Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do desenvolvimento inicial de Auchenipterus osteomystax (Osteichthyes, Auchenipteridae) da bacia do rio Paraná, Brasil Biological Sciences
Bialetzki, Andréa; UEM; Baumgartner, Gilmar; UNIOESTE; Sanches, Paulo Vanderlei; UNIPAR; Galuch, André Vieira; UEM; Luvisuto, Marli Aparecida; UEM; Nakatani, Keshiyu; UEM; Makrakis, Maristela Cavicchioli; UEM; Borges, Marta Eliane Echeverria; UEM.
O objetivo deste trabalho é caracterizar o desenvolvimento inicial de Auchenipterus osteomystax (Ribeiro, 1918) (Osteichthyes, Auchenipteridae). O material analisado é proveniente de amostras coletadas no plâncton no alto rio Paraná, rio Ivaí, alto rio Ivinhema e reservatório de Itaipu. Foram analisadas 74 larvas e 7 juvenis, entre 5,25 mm e 39 mm de comprimento padrão. Os espécimes foram identificados e separados em diferentes estágios, e foram obtidas as variáveis morfométricas e merísticas. As larvas de A. osteomystax apresentam o desenvolvimento inicial semelhante ao de outros Siluriformes, no entanto são caracterizadas principalmente por apresentar um aglomerado de pigmentos na cabeça e na região anterior do corpo e número de miômeros variando de 44 a...
Palavras-chave: 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas Auchenipterus osteomystax; Desenvolvimento inicial; Peixes 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas.
Ano: 2001 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/2692
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento inicial de Hoplias aff. malabaricus (Bloch, 1794) (Osteichthyes, Erythrinidae) da planície alagável do alto rio Paraná, Brasil - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v30i2.3608 Biological Sciences
Bialetzki, Andréa; UEM; Nakatani, keshiyu; UEM; Sanches, Paulo Vanderlei; UNIPAR; Baumgartner, Gilmar; UNIOESTE; Makrakis, Maristela Cavicchioli; UNIOESTE; Taguti, Tátia Leika; UEM.
Este trabalho teve por objetivo caracterizar o desenvolvimento inicial de Hoplias aff. malabaricus. As amostragens foram realizadas entre novembro de 1991 e fevereiro de 1995, em 42 estações de coleta, distribuídas em vários ambientes da planície alagável do alto rio Paraná, Brasil. Para a obtenção do material, foram realizadas amostragens nas regiões pelágica (rede de plâncton) e litorânea (“peneirão”). Para a caracterização das diferentes fases, os indivíduos foram separados em períodos larval (estágios de pré-flexão, flexão e pós-flexão) e juvenil. Foram analisadas as variáveis morfométricas e merísticas em 269 larvas e 74 juvenis, com comprimento padrão variando entre 6,17 e 49,12 mm. As larvas apresentaram corpo fusiforme e altamente pigmentado, olhos...
Palavras-chave: 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas desenvolvimento inicial; Hoplias aff. Malabaricus; Larva juvenil 2.05.00.00-9 Ecologia.
Ano: 2008 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/3608
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização populacional de Steindachnerina insculpta (Fernández-Yépez, 1948) (Characiformes, Curimatidae) no rio Piquiri - DOI: 10.4025/actascibiolsci.v27i4.1269 Biological Sciences
Holzbach, Arlei José; UFLA; Baumgartner, Gilmar; UNIOESTE; Bergmann, Fernando; UNIPAR; Rezende Neto, Leontino Borges de; UFLA; Baumgartner, Dirceu; UNIOESTE; Sanches, Paulo Vanderlei; UNIPAR; Gubiani, Éder André; UEM.
O objetivo deste trabalho foi analisar a distribuição espacial e temporal, estabelecer a relação peso/comprimento, analisar o desenvolvimento reprodutivo e determinar a distribuição de comprimento de Steindachnerina insculpta, espécie importante como forrageira no rio Piquiri. Os peixes foram obtidos em 6 coletas, no período de outubro de 2002 a setembro de 2003, em 3 estações de amostragem (Campina, Apertado, Altônia), localizadas no rio Piquiri, utilizando-se redes de espera do tipo simples com malhas de 2,4; 3; 4; 5 cm entre nós não-adjacentes, com 20 m de comprimento. Neste estudo, foram coletados 226 exemplares. A maior captura ocorreu na estação Campina, com 217 indivíduos. O turno de maior captura, foi o diurno (D) e o mês foi o de julho. O...
Palavras-chave: 2.05.00.00-9 Ecologia reprodução; Crescimento; Dinâmica populacional; Steindachnerina insculpta; Rio Piquiri 2.05.00.00-9 Ecologia.
Ano: 2005 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/1269
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização do desenvolvimento inicial de Leporinus friderici (Osteichthyes, Anostomidae) da bacia do rio Paraná, Brasil Biological Sciences
Sanches, Paulo Vanderlei; UNIPAR; Baumgartner, Gilmar; UNIOESTE; Bialetzki, Andréa; UEM; Suiberto, Mirian Rodrigues; UEM; Gomes, Fernando Duran Canedo; UEM; Nakatani, Keshiyu; UEM; Barbosa, Norma Dulce de Campos; CEMIG.
O objetivo desse trabalho é caracterizar o desenvolvimento inicial de Leporinus friderici. Os ovos e larvas analisados foram obtidos através de desovas induzidas realizadas junto à estação de Piscicultura de Volta Grande (CEMIG), entre os meses de fevereiro e março de 1995. Os juvenis são provenientes de amostras coletadas na bacia do alto rio Paraná. Foram analisados 30 ovos, 114 larvas e 21 juvenis. Os ovos são esféricos, transparentes e não adesivos, com diâmetro médio de 2,53 mm, espaço perivitelino de 0,74 mm e diâmetro médio do vitelo de 0,94 mm. As larvas eclodem 13h20min. após a fertilização (27,6 ºC). Apresentam dois cromatóforos na região frontal, intestino alcançando a porção distal do corpo, uma linha de cromatóforos dendríticos ao longo da...
Palavras-chave: 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas Leporinus friderici; Desenvolvimento inicial; Peixe 2.00.00.00-6 Ciências Biológicas.
Ano: 2001 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciBiolSci/article/view/2693
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional