Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  UnB - FAB
País:  Brazil
Título:  Avaliação do comportamento de avestruzes (Struthio camelus) de 10 a 150 dias de vida em sistemas de produção
Autores:  Neri, Marina Freire Amado
Data:  2010-06-23
Ano:  2007
Palavras-chave:  Comportamento animal
Avestruz
Animais -trato
Resumo:  Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2007.

Visando avaliar o comportamento de filhotes de avestruz entre 10 e 150 dias de vida, foi realizada a coleta de dados entre os dias 02/03/2006 e 30/03/2006, utilizando-se seis grupos de 30 avestruzes, observados pelo período de quatro dias consecutivos por oito horas diárias. Escolhendo aleatoriamente a ordem das aves de cada grupo, foi registrado para cada indivíduo as ocorrências de comportamento durante 5 minutos a cada meia hora, totalizando 16 observações ou 80 minutos diários para cada animal. Para verificar se houve diferenças na expressão de cada comportamento, por faixa etária, utilizou-se o teste Kruskal-Wallis. A partir deste teste, selecionou-se aqueles comportamentos com diferenças significativas de expressão por idade, onde foi utilizado uma análise para amostras independentes (Teste de Mann-Whitney), com cada idade entrando na comparação por vez. A comparação por período do dia, dos comportamentos, foi realizada através do teste anterior (Teste de Mann-Whitney), com cada período do dia (1, 2 ou 3) entrando por vez. A correlação de Spearman foi utilizada para avaliar a relação entre as variáveis. A distribuição foi sempre bicaudal com um nível de significância 5%. Na análise do comportamento das aves em relação a idade verificou-se que para os comportamentos bebendo água, comendo ração, sentado de cabeça baixa (SCB), sentado de cabeça alta (SCA) e banho de areia não houve diferença significativa, entretanto houve efeito estatístico entre as idades para os comportamentos parado, andando, correndo, litofagia, coprofagia, bicar e agressão. Quando analisados a expressão dos comportamentos em relação aos horários do dia constatou-se na comparação do horário 1 com o 2 uma diferença estatística quando observados os comportamentos parado, andando, comendo ração e litofagia, onde os animais o expressaram com maior freqüência nas primeiras horas do dia. Na comparação dos horários 1 com 3 somente houve efeito significativo para o comportamento banho de areia. Na análise da comparação dos horários 2 com 3 os comportamentos que apresentaram diferenças significativas foram: andando, correndo, bebendo água, comendo ração, litofagia, coprofagia, dançando e banho de areia, onde verificou-se um ocorrência maior desses comportamentos ao entardecer. Foi observado que os comportamentos das aves são diferentes em relação a idade dos mesmos e que o ambiente influenciou na expressão do comportamento de avestruzes jovens. ________________________________________________________________________________________ ABSTRACT

The aim of this work was to evaluate the behavior of ostrich young between 10 and 150 days of age, it was realized the collection of data between the days 02/03/2006 and 30/03/2006, having used six groups of 30 ostriches, observed for the period of four consecutive days for eight daily hours. Choosing randomly the order of the birds of each group, it was registered for each individual the occurrences of behavior during 5 minutes every half hour, totalizing 16 comments or 80 minutes daily for each animal. To verify if there were differences in the expression of each behavior, for age band, it was used the Kruskal-Wallis test. From this test, it was selected those behaviors with significant differentiated levels of expression for age, where an analysis for independent samples was used (Test of Mann-Whitney), with each age entering in the comparison one at a time. The comparison for period of the day, of each behavior, was carried through the previous test (Test of Mann-Whitney), with each period of the day (1, 2 or 3) entering one at a time. The correlation of Spearman was used to evaluate the relation between the variable. The distribution was always bivolume with a level of significance of 5%. In the analysis of the behavior of the birds in relation to the age it was verified that for the behaviors drinking water, eating ostrich food, seated of head low (SCB), seated of high head (SCA) and sand bath did not have significant difference, however there was statistical effect between the ages for the behaviors stopped, walking, running, litophagy, coprophagy, to peck and aggression. When analyzed the expression of the behaviors in relation to the schedules of the day 1 and 2 a statistical difference was evidenced when observed the behaviors stopped, walking, eating ostrich food and litophagy, where the animals had more frequently expressed it in the first hours of the day. In the interaction of the schedules 1 and 3 there was significant effect only for the behavior sand bath. In the analysis of the schedule 2 and 3 the behaviors that had presented significant differences had been: walking, running, drinking water, eating ostrich food, litophagy, coprophagy, dancing, sand bath, where a bigger occurrence of these behaviors was verified at the sunset. It was observed that the behaviors of the birds are different in relation to the age of the same ones and that the environment influences in the expression of the behavior of young animals.
Tipo:  Dissertation
Idioma:  Português
Identificador:  NERI, Marina Freire Amado. Avaliação do comportamento de avestruzes (Struthio camelus) de 10 a 150 dias de vida em sistemas de produção. 2008. 27 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Agrárias)-Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

http://hdl.handle.net/10482/5072
Direitos:  Open Access
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional