Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Productivity and nutritional value of tropical grasses in monoculture and intercropping with interseason corn.
Autores:  KICHEL, A. N.
SOUZA, L. C. F. de
ALMEIDA, R. G. de
COSTA, J. A. A. da
Data:  2018-11-12
Ano:  2018
Palavras-chave:  Capim Piatã
Capim Xaraés
Capim Marandu
Capim Mombaça
Integração lavoura-pecuária
Milho segunda safra
Integrated crop-livestock
Sistema integrado de produção agropecuária
Off-season corn
Gramínea Forrageira
Brachiaria Brizantha
Panicum Maximum
Valor Nutritivo
Rendimento
Forragem
Forage grasses
Nutritive value
Intercropping
Yields
Tropical grasslands
Tropical pastures
Brazil
Resumo:  Abstract: This study aimed to assess productivity and nutritional value of the tropical grasses Brachiaria brizantha cv. Piatã, Xaraés, and Marandu, Panicum maximum cv. Mombaça, and B. ruziziensis cv. Kennedy in the interseason of an integrated crop-livestock (ICL) system since alternatives are needed for forage production for animal grazing in Autumn and Winter. The experimental design was a randomized block design in a split-split plot scheme with four replications. The treatments of plots consisted of five grasses, subplots consisted of three cropping systems (monoculture, intercropping with corn and unsuppressed grass, and intercropped with corn and suppressed grass), and sub-subplots consisted of four cutting intervals of grasses (50, 90, 125, and 195 days after emergence - DAE). The experiment was carried out from February to September 2014. Dry matter (DM) productivity, obtained at 195 DAE for the three cropping systems (monoculture grass, unsuppressed and suppressed grass in intercropping), were 18.45, 7.15, and 3.05 t ha?1, respectively, and average crude protein contents of leaf blades of grasses decreased linearly between the cutting intervals of 50 to 195 DAE from 19.95 to 9.70%, respectively. Under integrated systems, the studied grasses showed better yields and nutritional quality when compared to traditional grazing systems. Panicum maximum cv. Mombaça and Brachiaria brizantha cv. Xaraés and Piatã had the highest leaf and crude protein yields when compared to Brachiaria ruziziensis cv. Kennedy and Brachiaria brizantha cv. Marandu. In terms of nutritional value, Brachiaria ruziziensis cv. Kennedy was superior to Mombaça and Xaraés grasses but had lower total dry matter yield. Finally, Xaraés, Piatã and Mombaça grasses are recommended choices ICL systems when fodder grass production is the goal. [Produtividade e valor nutritivo de gramíneas tropicais em monocultivo e em consórcio com milho na segunda safra]. Resumo: Objetivou-se com este estudo avaliar a produtividade e o valor nutritivo das gramíneas forrageiras tropicais: Brachiaria brizantha cvs. Piatã, Xaraés e Marandu, Panicum maximum cv. Mombaça e B. ruziziensis cv. Kennedy, em sistema de integração lavoura-pecuária (ILP), na segunda safra, buscando novas alternativas de produção de forragem para alimentação animal no outono-inverno. Utilizouse delineamento experimental de blocos ao acaso em esquema de parcelas subsubdivididas, com quatro repetições. Os tratamentos das parcelas corresponderam às cinco forrageiras, às subparcelas corrresponderam a três sistemas de cultivo (monocultivo, consórcio com milho sem supressão e consórcio com milho com supressão), e às sub-subparcelas, quatro intervalos de corte das forrageiras (50, 90, 125 e 195 dias após a emergência, DAE). O experimento foi conduzido no período de fevereiro a setembro de 2014. As produtividades de matéria seca, obtidas aos 195 DAE, referentes aos três sistemas de cultivo (monocultivo, consórcio sem supressão e com supressão), foram de 18,45; 7,15 e 3,05 t ha-1, respectivamente, e os teores de proteína bruta da lâmina foliar das forrageiras decresceram linearmente entre os intervalos de corte, de 50 a 195 DAE, de 19,95 % para 9,70%. O cultivo de forrageiras tropicais em sistemas integrados na segunda safra produz forragem de alta qualidade e quantidade para o outonoinverno. As gramíneas tropicais Panicum maximum cv. Mombaça e Brachiaria brizantha cvs. Xaraés e Piatã apresentaram maior produtividade de folhas e proteína bruta, em comparação às demais forrageiras em estudo. Em termos de valor nutritivo, Brachiaria ruziziensis cv. Kennedy foi superior aos capins Mombaça e Xaraés, porém apresentou menores produtividades de matéria seca total, folha e proteína bruta. De maneira geral, os capins Xaraés, Piatã e Mombaça são os mais indicados para o cultivo na segunda safra em sistema de ILP visando a produção de forragem para alimentação animal.

bitstream/item/185831/1/CNPC-2018-Productivity.pdf
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Inglês
Identificador:  38361

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1099186

10.5433/1679-0359.2018v39n6p2517
Editor:  Semina: Ciências Agrárias, v. 39, n. 6, p. 2517-2530, nov./dez. 2018.
Relação:  Embrapa Caprinos e Ovinos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional