Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Anatomia foliar das espécies brasileiras de Mikania Willdenow seção Globosae Robinson: visão farmacognóstica.
Autores:  OLIVEIRA, F. de
SAITO, M. L.
GARCIA, L. de O.
Data:  1994-04-01
Ano:  1992
Palavras-chave:  Mikania hirsutissima
Mikania glomerata
Globasae
Mikania confertissima
Mikania laevigata
Mikania congesta
Mikania microlepsis
Mikania hookeriana
Mikania smilacina
Espécie
Folha
Anatomia
Farmacognóstica
Diagnose
Guaco
Planta medicinal
Resumo:  O gênero Mikania Willdenow, criado em 1803, possui atualmente cerca de 300 espécies das quais 152 ocorrem no Brasil. São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro correspondem ao maior centro de dispersão. A maioria das espécies deste gênero possui emprego na medicina popular merecendo destaque as conhecidas pelo nome de guaco. Mikania hirsutissima DC e M. glomerata Sprengel constam da farmacopéia brasileira. Dentre as Mikanias Willdenow conhecidas por guaco merecem atenção as pertencentes a secção Globasae Robinson pelos usos que possuem na medicina popular e oficial. Este trabalho objetiva caracterizar microscopicamente as espécies brasileiras do gênero Mikania Willdenow Secção Globasae Robinson fornecendo subsídios a diagnose das drogas obtidas. Desenhos acompanham as descrições microscópicas e a chave artificial para a separação das espécies. A presença ou ausência nas folhas de camada celular aclorofilada subepidérmica separa as espécies da seção em 2 grupos de 4 espécies: 1) com característica: Mikania confertissima; M. laevigata; M. glomerata e M. hatschbachii; 2) sem característica: Mikania congesta; M. microlepsis; M. hookeriana; M. smilacina. Constitui características importantes na separação das espécies: número de camadas celulares do parênquima policádico; presença de braquiescléritos nas regiões parenquimática adjacente a feixes vasculares mais calibrosos; espessamento de paredes de células epidérmicas; presença de cutícula estriada; tipos de tricomas e de estomatos.

1992
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  2288

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/11653

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/148494/1/1992SP008-Saito-Anatomia-2288.PDF
Editor:  In: SIMPÓSIO DE PLANTAS MEDICINAIS DO BRASIL, 12., 1992, Curitiba. Anais... [S.l.]: Universidade Federal do Paraná, 1992. Não paginado.
Relação:  Embrapa Meio Ambiente - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional