Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização da cultivar de videira moscato branco. Repositório Alice
BACCIN, K. M. S.; BRUSTOLIN, J. G.; LIMA, J. E. V. de; MAIA, J. D. G.; RITSCHEL, P. S..
A videira―Moscato Branco‖ é cultivada na Serra Gaúcha, especialmente no município de Farroupilha-RS,desde os anos 1930. Análises moleculares já realizadas indicam que a cultivar difere de acessos do tipo moscatel mantidos no Banco Ativo de Germoplasma de Uva e também de outras cultivares de uva moscatel cultivadas na região. Onze acessos de ̳Moscato Branco?, coletados por sua potencialidade em apresentar diferenças clonais, estão sendo avaliados em nível agronômico, físico -químico e fenológico, juntamente com acessos de ̳Moscato Branco R2?(seis acessos), ̳Malvasia Bianca?, ̳Malvasia Aromática?, ̳Moscato Embrapa?, ̳BRS Lorena?, ̳Walsh Riesling?e ̳Pignoleto?,...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Videira moscato branco; Serra Gaúcha; Banco ativo de germoplasma (BAG); Moscato branco; Uva; Videira.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1066521
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Otimização de marcadores desenvolvidos para PCR convencional para uso em qPCR visando a diagnose de Xanthomonas campestris pv viticola em videira. Repositório Alice
BACCIN, K. M. S.; LIMA, J. E. V. de; QUECINI, V.; RITSCHEL, P. S..
No Brasil, Xanthomonas campestris pv. viticola (Xcv), causadora do cancro bacteriano em videira, é uma praga quarentenária A2, com ocorrência no Semiárido Nordestino. A bactéria pode ser disseminada de plantas assintomáticas pela distribuição de material propagativo e ocorrências restritas da doença em outras regiões foram identificadas. Para diagnose confiável por PCR convencional, o DNA deve ser extraído de culturas de bactérias isoladas de tecido com sintomas suspeitos. Com a técnica, é possível detectar até 0,25 pg de DNA bacteriano total. Atualmente, métodos que empregam tecidos assintomáticos não estão disponíveis. O objetivo deste trabalho foi desenvolver um protocolo sensível à detecção de Xcv por qPCR, empregando iniciadores disponíveis da técnica...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Xanthomonas campestris pv viticola; Cancro bacteriano; PCR convencional; Videira; Cancro; Praga.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1049211
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional