Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Infoteca-e
País:  Brazil
Título:  Composição botânica da dieta de bovinos em vegetação típica de caatinga sob diferentes taxas de lotação.
Autores:  SOARES, J. G. G.
Data:  2003-09-10
Ano:  2001
Palavras-chave:  Bovino
Composição da dieta
Técnica microhistológica
Taxa de lotação
Caatinga
Produção animal
Animal production
Resumo:  Uma grande extensão territorial da região semi-árida do Nordeste do Brasil é constituída de pastagem natural do tipo caatinga, caracterizada por estrato dominante de vegetação arbustivo-arbórea, com pouco estrato herbáceo. Durante o perído das chuvas, quando ocorrem o desenvolvimento e produção das plantas, a fitomassa disponível é bastante diversa nos três estratos; entretanto, no período de estiagem, a disponibilidade fica bastante reduzida. O objetivo deste trabalho foi a determinação da composição botânica da dieta anual de bovinos, em vegetação típica de caatinga, sob diferentes intensidades de pastejo. Uma área de 360 hectares foi dividida em piquetes de 80, 60 e 40 ha, onde se utilizou as taxas de lotação leve, moderada e pesada, correspondendo a um animal adulto para 13,3, 10,0 e 6,6 hectares, respectivamente, com duas repetições. A composição botânica das dietas foi determinada pela análise de material fecal, usando a técnica microhistológica. Trinta espécies foram identificadas em mais de 90% da dieta anual dos bovinos. A seleção dos arbustos, para várias espécies, foi mais consistente do que a seleção das herbáceas, o que provavelmente foi influenciado pela característica arbusto-arbórea da área experimental, além da disponibilidade e fenologia. O arbusto mais consistentemente selecionado foi Mimosa tenuiflora Wiilld., seguido de Solanum chaetacanthum Dun., Tabebuia spongiosa Rizinni, e Calliandra depauperata Benth. Apesar de escassez de gramíneas, houve contribuição bastante expressiva de outras espécies do estrato herbáceo na dieta anual dos animais. As plantas herbáceas mais selecionadas foram a Sida cordifolia L., Sida galheirensis Ulbr., Macropitilium martii Benth. e Croton glandulosus (L. em) Muell. Arg. Diferenças na pressão de pastejo, causada pela variação na taxa de lotação, não foram suficiente para afetar significativamente a seleção da dieta. A composição da dieta foi o resultado da composição florística e da disponibilidade sazonal.

2001
Tipo:  Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
Idioma:  Português
Identificador:  27114

http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/151923

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CPATSA/27114/1/BPD54.pdf
Editor:  Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2001.
Relação:  Embrapa Semiárido - Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E)
(Embrapa Semi-Árido. Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento, 54).
Formato:  20 p.
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional