Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Influencia de epocas de colheita sobre cultivares de batata-doce em condicoes de sequeiro.
Autores:  RESENDE, G. M. de
Data:  2001-08-09
Ano:  2000
Palavras-chave:  Batata-doce
Produtividade
Raiz
Classificacao
Peso medio
Ipomoea batatas
Sweet potato
Yielding
Root classification
Mean root weight
Batata doce
Sweet potato
Resumo:  Com o objetivo de avaliar cultivares de batata-doce mais produtivas e melhores epocas de colheita, conduziu-se um experimento no Campo Expe- rimental do Gorutuba em Porteirinha-MG, de novembro de 1990 a junho de 1991 em condicoes de sequeiro. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso no esquema fatorial 5x2, compreendendo cinco cultivares (Brazlandia Branca, Brazlandia Rosada, Brazlandia Roxa, Princesa e Paulistinha) e duas epocas de colheita (150 e 200 dias apos plantio), com quatro repeticoes. Para a colheita aos 150 dias apos plantio, destacou-se a cultivar Paulistinha com maior produtividade (18,28 t/ha), seguida da cultivar Brazlandia 'Branca, que nao mostrou diferenca estatistica significativa; sendo o pior desempenho apresentado pela cultivar Brazlandia Roxa (8,69 t/ha). Sendo colhida aos 200 dias apos o plantio, tambem sobressaiu-se a cultivar Paulistinha (45,12 t/ha), sendo as menores produtividades apresentadas es de pelas cultivares Brazlandia Rosada (27,84 t/ha) e Brazlandia Roxa (26,30 t/ha), que nao mostraram diferen?as significativas entre si. Para a cultivar Brazlandia Roxa, verificou-se a maior producao de refugos (6,81 e 11,38 t/ha, respectivamente, para a colheita aos 150 e 50 no 200 dias apos plantio). Para peso medio de raiz, houve vares variacao de 123,62 a 433,82g, sendo que todas as cultivares apresentaram maior porcentagem de raizes graudas (400-800 g/raiz), quando colhidas mais tardiamente. Para epocas de colheita, sugere-se a colheita das cultivares Paulistinha, Brazlandia Rosada e Brazlandia Branca aos 150 dias apos plantio. Para a cultivar Princesa, em funcao da sua menor producao de raizes graudas, comparativamente as outras cultivares, recomenda-se que sua colheita seja realizada aos 150 dias, podendo ser estendida ate 200 dias apos plantio. A cultivar Brazl?ndia Roxa colhida aos 200 dias apos plantio apresentou melhor desempenho.

2000
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  8891

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/134251

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/116407/1/Milanez-cpatsa.pdf
Editor:  Ciencia e Agrotecnologia, Lavras, v. 24,n. 3, p. 646-652, jul./set. 2000.
Relação:  Embrapa Semiárido - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional