Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Caracterização molecular e desenvolvimento de marcadores específicos para a detecção de biótipos de mosca branca Bemisia tabaci.
Autores:  SILVA, P. R. Q. da.
Data:  2006-10-17
Ano:  2006
Palavras-chave:  Mosca branca
Bemisia tabaci
Caracterização da variabilidade genética
Análise da variabilidade genética
Marcadores moleculares
DNA
Resumo:  A mosca-branca (Bemisia tabaci) tem assumido um papel de destaque na agricultura mundial por ser uma praga de importância econômica em função das infestações causadas pelo biótipo B de B. tabaci e que já se encontra distribuído em todos os contincntes. O conhecimento da diferenciação genética de B. tabaci permitirá o desenvolvimento de estratégias para o controle da mosca-branca no Brasil. O presente estudo teve como objetivo caracterizar e analisar a variabilidade genética da mosca-branca B. tabaci. por meio de marcadores moleculares baseados em DNA. Os dados de caracterização molecular por RAPD, revelaram a extrema complexidade da espécie sugerindo uma possível separação das populações em função da planta hospedeira. Posteriormente, os dados de variância molecular revelaram que, a maior fonte de variabilidade era originária de diferenças entre as populações, do que em relação a variações dentro das populações do biótipo B desse inseto. Observou-se, ainda, que o biótipo BR, nativo do Brasil, apresentou baixa similaridade genética em relação ao biótipo B, que foi introduzido no país. Sendo assim, fragmentos de RAPD de ocorrência persistente nas populações estudadas dos biótipos B e BR, foram cIonados e seqüenciados, seguindo-se o desenvolvimento de dois conjuntos de primers, para a detecção do biótipo B e um para a detecção do biótipo BR. Esses marcadores denominados SCAR (Seqüências Caracterizadas de Regiões Amplificadas) mostraram-se sensíveis para a detecção dos biótipos em questão, sendo capazes de discriminá-Ios em testes utilizando amostras de DNA provenientes de diferentes insetos. Os resultados obtidos permitem propor um modelo para a dispersão do biótipo B em campo. Possivelmente, as fêmeas de B. tabaci biótipo B adotam um sistema multifatorial (detecção de predadores, interferência por machos dc outros biótipos, disponibilidade de recursos e competição entre populações de um mesmo biótipo) para a seleção das culturas hospedeiras. Independente do fenômeno ocorrido cm relação à cultura hospedeira selecionada pelo biótipo B de B. tabaci, os marcadores SCAR foram capazes de detectar os dois biótipos de ocorrência no Brasil. O dcscnvol vimento de marcadores específicos para cada biótipo de B. tabaci é uma etapa decisiva para o estabelecimento de estratégias baseadas em DNA para a detecção e a prevenção da entrada de novos biótipos no Brasil, minimizando os riscos provocados pela entrada de insetos exóticos no agro-ecossistema brasileiro.

bitstream/item/174891/1/Caracterizacao-molecular-e-desenvolvimento-de-marcadores-especificos-para-a-deteccao-de-biotipos-de-mosca-branca-Bemisia-tabaci..pdf

Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Brasília. Orientadora: Maria de Nazaré Klautau Guimarães Grisólia, Co-orientadora: Luzia Helena Corrêa Lima.
Tipo:  Tese/dissertação (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  27398

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/187833
Editor:  2006.
Relação:  Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia - Tese/dissertação (ALICE)
Formato:  155 f.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional