Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Produção de proteínas recombinantes para avaliação de resposta celular contra Mycobacterium bovis.
Autores:  FARIAS, T. A.
ARAUJO, F. R.
RAMOS, C. A. N.
SOUZA, I. I. F.
RUSSI, L. S.
LUIZ, H. L.
BACANELLI, G.
ROSINHA, G. M. S.
SOARES, C. O.
ELISEI, C.
OSÓRIO, A. L. A. R.
JORGE, K. S. G.
SANTOS, L. R
Data:  2011-02-14
Ano:  2009
Palavras-chave:  Sanidade animal
Tuberculose bovina
Mycobacterium bovis
Resumo:  Tuberculose bovina é uma enfermidade infecciosa, causada pela bactéria Mycobacterium bovis. Esta enfermidade tem acometido rebanhos de vários países, inclusive do Brasil, causando problemas econômicos e de saúde pública. Animais infectados com M. bovis, primariamente, apresentam resposta imune celular e, devido a isso, o teste intradérmico com PPD (Purified Protein Derivative) é amplamente utilizado nos programas de controle da doença. Entretanto, a tuberculinização possui algumas desvantagens, como a detecção de reações cruzadas e necessidade de imobilização dos animais em dois momentos distintos. Além disso, bovinos submetidos à intradermorreação tornam-se temporariamente anérgicos, e em casos de reações inconclusivas, não podem ser re-testados por pelo menos 60 dias. Uma forma de minimizar esses problemas é o desenvolvimento de testes de diagnósticos in vitro, nos quais a capacidade de antígenos estimularem a liberação de citocinas é mensurada. O objetivo deste trabalho foi produzir as proteínas PE5 e ESAT-6 de M. bovis em sistema heterólogo de expressão para posterior avaliação da indução de resposta celular de bovinos. Os genes pe5 e esat-6 foram amplificados por PCR (Polymerase Chain Reaction), clonados em plasmídeo pGEM-T Easy e subclonados em plasmídeo pRSet-C. A expressão dos genes foi verificada por eletroforese em gel de SDS-poliacrilamida, bem como por Western blot com anticorpo monoclonal anti-histidina. Foi possível observar proteínas de 15 e 16 kDa, que correspondem, respectivamente, às massas moleculares estimadas das proteínas recombinantes PE5 e ESAT-6 fusionadas a cauda de histidina. No Western blot, as proteínas recombinantes foram reconhecidas pelo anticorpo monoclonal. ESAT-6 é um dos antígenos de M. bovis mais bem documentados, demonstrando sensibilidade de moderada a alta em diversos testes de diagnóstico e a proteína PE-5 demonstrou anteriormente alta especificidade. Portanto, a utilização destas proteínas, individualmente ou em conjunto, poderá incrementar o diagnóstico da tuberculose bovina em testes de tuberculinização intradérmica e de dosagem de interferon-γ.

2009
Tipo:  Resumo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  13719

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/877016

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/27148/1/PRODUCAO-DE-PROTEINAS-RECOMBINANTES-PARA-AVALIACAO-DE-RESPOSTA.pdf
Editor:  In: JORNADA CIENTÍFICA DA EMBRAPA GADO DE CORTE,5., 2009, Campo Grande, MS. [Anais da ...]. Campo Grande, MS: Embrapa Gado de Corte, 2009.
Relação:  Embrapa Gado de Corte - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Formato:  1 p
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional