Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Germinação in vitro de sementes da cultivar bragantina de pimenteira-do-reino.
Autores:  RIBEIRO, A. C. M.
LEMOS, O. F. de
PIRES, G. T.
NEVES, C. R. de O.
COSTA, T. T. A.
Data:  2019-10-24
Ano:  2019
Palavras-chave:  Pimenta do Reino
Piper Nigrum
Cultura In Vitro
Propagação Vegetativa
Germinação
Resumo:  Uma das dificuldades na produção da pimenta-do-reino é a presença de doenças no cultivo que prejudicam a produtividade. A germinação e clonagem in vitro de plantas requer protocolos eficientes de desinfestação de sementes para proporcionar germinação e desenvolvimento de plantas com qualidade para a clonagem via micropropagação. A obtenção de plântulas sadias in vitro a partir de sementes é uma forma viável de produzir plantas livres de patógenos. O trabalho teve como objetivo a obtenção de plântulas de uma cultivar de pimenteira-do-reino em condições in vitro. Foram usadas sementes da cultivar Bragantina divididas em três grupos de 35 sementes cada e inoculadas em tubos de ensaio contendo 10 mL de meio básico de cultura MS (Murashige; Skoog, 1962), vitaminas de Write, sacarose a 3%, NaH2PO4 0,17 mg L-1, Carvão ativado a 0,2% e phytagel a 0,2%, nos seguintes tratamentos: T1 composto de sais de MS completo suplementado com 0,5 mg.L-1 BAP (6-benzilaminopurina) e 0,5 mg.L-1 ANA (ácido naftalenoacético); T2 ½ MS (metade da concentração dos macro e micronutrientes) suplementado com 0,5 mg.L-1 BAP e 0,2 mg.L-1 ANA; e T3 composto de ½ MS sem BAP e ANA. O pH do meio de cultura foi ajustado para 5,8, e a autoclavagem foi a 120 ºC e 1 atm por 20 minutos. As avaliações foram quanto a formação e a não formação de plântulas durante o processo de germinação das sementes. Para a obtenção de plântulas provenientes de sementes da cultivar Bragantina de pimenteira-do-reino, deve ser utilizado o meio de cultura básico com ½ MS ou MS completo, 0,17 g.L-1 de NaH2PO4, carvão ativado 02% e suplementado com BAP e ANA 0,5 mg.L-1.

bitstream/item/203606/1/PIBIC-2019-242-247.pdf
Tipo:  Artigo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  55985

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1113440
Editor:  In: SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL, 23., 2019, Belém, PA. Anais. Belém, PA: Embrapa Amazônia Oriental, 2019.
Relação:  Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Formato:  p. 241-246.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional