Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Infoteca-e
País:  Brazil
Título:  Efeito de produtos biológicos e químicos no controle da antracnose e na conservação da manga cv. Palmer em pós-colheita.
Autores:  JUNQUEIRA, N. T. V.
NASCIMENTO, A. C. do
VARGAS RAMOS, V. H.
LAGE, D. A. da C.
KRAHL, L. L.
ALMEIDA, D. A.
CABRAL, G. de A.
Data:  2005-01-14
Ano:  2003
Palavras-chave:  Doença fungica
Antracnose
Fungo
Colletotrichum gloeosporioides
Controle alternativo
Manga
Mangifera indica
Pós-colheita
Fitoterapia
Fungal diseases
Anthracnosis
Fungi
Alternative control
Mango
Postharvest control
Drugs
Resumo:  RESUMO: Várias doenças acometem a manga na fase de pós colheita, mas a antracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz.) é a mais importante. O controle dessa doença tem sido feito pela imersão dos frutos por cinco minutos em água a 55 °C contendo 0,2 % de tiabendazol. Embora seja eficaz no controle dessa doença, esse fungicida pode deixar resíduos indesejáveis aos consumidores cada vez mais exigentes por frutos ambientalmente limpos e livres de resíduos agroquímicos. Os experimentos foram conduzidos para selecionar produtos biológicos e químicos para controlar a antracnose e aumentar o tempo de conservação da manga na pós colheita. Os frutos, colhidos no estagio de maturação 3 e 4, foram imersos por cinco minutos em tiabendazol a 0,24%, benomil a 0,1% a 22 °C, 40 °C ou 45 ° C e em concentrações de óleo de soja isolado ou mistura com benomil, tiabendazol e com extrato etanólico de sucupira ( Pterodon pubescens Benth.) Depoisdos tratamentos, os frutos foram mantidos em câmaras a 27 +- 1 °C e umidade relativa ( UR) de 72% a 85% (Experimento n° 1 ) e a 17 +- 1 °C com UR de 85% a 100% (experimento n° 2). as avaliações efetuadas aos 15 dias ( experimento 1) e aos 30 dias ( experimento 2) depois dos tratamentos, determinando-se as porcentagens da superfície dos frutos coberta com lesões, de frutos verdes, maduros e de vez, Brix e textura. O óleo de soja, isolado ou misturado com benomil ou tiabendazol, a 22 °C ou 40 °C, aumentou o tempo de prateleira da manga cv. Palmer e foi eficaz no controle da antracnose. ABSTRACT: Several post-harvest diseases infect mango fruit, but the anthracnose (Colletotrichum gloeosporioides Penz.) is the most important. This disease has been controlled by fruit immersion for five minufes in water at 55 º C containing 0,2% of thiabendazole. Although efficient to the control of mango anthracnose, this fungicide leaves residues that are undesirable to consumers who claim for pesticides-free and sound fruits. Experiments were carried out to select biological and chemical products to control of post harvest anthracnose and to increase mango shelf life period. Mango fruits were harvested in the 3rd and 4 th ripening stages, immersed for five minutes in water (control), benomyl (100 g/100 liters), thiabendazole (240g/100 liters) at 22º C, 40º C or 45º C and the different concentrations of soybean oil alone or in mixtures with benomyl, thiabendazole and ethanolic extract of sucupira fruit (Pterodon pubescens Benth.). After treatments the fruits were maintained in room conditions at 27+- 1º C, Rh = 72% - 85% (Exp. n. 1) and at 17 +- 1º C, RH + 85% - 100% (Exp. n. 2). Evaluations were made at 15 days (Exp. nº 1) and 30 days after the treatment (Exp. nº 2) by percentages of the fruit area with lesions, ripe, half-ripe and unripe fruits, Brix and texture. Soybean oil alone or with benomyl or thiabendazol at 22 º C or 40º C increased mango shelf life period and was efficient in the control of anthracnose.

2003
Tipo:  Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Idioma:  Português
Identificador:  25092

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/568122

http://bbeletronica.cpac.embrapa.br/versaomodelo/html/2003/bolpd/bolpd_95.shtml; http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CPAC-2009/25092/1/bolpd_95.pdf
Editor:  Planaltina, DF: Embrapa Cerrados, 2003.
Relação:  Embrapa Cerrados - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
(Embrapa Cerrados. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 95).
Formato:  14 p.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional