Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Eficiencia de fungicidas no controle de doenças foliares do milho.
Autores:  PINTO, N.F.J. de A.
Data:  1998-03-04
Ano:  1997
Palavras-chave:  Milho
Doenca foliar
Controle quimico
Zea mays
Exserohilum turcicum
Helminthosporium turcicum
Puccinia sorghi
Phyllosticta
Phaeosphaeria maydis
Maize
Disease
Chemical control
Fungicide
Resumo:  Estudou-se o controle de Exserohilum turcicum (Helminthosporium turcicum), Puccinia sorghi e Phaeosphaeria maydis (Phyllosticta sp.) por meio de aplicacoes de fungicidas, visando atender principalmente os campos de producao de sementes de milho e de materia geneticos. Os fungicidas foram aplicados em plantas de milho pipoca das cultivares Colorado Pop 01, Pipoca CMS 43 e Pirapoca Branca, empregando-se pulverizador costal manual, com inicio aos 48 dias apos a semeadura, num total de 6 pulverizacoes a intervalos de 10 dias. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 18 tratamentos em 4 repeticoes. Cada parcela foi constituida de 4 fileiras de 7 m de comprimento, 1,0 m entre as fileiras, com 5 plantas/metro linear. Foram utilizados os seguintes tratamentos em doses expressas em kg.i.a./ha:tebuconazole(0,15),tebuconazole(0,20),tubeconazole+impress(0,187+0,05%,tebuconazole + impress(0,250 + 0,05%), mancozeb (2,40) e testemunha sem fungicida. A avaliacao sintomatologica foi realizada aos 110 dias apos a semeadura (maturacao fisiologica), com base em uma escala de notas variando de 0 a 5 (0=ausencia de lesoes oupustulas foliares; 1+lesoes esparsas; 2= lesoes em 50% das folhas, com 25% de severidade; 3= lesoes em 75% das folhas, com 50% de severidade. 4= lesoes em 100% das folhas, com 75% de severidade; e 5= lesoes em 100% das folhas, com seca das plantas). Para o controle de Exserohilum turcicum (Helminthosporium turcicum) e Puccinia sorghi os tratamentos com tebuconazole foram altamente eficientes (nota=0), independente da formulacao e da dose utilizada. Contudo, o fungicida mancozeb mostrou menor eficiencia (nota = 2), tendo sido apenas moderadamente superior a testemunha (nota = 3). Para o controle de Phaeosphaeria maydis (Phyllosticta sp.) apenas o fungicida mancozeb foi eficiente (nota = 0). E oportuno ressaltar que este fungicidas nao foram fitotoxicos. Os resultados apresentado permitiram concluir que o fungicida tebuconazole foi eficiente nos controles de Exserohilum turcicum (Helminthosporium turcicum) e de Puccinia sorghi em milho; enquanto que o mancozeb foi eficiente no controle de Phaeosphaeria maydis (Phyllosticta sp.).

1997
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  7454

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/478816

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/66398/1/Eficiencia-fungicidas-1.pdf
Editor:  Summa Phytopathologica, Piracicaba, v. 23, n. 3/4, p. 271-274, 1997.
Relação:  Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional