Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Biological Sciences
País:  Brazil
Título:  Efeito de poluentes químicos cumulativos e mutagênicos durante o desenvolvimento ontogenético de Poecilia vivípara (Cyprinodontiformes, Poeciliidae)
Effect of cumulative chemical and mutagenic pollutants during ontogenic development of Poecilia vivipara (Cyprinodontiformes, Poeciliidae)
Autores:  Araujo, Eduardo José de Almeida; UFG
Morais, José Oscar Rodrigues de; UFG
Souza, Paulo Roberto de; UFG
Sabóia-Morais, Simone Maria Teixeira de; UFG
Data:  2001-05-13
Ano:  2001
Palavras-chave:  2.00.00.00-6 Ciências Biológicas desenvolvimento ontogenético
Brânquia
Chumbo
Poluição química 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas
Resumo:  Viver em sociedade é uma característica do Homo sapiens, e esta vantagem permitiu-lhe ocupar tantos biomas. Aumento populacional e desenvolvimento tecnológico trouxeram paralelamente acréscimo ao volume de dejetos eliminados nos mananciais de água. Conhecer modelos biológicos que permitam averiguar níveis de contaminação destes mananciais é o propósito desta pesquisa. Células do epitélio branquial do guaru (Poecilia vivípara) modificam o seu comportamento em face de variações ambientais, mantendo a homeostasia em condições adversas. Nosso propósito foi conhecer a origem e diferenciação dos tipos celulares no desenvolvimento das brânquias, procurando detectar variações do epitélio branquial em embriões de fêmeas prenhes expostas ao chumbo (poluente cumulativo e mutagênico). Formaram-se dois grupos, o controle e o experimental, que foi exposto à solução de acetato de chumbo a 1 ppm. Observaram-se os embriões nos estágios 24, 30 e 36 (Vernier, 1969), analisados sob microscopia de luz e eletrônica de varredura. Foram quantificados e mensurados os embriões por fêmea. Notou-se a formação dos arcos, filamentos, rastelo e lamelas branquiais. No epitélio, células do cloro se diferenciam primeiro, e no estágio 36 surgem as células mucosas no rastelo branquial. Não houve diferenças morfológicas de células epiteliais das brânquias entre os grupos. A viviparidade pode ser o fato de explicação

Living in society is a feature of Homo sapiens and this fact gives him the advantage of occupying many biomes. Population increase and technological development brought a growth in the volume of dejects thrown into water sources. Knowledge of biological models that evaluates contamination levels of these sources is the aim of this research. Cells of the branchial epithelium of Poecilia vivipara, popularly known as guaru, modify their behavior in the presence of environmental variations and keep the homeostasis in adverse conditions. Our intention was to know the origin and the differentiation of cell types in the development of the gill and to detect variations of the branchial epithelium in embryos of pregnant females exposed to lead (a cumulative and mutagenic chemical pollutant). Two groups were formed, the control and the experimental group, which was exposed to a solution of 1 ppm lead acetate. Embryos in stages 24, 30 and 36 were observed (Vernier, 1969) and analyzed under light and electronic scanning microscopy. Embryos of the females were quantified and measured. The formation of the arcs, filaments, rays and lamellae gill were registered. In the epithelium, first the chlorine cells differentiated; in stage 36 mucous cells appear in the branchial ray. There were no morphological differences between the groups in the epithelial cells of the gill. Viviparity may be the explanatory factor
Idioma:  Português
Identificador:  http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/2694

10.4025/actascibiolsci.v23i0.2694
Editor:  Universidade Estadual De Maringá
Formato:  application/pdf
Fonte:  Acta Scientiarum. Biological Sciences; v. 23 (2001); 391-399

Acta Scientiarum. Biological Sciences; v. 23 (2001); 391-399
Direitos:  DECLARATION OF ORIGINALITY AND CESSATION OF COPYRIGHTI Declare that current article is original and has not been submitted for publication, in part or in whole, to any other national or international journal. I also declare that once published in the Acta Scientiarum. Biological Sciences, a publication of the Universidade Estadual de Maringá, it will not be submitted by me or by any co-author to any other scientific communication mean. In my name and in the name of co-authors, I shall cede the copyright of the above mentioned article to the Universidade Estadual de Maringá and I declare that I know that the non-observance of this norm may make me liable for the penalties contemplated in the Law for the Protection of Authors’ Rights (Act 9609 of the 19th February 1998).

DECLARAÇÃO DE ORIGINALIDADE E CESSÃO DE DIREITOS AUTORAIS Declaro que o presente artigo é original, não tendo sido submetido à publicação em qualquer outro periódico nacional ou internacional, quer seja em parte ou em sua totalidade. Declaro, ainda, que uma vez publicado na revista Acta Scientiarum. Biological Sciences, editada pela Universidade Estadual de Maringá, o mesmo jamais será submetido por mim ou por qualquer um dos demais co-autores a qualquer outro meio de divulgação científica. Através deste instrumento, em meu nome e em nome dos demais co-autores, porventura existentes, cedo os direitos autorais do referido artigo à Universidade Estadual de Maringá e declaro estar ciente de que a não observância deste compromisso submeterá o infrator a sanções e penas previstas na Lei de Proteção de Direitos Autorias (Nº9609, de 19/02/98).
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional