Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Infoteca-e
País:  Brazil
Título:  Potencial de microrganismos rizosféricos e endofíticos de milho em solubilizar o fosfato de ferro e produzir sideróforos.
Autores:  BATISTA, F. de C.
FERNANDES, T. A.
ABREU, C. S.
OLIVEIRA, M. C.
RIBEIRO, V. P.
GOMES, E. A.
LANA, U. G. de P.
MARRIEL, I. E.
PAIVA, C. A. O.
Data:  2018-10-05
Ano:  2018
Palavras-chave:  Biossolubilização de fósforo
Mecanismo de solubilização
Fosfato ferro
Microbiologia do Solo
Bactéria
Inoculante
Solubilização
Resumo:  Os solos tropicais das áreas agrícolas do Brasil geralmente apresentam condição ácida e predomínio de fosfato de ferro (P-Fe), o que resulta em baixa disponibilidade de fósforo (P) para as plantas e reduz a produtividade das culturas. Para suprir essa carência é necessária a aplicação de grandes quantidades de fertilizantes fosfatados. Alternativamente, alguns microrganismos presentes no solo ou que habitam o interior das plantas são capazes de solubilizar formas não disponíveis de P, como os P-Fe. Neste caso, pouco se conhece sobre os mecanismos envolvidos na solubilização do fosfato de ferro e quais seriam as substâncias produzidas pelos microrganismos neste processo. Existem pesquisas que indicam os ácidos orgânicos e os sideróforos, que são moléculas orgânicas de baixo peso molecular com altíssima afinidade por ferro. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o potencial de rizobactérias e endofíticos na solubilização de fosfato de ferro (P-Fe) e quantificar sua produção de sideróforos, visando obter isolados eficientes para utilização futura como inoculantes na agricultura. Foram reativados em meio BDA a 28 °C, trinta isolados de microrganismos mantidos na Coleção de Microrganismo Multifuncionais e Fitopatogênicos da Embrapa Milho e Sorgo (CMMF). Os microrganismos foram avaliados quanto à capacidade de solubilização de fosfatos em meio de cultura líquido contendo fosfato de ferro, e também tiveram sua produção de sideróforos quantificada. Os isolados mais eficientes na solubilização de fosfato de ferro foram as bactérias B1924 (Klebsiella pneumoniae), B1917 (Enterobacter) e B1926 (bactéria não identificada) que solubilizaram entre 231,72 mg P. L-1 a 182,58 mg P. L-1 e promoveram uma variação do pH do meio de 6,80 para 3,96; 6,80 para 4,04; 6,80 para 4,38, respectivamente. Esta variação do pH do meio indica que pode ter ocorrido a produção de ácidos orgânicos como o principal mecanismo de solubilização de P. A maior produção de sideróforos foi obtida utilizando um tempo de cultivo de 72 h, com destaque para as bactérias B1928 (Burkholderia gladioli), B2081 (Bacillus cereus), B2106 (Bacillus megaterium) e B2103 (Pantoea ananatis) que produziram mais de 20 ?M de sideróforos neste tempo de cultivo. E 82% dos isolados que solubilizaram o P-Fe produziram sideróforos. Estas rizobactérias e microrganismos endofíticos são potenciais candidatos para serem utilizados em experimentos futuros de campo e casa de vegetação, visando uma maior absorção de fosfato pela cultura de milho em solos tropicais com altas concentrações de fosfato de ferro.

bitstream/item/183975/1/bol-166.pdf
Tipo:  Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Idioma:  Português
Identificador:  28451

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1096969
Editor:  Sete Lagoas: Embrapa Milho e Sorgo, 2018.
Relação:  Embrapa Milho e Sorgo - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
(Embrapa Milho e Sorgo. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 166).
Formato:  21 p.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional