Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Diversidade de bactérias endofíticas de milho (Zea mays L.) e seleção para promoção de crescimento.
Autores:  CERIGIOLI, M. C.
Data:  2015-08-18
Ano:  2005
Palavras-chave:  Bactéria endofítica
Milho
Zea mays
Resumo:  Devido ao emprego sempre crescente da quantidade de fertilizantes nitrogenados e fosfatados necessários à produção agrícola, a alta exigência energética para a produção dos fertilizantes, e ao impacto ambiental provocado pela lixiviação destes produtos, torna-se muito importante estender o processo de fixação biológica de nitrogênio a plantas não leguminosas, bem como a utilização de fosfato inorgânico de reservas do solo, disponível através da solubilização pelas bactérias, para as plantas de forma geral. Além disso, é importante o entendimento da interação bactéria-planta na produção da auxina AIA, bem como o conhecimento da diversidade das bactérias endofíticas para sua utilização no aumento da produção agrícola, pois vários fatores interagem nesta interação. Assim, este trabalho teve como objetivos estudar a diversidade de bactérias endofíticas na cultura do milho (Zea mays), selecionar linhagens com potencial para a promoção de crescimento e testar a atividade na planta. A diversidade foi avaliada em plantas coletadas em quatro localidades do Estado de São Paulo e a identificação das bactérias foi realizada pelo método de extração dos ácidos graxos (FAME). Foi isolado um grande número de bactérias e observou-se uma diferença na diversidade em relação às diferentes localidades. O grupo Proteobacteria prevaleceu nas comunidades bacterianas endofíticas sendo a subdivisão gama (?) e a Família Enterobacteriaceae as mais freqüentes e com maior diversidade. Os gêneros mais freqüentes foram Stenotrophomonas e Bacillus. As populações endofíticas de milho isoladas das quatro localidades amostradas, apresentam características relacionadas à promoção de crescimento vegetal como, produção de AIA, capacidade de fixação de nitrogênio e de solubilização de fosfato. As diferentes condições de cultivo, os genótipos, bem como de estádios fenológicos podem ter influenciado a diversidade e diversidade fisiológica observada. As bactérias endofíticas pertencentes às espécies Klebsiella pneumoniae, Microbacterium saperdae, Stenotrophomonas maltophilia, Enterobacter cloacae, Bacillus megaterium e Pseudomonas mucidolens promoveram o aumento de peso de raiz e da parte aérea de plantas de milho, apresentando potencial para utilização.

2005

Doutorado em Ciências Biológicas (Genética e evolução), Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, UFSCar. Orientador: Itamar Soares de Melo (Embrapa Meio Ambiente).
Tipo:  Tese/dissertação (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  14381

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1022164

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/128126/1/2005TS-001.pdf
Editor:  2005
Relação:  Embrapa Meio Ambiente - Tese/dissertação (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional