Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Qualidade biológica do solo após adição de pó de balão e cultivo do milho: I - População e atividade de microrganismos.
Autores:  MAGALHÃES, B. G.
MARRIEL, I. E.
OLIVEIRA, C. A. de
CALDEIRA, D. C. D.
TEIXEIRA, J. de M. A.
Data:  2011-08-31
Ano:  2011
Palavras-chave:  Bioindicador
Charcok
Solo
Resumo:  O pó de balão ou charcok, resíduo da indústria siderúrgica não integrada a carvão vegetal enquadrado na Classe I e considerado perigoso, tem sido recomendado na cultura de eucalipto, na dosagem de 50 t ha-1. Nesse trabalho, procurou-se analisar os impactos da aplicação deste resíduo sobre a qualidade do solo cultivado com milho, medidos através da densidade populacional de fungos, bactérias e actinomicetos e hidrólise do diacetato de fluoresceína (FDA). Foram avaliados seis tratamentos constituídos de doses de pó de balão equivalentes a 0, 25, 50, 75, 100 t ha-1, na presença de adubação e de 50 t ha-1 de pó de balão, na ausência de adubação, distribuídos em delineamento de blocos casualizados, em três repetições. As amostras de solo foram coletadas após a colheita das plantas de milho, efetuada aos 60 dias de idade. Os resultados obtidos demonstraram que não houve diferença significativa na composição qualitativa e quantitativa e atividade dos microrganismos, independente das dosagens de pó de balão utilizadas. Concluiu-se que a aplicação de pó de balão não afetou a qualidade biológica do solo através dos bioindicadores utilizados, mesmo na dosagem 100 t ha-1, equivalente ao dobro da recomendada.

2011
Tipo:  Artigo em anais de congresso (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  23887

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/899305

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/40911/1/Qualidade-biologica-1.PDF
Editor:  In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33., 2011, Uberlândia. Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas. Uberlândia: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2011.
Relação:  Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional