Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Aspectos da biologia da cigarrinha-do-milho, Dalbulus maidis (DeLong & Wolcott) (Hemiptera: cicadellidae).
Autores:  WAQUIL, J.M.
VIANA, P. A.
CRUZ, I.
SANTOS, J.P.
Data:  2000-03-10
Ano:  1999
Palavras-chave:  Inseto
Milho
Biologia
Vetor
Praga
Doenca
Cigarrinha-do-milho
Dalbulus maidis
Zea mays
Insecta
Biology
Vector
Pest
Disease
Resumo:  Na cultura do milho, a cigarrinha, Dalbulus maidis (DeLong & Wolcott) (Hemiptera: Cicadellidae) e vetora de tres patogenos: Spiroplasma kunkelii (corn stunt spiroplasma), o fitoplasma do milho (maize bushy stunt phytoplasma) e o virus da risca do milho (maize rayado fino virus). Os prejuizos causados por essas doencas podem variar de nove a 90 %, dependendo da susceptibilidade das cultivares e dos patogenos envolvidos. O objetivo deste trabalho foi estudar aspectos da biologia de D. maidis, sob condicoes controladas e utilizando-se insetos e cultivares de milho e sorgo adaptados as condicoes brasileiras. Plantulas de milho e de sorgo foram cultivadas em vasos plasticos cobertas com gaiolas de plastico e infestadas com 10 adultos por planta. Sempre utilizando-se 10 plantulas por tratamento, foram conduzidos dois ensaios independentes. No 1., estudou-se o periodo de incubacao nas temperaturas constantes de 17, 20, 23, 26, 29 e 32oC+/-1oC e fotofase de 12 h. No 2, estudou-se o desenvolvimento de ninfas a temperatura constante de 26,5 +/-2oC e mesma fotofase. O periodo de incubacao foi mais curto nas temperaturas de 26 e 29oC, nas quais cerca de 70% das ninfas levaram nove dias para a eclosao. Foram observados ate cinco instares, embora cerca de 76% da populacao tenha completado o desenvolvimento passando por apenas quatro instares. A duracao media de cada intar foi de 3,14 dias. Os adultos viveram em media 51,4 dias e o ciclo medio de ovo a adulto foi de 26,3 dias. Portanto, para a manutencao de colonias de insetos ou no desenvolvimento de estudos com essa especie e importante observar os limites maximos e minimos de temperaturas.

1999
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  11916

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/483483

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/32645/1/Aspectos-biologia.pdf
Editor:  Anais da Sociedade Entomológica do Brasil, Jaboticabal, v. 28, n. 3, p. 413-420, 1999.
Relação:  Embrapa Milho e Sorgo - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional