Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Etnobotânica e divergência genética de variedades de mandioca, Poconé, Mato Grosso.
Autores:  HOOGERHEIDE, E. S. S.
OLER, J. L. R.
POSSO-TERRANOVA, A.
Data:  2018-02-09
Ano:  2017
Palavras-chave:  Microssatélites
Conhecimento tradicional
Pocone
Mato grosso
Conservação
Mandioca
Resumo:  A região denominada Baixada Cuiabana fica ao norte do Pantanal Mato-Grossense. É uma das poucas regiões do Mato Grosso que preserva as antigas características de comunidades de agricultores de subsistência que mantêm expressiva diversidade de mandioca (Manihot esculenta Crantz) e outros cultivos, visto a região ser centro de diversidade do gênero. Este estudo teve por objetivo caracterizar a diversidade genética de mandiocas mediante o conhecimento etnobotânico das variedades e marcadores microssatélites para compreender a dinâmica de conservação e manejo do acervo usado pelos agricultores da Comunidade São Benedito, Poconé, Mato Grosso. O presente trabalho foi autorizado pelo Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (processo n. 02000.003025/2013-13-MMA deliberado em 28 de abril de 2015 e publicado no D.O.U em 13 de julho de 2015). Para o inventário etnobotânico foram aplicadas entrevistas semiestruturadas em 10 unidades domésticas para obter informações sobre as mandiocas cultivadas. Das 11 variedades locais cultivadas foi realizada análise por microssatélites (12 locus). Apesar da baixa diversidade etnobotânica encontrada (H?=2,05), foi encontrada alta heterozigosidade observada (Ho = 0,92) e diversidade gênica (He = 0,75). Os agricultores que sobrevivem basicamente do cultivo da mandioca e produção de farinha para comercialização, direcionam suas escolhas de variedades para as mais produtivas e menos suscetíveis ao ataque de pragas. A variedade brava foi a mais frequente (80% das roças) e é apontada como a mais rentável para a produção de farinha, sendo uma importante fonte de recurso genético para programas de melhoramento. Através da análise de rede pode-se observar que a rede de circulação de propágulos e informações ocorre entre os moradores e também com outras comunidades da região, importantes fontes de novas variedades. Dois agricultores foram identificados como os mais atuantes nas trocas. De acordo com o agrupamento e análise de coordenadas principais feitos utilizando os dados genéticos, as variedades introduzidas mais recentemente separam-se das introduzidas há mais tempo. As variedades apontadas como com alto teor de ácido cianídrico pelos agricultores também ficaram agrupadas. Notou-se que as variedades locais apresentam genes úteis para características importantes como, resistência a estresses bióticos e abióticos.

bitstream/item/172443/1/2017-cpamt-eulalia-hoogerheide-etnobotanica-genetica-variedade-mandioca-pocone-mt.pdf

Edição Especial dos Anais do 3 Simpósio da Rede de Recursos Genéticos Vegetais do Nordeste, Aracaju, out. 2017.
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  991

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1087538
Editor:  Revista RG News, Brasília, DF, v. 3, n. 2, p. 23, 2017.
Relação:  Embrapa Agrossilvipastoril - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional