Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Resistência à verminose e suplementação proteica no periparto: efeito no parasitismo e no desempenho reprodutivo de ovelhas do grupamento racial pantaneiro.
Autores:  FERNANDES, L. H.
CATTO, J. B.
REIS, F. A.
FEIJO, G. L. D.
GUIMARAES, N. G. P.
COSTA, J. A. A. da
Data:  2017-12-13
Ano:  2017
Palavras-chave:  Pantaneiro sheep
Productivity indexes
Índice produtivo
Nematódeo gastrintestinal
Ovinos pantaneiros
Ganho de peso
Ovino
Gastrointestinal nematodes
Weight gain
Resumo:  Os objetivos do trabalho foram avaliar o efeito do grau de resistência à verminose e da suplementação proteica nos índices reprodutivos e no parasitismo em ovelhas do grupamento racial Pantaneiro. As ovelhas foram classificadas pelo número de ovos de nematodas por grama de fezes (OPG) como resistentes (RR), sensíveis (SS) e intermediárias (RS), e submetidas (SUPL) ou não (NSUPL) à suplementação durante o terço final da gestação e na lactação. Em dois ciclos reprodutivos, a cada 28 dias, as ovelhas foram pesadas e tratadas com anti-helmínticos quando o OPG apresentava-se ? 4000. O peso das ovelhas não foi influenciado pelo grau de resistência aos nematódeos e a suplementação teve efeito no peso somente no período em que foi ofertada. As taxas de natalidade e de desmame não foram influenciadas pelo grau de resistência e pela suplementação. A taxa de mortalidade de crias foi menor no grupo SUPL. A taxa de mortalidade de ovelhas foi três vezes mais elevada no grupo SS em relação ao grupo RR e o peso das crias foi menor no grupo SS em relação aos grupos RR e RS. Os três grupos mostraram picos no OPG durante o terço final da gestação, mas as médias foram sempre menores no grupo RR que, no geral, necessitaram 2,5 vezes menos tratamentos anti-helmínticos que as SS. A suplementação não apresentou correlação com o OPG e com o número de tratamentos anti-helmínticos. A classificação de ovelhas pelo OPG em resistentes aos nematodas proporcionou menor número de tratamentos anti-helmínticos, menor taxa de mortalidade de ovelhas e peso maior das crias ao nascimento.

bitstream/item/168830/1/Resistencia-a-verminose-e-suplementacao-proteica-no-periparto.pdf

Título em inglês: Worm resistance and protein supplementation in peripartum: effect on parasitism and reproductive performance of sheep from pantaneiro breed group.
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  16991

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1082343
Editor:  Ciência Animal Brasileira, Goiânia, v. 18, p. 1-12, 2017.
Relação:  Embrapa Gado de Corte - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional