Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Photocatalytic degradation of an organophosphorus pesticide from agricultural waste by immobilized TiO2 under solar radiation.
Autores:  ASSALIN, M. R.
FERRACINI, V. L.
QUEIROZ, S. C. do N. de
JONSSON, C. M.
CLEMENTE, Z.
SILVA, S. R. C. M. da
Data:  2017-01-23
Ano:  2016
Palavras-chave:  Methyl parathion
Solar photocatalysis
Fotocatálise solar
Metil paration
Efluentes agrícolas
Espectrometria
Inseticida
Toxidez
Artemia salina
Cromatografia
Pesticide degradation
Parathion-methyl
Photocatalysis
Toxicity
Resumo:  Abstract: This paper describes solar heterogeneous photocatalysis using immobilized TiO2 applied in the treatment of agricultural waste resulting from the application of commercial formulations of methyl parathion. The disappearance of the insecticide, as well as the formation of its metabolite, was monitored by high-performance liquid chromatography-tandem mass spectrometry (LC-MS/MS), while mineralization efficiency was monitored by measurements of total organic carbon (TOC). Toxicity studies were performed using the microcrustacean Artemia salina . The TOC removal efficiency by photocatalytic process was 48.5%. After 45 minutes of treatment, the removal efficiency of methyl parathion was 90%, being completely mineralized at the end of treatment. The formation and removal of the metabolite methyl paraoxon was observed during the photocatalytic process. The photocatalytic treatment resulted in increased microcrustacean mobility, indicating a reduction of acute toxicity. Resumo: Neste trabalho, fotocatálise heterogênea solar utilizando TiO 2 imobilizado foi aplicada no tratamento de efluentes agrícolas decorrentes da aplicação de formulações comercias de metil paration. O desaparecimento do inseticida, bem como a formação de seu metabólito foram monitorados por meio de cromatografia líquída de alta eficiência acoplada ao espectrômetro de massas (LC-MS/MS), enquanto a eficiência de mineralização foi monitorada por medidas de carbono orgânico total (COT). Estudos de toxicidade foram realizados utilizando o microcrustáceo Artemia salina. A eficiência de remoção de COT pelo processo fotocatalítico foi de 48,5%. Após 45 minutos de tratamento, a eficiência de remoção do metil paration foi de 90%, sendo completamente mineralizado ao final do tratamento. Durante o process fotocatalítico foi observada a formação e remoção do metabólito metil paraoxon. O tratamento fotocatalítico resultou num aumento da mobilidade do microcrustáceo, indicando diminuição da toxicidade aguda.

2016
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Inglês
Identificador:  15222

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1061482

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/153766/1/2016AP20.pdf

http://dx.doi.org/10.4136/ambi-agua.1824
Editor:  Revista Ambiente & Água, Taubaté, v. 1, n. 4, p. 778-787, 2016.
Relação:  Embrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional