Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Período para condução do teste de germinação em sementes de amendoim forrageiro (Arachis pintoi).
Autores:  ASSIS, G. M. L. de
SILVA, R. A.
AZEVEDO, H. N.
Data:  2013-11-18
Ano:  2013
Palavras-chave:  Arachis pintoi
Amendoim forrageiro
Leguminosa forrageira
Sementes
Dormência
Resumo:  Apesar de haver cultivares registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, ainda não constam nas Regras para Análise de Sementes as instruções para o teste de germinação em A. pintoi. Este trabalho teve como objetivo avaliar curvas de germinação de sementes de A. pintoi cv. BRS Mandobi, com o intuito de subsidiar a recomendação do número de dias necessários para o teste de germinação desta espécie. Foram realizadas contagens diárias do número de sementes (com a vagem) germinadas, até os 28 dias após a semeadura, em sementes imersas anteriormente em solução de etefom a 0,3% por 16 horas. Os testes de germinação ocorreram aos 0, 2, 4, 6, 8, 10 e 12 meses após a colheita, sendo realizadas quatro repetições de 50 sementes cada. O início da germinação ocorreu, em média, em 5,4 ± 0,8 dias. O período para verificação da última germinação foi de 24,4 ± 3,3 dias, com mínimo de 20 e máximo de 27 dias. O tempo médio de germinação foi de 9,4 ± 0,8 dias. A porcentagem final de germinação foi de 67,0 ± 17,5%, com mínimo de 31,5% (logo após a colheita) e máximo de 81,0% (8 e 10 meses após a colheita). Apesar de ocorrer germinação de novas sementes até 27 dias após o início do teste, verificou-se pelas curvas de germinação, que o incremento após os 21 dias foi baixo, com média de 1,8 ± 1,7%, com mínimo de 0,0% e máximo de 4,4%. Por outro lado, o incremento na germinação entre os 14 e 21 dias foi de 8,0 ± 7,8%, com mínimo de 2,6% e chegando ao valor máximo de 22,8%. Em todas as avaliações foram encontradas sementes dormentes entre as não germinadas, variando de 50,0% (logo após a colheita) até 6,0% (aos 12 meses). Essas sementes não responderam ao tratamento com etefom, indicando a necessidade de se aprimorar o método para superação da dormência, principalmente logo após a colheita. Conclui-se que os testes para germinação de sementes de amendoim forrageiro devem ser realizados por um período de 21 dias, sendo a primeira contagem realizada aos nove dias.

2013

Edição especial do XVIII Congresso Brasileiro de Sementes.
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  24756

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/971399

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/92922/1/24756.PDF
Editor:  Informativo Abrates, Londrina, v. 23, n. 2, ago. 2013.
Relação:  Embrapa Acre - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Formato:  1 CD-ROM.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional