Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Caracterização morfológica de exemplares de equinos da raça quarto de milha utilizadas no laço comprido.
Autores:  REZENDE, M. P. G. de.
ABREU, U. G. P. de
RAMIRES, G. G.
Data:  2013-12-12
Ano:  2013
Palavras-chave:  Conformação
Eqqus Caballus
Esporte equestre
Fenótipo
Conformation
Equestrian sport
Phenotype
Resumo:  Objetivou-se realizar a caracterização morfológica de exemplares de equinos da raça Quarto de Milha utilizados no Laço Comprido. Foram amostrados 69 equinos (54 fêmeas e 15 machos) com idade adulta, utilizados em provas realizadas em Miranda e São José do Camisão - Aquidauana, sub-regiões do Pantanal do MS. Com auxílio de fita métrica, mensuraram-se: perímetros: torácico, canela, joelho e antebraço; largura: peito, garupa, cabeça e ísquio; tamanho: orelha; alturas: cernelha, codilho ao solo, garupa, joelho e dorso lombar; comprimentos: quartela torácica, perna, canela pélvica, canela torácica, garupa, pescoço, cabeça, corporal, espádua, dorso e antebraço; longitude: rosto; distâncias: escápula boleto e tórax abdômen. Com base nas medidas, estimaram-se os índices de conformação: relação cernelha garupa, corporal, dáctilo torácico, peso e carga na canela. O estudo da variação das pelagens baseou-se a partir da simples contagem das ocorrências do fenômeno, entre os eqüinos. Analisou-se possível efeito do dimorfismo sexual sobre as características morfométricas e conformação. Para interpretação das pelagens, a análise estatística foi realizada em função da distribuição de freqüências. Não houve diferenças significativas (P<0,05) em nenhuma das características entre machos e fêmeas. Os eqüinos foram classificados como cavalos de médio porte, aptidões intermediárias para força e velocidade, com bom equilíbrio entre os membros locomotores, aptidões intermediárias para uso em sela ou tração e com boa capacidade dos membros locomotores deslocarem toda a massa corporal. Observou maior predominância da pelagem alazã (52,17%), seguida da castanha (18,84%) e baia (8,69%), ao passo que as pelagens lobuna (1,44%), zaina (4,34%) obtiveram menor representabilidade.

2013
Tipo:  Artigo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  58947

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/973584

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/93877/1/RE23.pdf
Editor:  In: SIMPÓSIO SOBRE RECURSOS NATURAIS E SOCIOECONÔMICOS DO PANTANAL, 6.; EVENTO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO PANTANAL, 1., 2013, Corumbá, MS. Desafios e soluções para o Pantanal: resumos. Corumbá: Embrapa Pantanal, 2013.
Relação:  Embrapa Pantanal - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional