Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Prediction model for phenology of grapevine cultivars with hot water treatment.
Autores:  LERIN, S.
GROHS, D. S.
ALMANÇA, M. A. K.
BOTTON, M.
MELLO-FARIAS, P.
FACHINELLO, J. C.
Data:  2017-12-05
Ano:  2017
Palavras-chave:  Cultural treatments
Vegetative development
Trato cultural
Doença de tronco da videira
Produção de muda
Desenvolvimento vegetativo
Fruticultura
Vitis
Fruit growing
Seedling production
Resumo:  The objective of this work was to prepare a prediction model for the phenology of grapevine cultivars (Bordô, Cabernet Sauvignon, Moscato Embrapa, Paulsen 1103, SO4, and IAC 572) using hot water treatment. The heat treatment with hot water consisted of combinations of three temperatures (50, 53, and 55°C) and three time periods (30, 45, and 60 min), with or without previous hydration for 30 min. After the treatments, the cuttings were planted in the field and their phenological development was evaluated during two months. The six studied cultivars presented different responses to the effects of the factors temperature and time, but did not differ significantly regarding hydration. It was possible to develop a mathematical model for the use of hot water treatment in grapevine cuttings, based on phenological development (yphenology = 48.268 - 0.811x1 - 0.058x2) and validated by the variables sprouting and root emission. From the developed model, it is recommended that the hot water treatment be applied in the temperature range between 48 and 51°C for cuttings of all cultivars. Resumo: O objetivo deste trabalho foi elaborar um modelo de previsão da fenologia de cultivares de videira (Bordô, Cabernet Sauvignon, Moscato Embrapa, Paulsen 1103, SO4 e IAC 572) com uso de tratamento de água quente. O tratamento térmico com água quente consistiu de combinações de três temperaturas (50, 53 e 55°C) com três intervalos de tempo (30, 45 e 60 min), com ou sem hidratação prévia por 30 min. Após os tratamentos, as estacas foram plantadas a campo e seu desenvolvimento fenológico foi avaliado por dois meses. As seis cultivares estudadas apresentaram respostas distintas quanto à influência dos fatores temperatura e tempo, mas não diferiram significativamente quanto à hidratação. Foi possível desenvolver um modelo matemático para uso do tratamento de água quente em estacas de videira, baseado no desenvolvimento fenológico (yfenologia= 48,268 - 0,811x1 - 0,058x2) e validado com as variáveis brotação e emissão de raízes. Recomenda-se, a partir do modelo desenvolvido, que o tratamento de água quente seja aplicado na faixa de temperatura entre 48 e 51°C para estacas de todas as cultivares.

bitstream/item/168165/1/24895-124746-1-PB-1.pdf

Título em português: Modelo de previsão para fenologia de cultivares de videira com tratamento de água quente.
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Inglês
Identificador:  17483

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1081494
Editor:  Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, DF, v. 52, n. 10, p. 887-895, out. 2017.
Relação:  Embrapa Uva e Vinho - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional