Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Geoestatística e análise de agrupamento para delineamento de zonas de monitoramento da umidade em solo arenoso no Vale do Submédio São Francisco.
Autores:  OLDONI, H.
Data:  2016-03-09
Ano:  2015
Palavras-chave:  Zonas de manejo de irrigação
Geoestatística
Análise multivariada
Videira
Solo
Irrigação
Uva
Agricultura de precisão
Grapes
Vitis
Resumo:  A prática de irrigação é indispensável ao cultivo da videira no Vale do Submédio São Francisco, tornando importante a procura por práticas de agricultura de precisão que visem evitar desperdício e aumentem a eficiência no uso da água. Uma destas práticas é a divisão da área em zonas de manejo. Neste sentido, o objetivo do estudo foi gerar mapas de distribuição espacial de atributos físico-hídricos do solo e de dados de condutividade elétrica aparente do solo (CEa) monitorados durante dois ciclosde produção de um pomar irrigado de videira de mesa no Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho, em Petrolina ? PE, e por meio deles, gerar zonas de manejo por meio da análise multivariada de agrupamento fuzzy c-means (FCM); identificar os atributos físico-hídricos que exercem maior influência sobre a CEa; e identificar um possível padrão temporal da CEa. Amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0,00 ? 0,20 e 0,20 ? 0,40 m, para determinar seus atributos físico-hídricos. Um medidor portátil foi utilizado para a aquisição dos dados de CEa na profundidade de solo de 0,00 ? 0,40 m, em diferentes dias dos ciclos de produção da videira, no ano de 2012 e 2013. Os semivariogramas experimentais foram gerados para todos os conjuntos de dados referentes à profundidade de 0,00 ? 0,40 m e modelos foram ajustados a eles. Os mapas de distribuição espacial foram gerados utilizando a krigagem ordinária. As zonas de manejo dos dados interpolados de cinco diferentes combinações de variáveis foram delimitadas utilizando o algoritmo de agrupamento FCM e dois índices foram aplicados para determinar o melhor número de zonas de manejo. A análise de variância e o teste de Tukey HSD foram aplicados às médias dos dados amostrados pertencentes a cada zona de manejo gerada. Foi possível separar a área de estudo em zonas de manejo de irrigação. A divisão da área em zonas de manejo, por meio da combinação entre os atributos físico-hidriicos do solo e a CEa, possibilitou compreender melhor a influência dos atributos físico-hídricos do solo na CEa.

A prática de irrigação é indispensável ao cultivo da videira no Vale do Submédio São Francisco, tornando importante a procura por práticas de agricultura de precisão que visem evitar desperdício e aumentem a eficiência no uso da água. Uma destas práticas é a divisão da área em zonas de manejo. Neste sentido, o objetivo do estudo foi gerar mapas de distribuição espacial de atributos físico-hídricos do solo e de dados de condutividade elétrica aparente do solo (CEa) monitorados durante dois ciclosde produção de um pomar irrigado de videira de mesa no Perímetro Irrigado Senador Nilo Coelho, em Petrolina – PE, e por meio deles, gerar zonas de manejo por meio da análise multivariada de agrupamento fuzzy c-means (FCM); identificar os atributos físico-hídricos que exercem maior influência sobre a CEa; e identificar um possível padrão temporal da CEa. Amostras de solo foram coletadas na profundidade de 0,00 – 0,20 e 0,20 – 0,40 m, para determinar seus atributos físico-hídricos. Um medidor portátil foi utilizado para a aquisição dos dados de CEa na profundidade de solo de 0,00 – 0,40 m, em diferentes dias dos ciclos de produção da videira, no ano de 2012 e 2013. Os semivariogramas experimentais foram gerados para todos os conjuntos de dados referentes à profundidade de 0,00 – 0,40 m e modelos foram ajustados a eles. Os mapas de distribuição espacial foram gerados utilizando a krigagem ordinária. As zonas de manejo dos dados interpolados de cinco diferentes combinações de variáveis foram delimitadas utilizando o algoritmo de agrupamento FCM e dois índices foram aplicados para determinar o melhor número de zonas de manejo. A análise de variância e o teste de Tukey HSD foram aplicados às médias dos dados amostrados pertencentes a cada zona de manejo gerada. Foi possível separar a área de estudo em zonas de manejo de irrigação. A divisão da área em zonas de manejo, por meio da combinação entre os atributos físico-hidriicos do solo e a CEa, possibilitou compreender melhor a influência dos atributos físico-hídricos do solo na CEa.

bitstream/item/140860/1/Tese-Bassoi-Orientador-2015.pdf

Dissertação (Mestrado em Engenharia Agrícola) - Universidade Federal do Vale do São Francisco, Juazeiro, BA. Orientado por Luis Henrique Bassoi, Embrapa Semiárido,
Tipo:  Tese/dissertação (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  55535

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1040230
Editor:  2015.
Relação:  Embrapa Semiárido - Tese/dissertação (ALICE)
Formato:  69 f.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional