrados. Para a descrição da vegetação foram estimados os principais parâmetros fitossociológicos, além do índice de diversidade de Shannon. Foram mensuradas variáveis ambientais edáficas, topográficas e a cobertura do dossel. As relações entre a abundância das espécies nas UAs e as variáveis ambientais foram avaliadas por meio de análises de correspondência canônica - CCA...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Análise de correspondência canônica parcial; Autocorrelação espacial; Floresta Estacional; Parque Estadual do Turvo; Topografia.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062008000300012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obstrução do horizonte calculada a partir de modelo digital de elevação PAB
Weber,Eliseu José; Fontana,Denise Cibys.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a exatidão do cálculo da obstrução do horizonte, a partir de um modelo digital de elevação (MDE), em diferentes situações topográficas. O material utilizado incluiu um MDE disponível para a região da Serra Gaúcha, RS, receptores GPS, câmera digital, lente grande‑angular e os programas Idrisi, Arcview/ArcGIS e Solar Analyst. Foram adquiridas fotografias hemisféricas, e coletadas as coordenadas de 16 locais na área de estudo. As coordenadas e o MDE foram utilizados para calcular a obstrução do horizonte com uso do algoritmo Solar Analyst. Foram comparadas a fração aberta do céu calculada e a obtida pelas fotografias hemisféricas. O coeficiente de determinação foi de 0,8428, tendo-se observado superestimativa média de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Fração aberta do céu; Radiação solar; SIG; Solar Analyst; Topografia; Vegetação.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2012000900018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relação da vegetação de caatinga com a condição geomorfométrica local AGRIAMBI
Bispo,Polyanna da C.; Valeriano,Márcio de M.; Kuplich,Tatiana M..
Objetivou-se, com o presente trabalho, avaliar o potencial das variáveis geomorfométricas extraídas de dados SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) para identificação de tipos vegetacionais da Reserva Particular do Patrimônio Natural de Serra das Almas, CE. Em estudo conduzido na escala de 1:100.000, as variáveis geomorfométricas (elevação, declividade, orientação de vertente, curvatura vertical e curvatura horizontal) foram confrontadas com o mapa de vegetação referência, através de análises de histogramas e análises discriminantes. As variáveis mais importantes na distinção entre os tipos vegetacionais, foram a elevação, a declividade e a curvatura vertical, embora se pudesse observar preferências de tipos mapeados em relação às demais variáveis....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Topografia; Floresta; Bioma; SRTM; Serra das Almas.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662010000500010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relação entre as variáveis morfométricas extraídas de dados SRTM (Shuttle Radar Topography Mission) e a vegetação do Parque Nacional de Brasília Acta Botanica
Bispo,Polyanna da Conceição; Valeriano,Márcio de Morisson; Kuplich,Tatiana Mora.
Este trabalho visa ao estudo da relação entre a distribuição de fitofisionomias do Parque Nacional de Brasília (PNB) e variáveis topográficas, para avaliar o potencial de dados SRTM isoladamente, como complemento aos dados tradicionalmente aplicados no sensoriamento remoto da vegetação. Esta relação foi verificada através de análises discriminantes entre o mapa de vegetação referência do PNB e as seguintes variáveis morfométricas: elevação, declividade, orientação de vertente, curvatura vertical e curvatura horizontal. Tais análises indicaram as classes de vegetação que podem ser separadas com base nas condições topográficas do terreno. As variáveis morfométricas mais importantes na distinção entre os tipos vegetacionais foram a elevação, a declividade e a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Topografia; Vegetação; Cerrado; SRTM; Parque Nacional de Brasília.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062010000100010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Relação entre solo, vegetação e topografia em área de cerrado (Parque Estadual de Vassununga, SP): como se expressa em mapeamentos? Acta Botanica
Ruggiero,Patricia Guidão Cruz; Pivello,Vânia Regina; Sparovek,Gerd; Teramoto,Edson; Pires Neto,Antônio Gonçalves.
Foram investigadas as relações entre mapas de fitofisionomias, solos e topografia, na Gleba Pé-de-Gigante (21º37'30''S; 47º37'30''W, SP). A área estudada constitui a planície de inundação do córrego Paulicéia e colinas no entorno, onde predominam fisionomias de cerrado, havendo também manchas de floresta estacional, floresta ripária e campo úmido, sobre solos predominantemente arenosos. As cartas temáticas analisadas compreenderam: a) mapa pré-existente de fisionomias de vegetação, b) mapa hipsométrico, baseado em curvas de nível de 5 em 5 m e c) mapa de solos, feito a partir de dados químicos e físicos do solo (amostras coletadas em 54 pontos, nas profundidades: 0-5, 5-25, 40-60 e 80-100 cm) e fotografias aéreas (1988, 1:40.000). Os mapas foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Fitofisionomia; Classificação de solos; Topografia; Mapeamento; Correlação espécie-ambiente.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062006000200013
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Topografia. Infoteca-e
MARTINS, C. da S..
bitstream/item/182308/1/633.8952-C977c-p35.pdf
Tipo: Outras publicações técnicas (INFOTECA-E) Palavras-chave: Topografia.
Ano: 1982 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1094906
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Topografia do cone medular do sauim (Saguinus midas) Ciência Rural
Martins,Danielli Martinelli; Pinheiro,Luane Lopes; Lima,Ana Rita; Pereira,Luiza Corrêa; Branco,Érika Renata.
Primata endêmico do Brasil, especificamente da floresta Amazônica, o Sauim alimentam-se de pequenos vertebrados, invertebrados, exudatos, flores, néctar, folhas e fungos, cuja morfologia é pouco conhecida. Assim, objetivou-se estabelecer parâmetros morfométricos e topográficos do cone medular dessa espécie, que sirvam de base para a prática das anestesias epidurais. Para tanto, foram avaliados quatro exemplares, provenientes da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). O Saguinus midas apresentou sete vértebras lombares e três vértebras sacrais. Após a dissecação do cone medular, registrou-se os aspectos anatômicos de interesse, enfatizando seu início (base) e seu término (ápice), que, após mensuração, revelou base em nível de L4 e ápice em S2, com...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cone medular; Sauim; Topografia; Saguinus midas.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000600023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Topografia do cone medular em gatos sem raça definida Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,P.H.C.; Silva,R.M.; Lima,E.M.M..
Estudou-se a topografia post mortem do cone medular em 30 gatos adultos sem raça definida. Procedeu-se à remoção da pele e da musculatura dorsal da coluna vertebral e expuseram-se a medula espinhal e seus envoltórios, após a secção dos arcos vertebrais. O cone medular foi evidenciado e mensurado. Avaliou-se a sua relação com as vértebras lombares (L), sacrais (S) e caudais (Cd). O cone medular variou de 3,40 a 8,00cm (média=5,08cm). A esqueletopia foi variável, pois em 24 (80%) animais o cone medular iniciou-se na vértebra L6; em quatro (13,3%), na L7; e em dois (6,7%), na L5. Em 12 (40%) animais terminou na vértebra S2; em 10 (33,3%), na S3; em cinco (16,7%), na Cd1; em dois (6,7%), na S1; e em um (3,3%) na Cd2.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gato; Cone medular; Topografia.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000500008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Unidades fitofisionômicas em mesoescala no Pantanal Norte e suas relações com a geomorfologia Biota Neotropica
Fantin-Cruz,Ibraim; Girard,Pierre; Zeilhofer,Peter; Collischonn,Walter; Cunha,Cátia Nunes da.
Este trabalho teve por objetivo caracterizar e quantificar as unidades fitofisionômicas em mesoescala e estabelecer suas relações com a intensidade e duração da inundação e com a topografia. O estudo foi realizado no Sítio de Amostragem de Longa Duração (SALD), implantado em uma área de 25 km² localizado na planície de inundação do rio Cuiabá, Pantanal de Mato Grosso. As unidades fitofisionômicas foram determinadas a partir da classificação supervisionada de imagens CBERS 2B sensor CCD. Os mapas de intensidade e duração da inundação e topografia foram gerados a partir da interpolação espacial de levantamentos planialtimétricos de campos. Foi evidenciada a existência de quatro unidades, sendo o Campo (pastagem inundável) a unidade com maior área de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Intensidade e duração da inundação; Topografia; Vegetação da planície de inundação; Sensoriamento remoto; Rio Cuiabá; Ecohidrologia.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1676-06032010000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de regressões logísticas múltiplas para mapeamento digital de solos no Planalto Médio do RS Rev. Bras. Ciênc. Solo
Figueiredo,Samuel Ribeiro; Giasson,Elvio; Tornquist,Carlos Gustavo; Nascimento,Paulo César do.
Regressões nominais logísticas estabelecem relações matemáticas entre variáveis independentes contínuas ou discretas e variáveis dependentes discretas. Essas foram avaliadas quanto ao seu potencial em predizer a ocorrência e distribuição de classes de solos na região dos municípios de Ibirubá e Quinze de Novembro (RS). A partir de modelo numérico de terreno digital (MNT) com 90 m de resolução, foram calculadas variáveis de terreno topográficas (elevação, declividade e curvatura) e hidrográficas (distância dos rios, índice de umidade topográfica, comprimento de fluxo de escoamento e índice de poder de escoamento). Foram então estabelecidas regressões logísticas múltiplas entre as classes de solos da região com base em levantamento tradicional na escala...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: SIG; Modelo numérico de terreno; Topografia; Hidrografia; Mapeameno digital de solos.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06832008000700023
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
USO do GPS no mapeamento de Áreas de Preservação Permanente: programa 04. Infoteca-e
bitstream/item/104105/1/PGM-21-SUL-USO-DO-GPS-NO-MAPEAMENTO-DE-AREAS-DE-PRESERVACAO-PERMANENTE.mp3
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Área de Preservação Ambiental; GPS; Cadastro Ambiental Rural; Satélite espacial; Manejo florestal; Agricultura; Topografia.
Ano: 2014 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/988707
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
USO do GPS no mapeamento de áreas de preservação permanente: programa 04. Infoteca-e
bitstream/item/104101/1/PGM-21-NORTE-USO-DO-GPS-NO-MAPEAMENTO-DE-AREAS-DE-PRESERVACAO-PERMANENTE.mp3
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: GPS; Àrea de Preservação Ambiental; Satélite espacial; Manejo florestal; Cadastro Ambiental Rural; Topografia; Agricultura.
Ano: 2014 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/988698
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Variáveis geomorfométricas locais e sua relação com a vegetação da região do interflúvio Madeira-Purus (AM-RO) Acta Amazonica
Bispo,Polyanna da Conceição; Valeriano,Márcio de Morisson; Kuplich,Tatiana Mora.
O presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial das variáveis geomorfométricas extraídas de dados SRTM (Shuttle Radar Topographic Mission) para identificação de tipos vegetacionais da região do interflúvio Madeira-Purus. As variáveis geomorfométricas (elevação, declividade, orientação de vertente, curvatura vertical e curvatura horizontal) foram confrontadas com o mapa de vegetação do projeto RADAMBRASIL através de análises de histogramas e análises discriminantes. Tais análises indicaram os grupos de classes vegetacionais que podem ser separados mais facilmente em contraste com outros grupos que ocorrem sob as mesmas condições topográficas. As variáveis de relevo mais importantes na distinção entre os tipos vegetacionais foram: a elevação, a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Topografia; Vegetação; Amazônia; SRTM; Interflúvio Madeira-Purus.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672009000100008
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional