Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Aplicação de boro em feijoeiro e aspectos microbiológicos do solo.
Autores:  COSTA, L. F. dos S.
CUNHA, A. H. N.
FERREIRA, E. de M.
BRASIL, E. P. F.
FERREIRA, E. P. de B.
Data:  2015-02-24
Ano:  2014
Palavras-chave:  Feijão
Phaseolus vulgaris
Boro
Fertilidade do solo
Nutrição vegetal
Resumo:  O feijoeiro é exigente em nutrientes em decorrência do seu sistema radicular reduzido e pouco profundo. O boro é um elemento essencial para o desenvolvimento participando de várias reações biológicas e sua ausência pode provocar grandes perdas de produtividade. Desta forma, o objetivo do trabalho foi verificar o efeito da aplicação de diferentes doses de boro, via foliar, em três estádios fenológicos de desenvolvimento do feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.) e também as características microbiológicas do solo de acordo com essas dosagens. O trabalho foi realizado entre outubro/2013 e janeiro/2014, na Unidade Universitária de Ciências Exatas e Tecnológicas, em Anápolis, Goiás. O boro foi aplicado via foliar, em três estádios fenológicos do feijão: V2 (7 dias após a emergência - DAE), R5 (42 DAE) e R7 (63 DAE). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com doses: 0, 100, 200, 300 e 400 g ha-1 de boro; com 3 repetições, cada tratamento com 1 vaso com 2 plantas cada (total 15 vasos e 30 plantas). Foram coletadas nos estádios V2 e R7 para os tratamentos T1, T3 e T5 amostras de solo na camada de 0-0,10 m para a realização de análises microbiológicas de nitrogênio e carbono da biomassa microbiana, atividade enzimática total e respiração basal do solo. Após a colheita foram analisados medida de crescimento das plantas (Comp); volume das raízes (Vol); nº de grãos/vagens (ngrão); nº de vagens/planta (nvagem); massa fresca e massa seca da planta e produtividade. Os dados obtidos no trabalho foram submetidos à análise de variância através do teste F e teste de comparação de médias (Tukey) ao nível de significância de 5%. Não houve diferença significativa entre os valores de: Comp, nvagem, ngrão, para as análises microbiológicas do estádio R7 e no estádio V2 para respiração basal do solo. Para a produtividade houve diferenças significativas entre os tratamentos. A produção na dosagem de 300 g ha-1 de boro foi a maior com valor médio de 2.857,60 kg ha-1.

2014
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  1981-4089

33189

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1009562

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/118537/1/epf.pdf
Editor:  Revista Mirante, Anápolis, v. 7, n. 2, p. 157-167, dez. 2014.
Relação:  Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional