Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da temperatura no crescimento micelial de Fusicoccum aesculis isolado de mangueira. Repositório Alice
BARBOSA, J. da S.; AMORIM, C. C. de; BARBOSA, M. A. G.; TERAO, D.; BATISTA, D. da C..
Fusicoccum aesculis é um dos principais patógenos causadores de podridão em frutas de climas tropical e temperado. No Submédio do Vale do São Francisco, esse fungo, juntamente com outros, vem causando perdas em pós-colheita da manga. Objetivou-se, nesse trabalho, avaliar a influência da temperatura no crescimento desse fungo. Para tanto, o fungo foi cultivado em câmara de crescimento sob as temperaturas de 20 °C, 25 °C, 30 °C e 35 °C e fotoperíodo de 12 horas. O meio de cultivo utilizado foi o batata-dextrose-ágar (BDA), e o experimento instalado em delineamento experimental inteiramente casualizado com cinco repetições. Avaliou-se, a cada 24 horas, o crescimento das colônias em dois sentidos perpendiculares, com régua milimetrada, até que o crescimento...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Fungo; Mangifera indica; Doença; Podridão peduncular; Morte descendente; Fusicoccum aesculis; Manga.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/905814
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito de fungicidas no crescimento micelial de Fusicoccum aesculis isolado de manga. Repositório Alice
SILVA, L. B. F. da; AMORIM, C. C. de; BARBOSA, J. da S.; BARBOSA, M. A. G.; BATISTA, D. da C..
Uma das principais estratégias de manejo de doenças em diversas culturas é o controle químico. Neste trabalho, avaliou-se a eficiência de fungicidas na inibição do crescimento micelial de Fusicoccum aesculis, patógeno da mangueira. O ensaio foi realizado em placa de Petri contendo batata-dextrose-ágar (BDA) mais fungicida. Os fungicidas foram previamente diluídos em dimetilsulfóxido (DMSO) a 0,1%. Utilizaram-se os fungicidas: tiofanato-metílico (0,49 g i.a. L-1); oxicloreto de cobre (1,68 g i.a. L-1); metirame+piraclostrobina (1,375 + 0,125 g i.a. L-1); hidróxido de cobre; (0,807 g i.a. L-1); mancozebe (1,6 g i.a. L-1); tiabendazol (0,485 g i.a. L-1); clorotalonil (1,24 g i.a. L-1); tiofanato-metílico + clorotalonil (0,4 + 1,0 g i.a. L-1); difenoconazole...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Podridão peduncular; Mangifera indica; Morte descendente; Fusicoccum aesculis; Controle químico; Fungicida; Manga; Doença; Mango; Disease.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/946053
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da resistência de 47 acessos de mangueira aos fungos Fusicoccum aesculis e Neofusicoccum parvum. Repositório Alice
BATISTA, D. da C.; LIMA NETO, F. P.; BARBOSA, J. da S.; AMORIM, C. C. de; BARBOSA, M. A. G..
A mangicultura praticada no Submédio do Vale do São Francisco é considerada um dos principais destaques no comércio externo do País. Dentre as diversas variedades cultivadas, a Tommy Atkins é a que representa a maior parte das exportações. Entretanto, a magnitude das perdas por podridões pós--colheita, causadas por fungos Botryosphaeriaceae, é sempre uma grande preocupação para exportadores e importadores da fruta. A busca por métodos de controle mais eficazes e limpos é uma tendência mundial. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar a reação de frutos, de 47 acessos de mangueiras, quanto à resistência aos fungos Fusicoccum aesculis e Neofusicoccum parvum. As inoculações foram realizadas mediante deposição de disco do meio de cultura...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Podridão peduncular; Botryosphaeriaceae; Mangifera indica; Acesso; Vale do São Francisco; Fusicoccum aesculis; Neofusicoccum parvum; Resistência; Manga; Doença; Mango; Disease.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/940893
Registros recuperados: 3
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional