Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise macroscópica da região de transição esôfago-gástrica de eqüinos submetidos a diferentes manejos alimentares e atividade física UnB - FAB
Moraes, Priscilla Teixeira de Barros; Silva, Luís Cláudio Lopes Correia da; Bombonato, Pedro Primo; Hernandez Blazquez, Francisco Javier; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
Estudou-se a região de transição esôfago-gástrica dos eqüinos, pois diversos fatores distintos podem causar lesões nessa região ou, ainda, na região aglandular do estômago destes animais. O objetivo deste trabalho foi verificar se diferentes tipos de manejo físico e alimentar determinam alterações na estrutura macroscópica da região de transição esôfago-gástrica de eqüinos. Foram utilizados 15 conjuntos, compreendendo a região de transição esôfago-gástrica de eqüinos adultos, com raça, sexo e idade não identificados, divididos em três grupos de acordo com a dieta e atividade física desenvolvida: Grupo I, cinco conjuntos de eqüinos em treinamento intensivo e alimentados à base de concentrado, principalmente; Grupo II, cinco conjuntos de eqüinos que não...
Tipo: Article Palavras-chave: Transição esôfago-gástrica; Exercícios físicos; Dieta; Equino; Úlcera gástrica.
Ano: 2009 URL: http://hdl.handle.net/10482/7678
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise morfométrica da transição esôfago-gástrica de eqüinos submetidos a diferentes manejos alimentares e atividade física UnB - FAB
Moraes, Priscilla Teixeira de Barros; Silva, Luís Cláudio Lopes Correia da; Bombonato, Pedro Primo; Hernandez Blazquez, Francisco Javier; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
O objetivo deste trabalho foi identificar se diferentes tipos de manejo físico e alimentar determinaram mudanças adaptativas na morfometria da região de transição esôfago-gástrica (TEG) em eqüinos. Foram utilizados 15 conjuntos de animais adultos com raça, sexo e idade não identificados, divididos em três grupos de acordo com a dieta e a atividade física: grupo I - composto por cinco conjuntos da TEG de eqüinos em treinamento intensivo e alimentados principalmente à base de concentrado; grupo II - com cinco conjuntos da TEG de eqüinos que não desempenhavam atividade física intensa e eram alimentados principalmente à base de concentrado, e o grupo III - composto por cinco conjuntos da TEG de eqüinos mantidos a pasto e que não desempenhavam atividade física...
Tipo: Article Palavras-chave: Transição esôfago-gástrica; Alimentação dos animais; Equino - morfologia; Equino - exercícios físicos; Equino.
Ano: 2008 URL: http://hdl.handle.net/10482/6984
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Artérias da base do encéfalo em suínos da linhagem Camborough 22 UnB - FAB
Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Severino, Renato Souto; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Drummond, Sérgio Salazar; Bombonato, Pedro Primo; Campos, Danila Barreiro; Rodrigues, Gabriela Silva.
As artérias da base do encéfalo foram estudadas em 40 suínos da linhagem Camborough 22, natimortos, de ambos os sexos. Destes, dez espécimes tiveram as artérias da cabeça preenchidas com solução corada de Acetato de vinyl, e por conseguinte submetidos ao processo de corrosão em solução aquosa, a 25 por cento, de Ácido sulfúrico. Em outros 30 animais, injetou-se solução aquosa, a 50 por cento, de Neoprene Látex 450 corada com pigmento específico e daí fixados em solução aquosa, a 10 por cento, de formaldeído. As artérias da base do encéfalo estiveram na dependência das redes admiráveis epidurais rostral e caudal. A artéria carótida do encéfalo após sua emergência na rede admirável epidural rostral forneceu os ramos rostral e caudal. A rede admirável caudal...
Tipo: Article Palavras-chave: Artéria; Cérebro; Suíno.
Ano: 2005 URL: http://hdl.handle.net/10482/7479
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Biometria do osso do pênis em correlação com a da coluna vertebral em cães (Canis familiaris) sem raça definida UnB - FAB
Campos, Danila Barreiro; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Drummond, Sérgio Salazar; Campos, Alessandro Barreiro; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
Estudou-se o comprimento dos ossos dos pênis de 100 cães (Canis familiaris) sem raça definida (SRD) e de diferentes idades. Após coleta, maceração e clareamento dos ossos do pênis, observou-se que estes apresentaram de 2,38 a 12,86 cm de comprimento, tendo como média 8,33 cm. Em adição realizou-se a mensuração do comprimento da coluna vertebral de cada animal, o qual variou de 36,50 a 103,00 cm, com média de 69,94 cm. Através da aplicação da correlação linear de Pearson, se evidenciou alta correlação positiva (r = 0,803, p<0,01) entre os comprimentos do osso do pênis e da coluna vertebral em cães SRD. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Tipo: Article Palavras-chave: Cão - anatomia; Coluna vertebral; Biometria.
Ano: 2002 URL: http://hdl.handle.net/10482/7494
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características fisicoquímicas e citológicas do líquido sinovial da articulação temporomandibular em eqüinos UnB - FAB
Fonseca, Fernanda Assis; Zambrano, Roberto dos Santos; Dias, Gláucia Mansur Balsamão; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Alves, Geraldo Eleno Silveira; Godoy, Roberta Ferro de.
Foram estudadas as características fisicoquímicas e citológicas do líquido sinovial da articulação temporomandibular de dez eqüinos hígidos. Verificou-se que o líquido é viscoso, amarelo claro a citrino, límpido e livre de partículas à temperatura ambiente. Houve contaminação da amostra por sangue em três amostras que se apresentaram amarelo avermelhadas a vermelhas e de aspecto turvo. A taxa de glicose variou entre 100 e 250 e a concentração protéica não ultrapassou 3,8g/dL. O número médio de células nucleadas foi de 417 células/µL, com predominância de grandes células mononucleares e linfócitos. As mensurações das características pesquisadas no líquido sinovial da articulação temporomandibular de eqüinos são de execução simples e passíveis de implantação...
Tipo: Article Palavras-chave: Equino; Líquido sinovial.
Ano: 2009 URL: http://hdl.handle.net/10482/7707
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características fisicoquímicas e citológicas do líquido sinovial da articulação temporomandibular em eqüinos UnB - FAB
Fonseca, Fernanda Assis; Zambrano, Roberto dos Santos; Dias, Gláucia M.B.; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Alves, Geraldo Eleno Silveira; Godoy, Roberta Ferro de.
Foram estudadas as características fisicoquímicas e citológicas do líquido sinovial da articulação temporomandibular de dez eqüinos hígidos. Verificou-se que o líquido é viscoso, amarelo claro a citrino, límpido e livre de partículas à temperatura ambiente. Houve contaminação da amostra por sangue em três amostras que se apresentaram amarelo avermelhadas a vermelhas e de aspecto turvo. A taxa de glicose variou entre 100 e 250 e a concentração protéica não ultrapassou 3,8g/dL. O número médio de células nucleadas foi de 417 células/µL, com predominância de grandes células mononucleares e linfócitos. As mensurações das características pesquisadas no líquido sinovial da articulação temporomandibular de eqüinos são de execução simples e passíveis de implantação...
Tipo: Article Palavras-chave: Equino; Líquido sinovial; Articulação temporomandibular.
Ano: 2009 URL: http://hdl.handle.net/10482/8073
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ecocardiografia de equinos Puro Sangue Árabe após exercício de enduro de diferentes intensidades UnB - FAB
Bello, Camila Alfaro de Oliveira; Vasconcelos, Carlos Eduardo da Silva; Godoy, Roberta Ferro de; Teixeira Neto, Antônio Raphael; Borges, José Renato Junqueira; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
A ecocardiografia é um método não invasivo e adequado para a avaliação das alterações cardíacas em equinos, identificando assim aqueles animais que apresentaram melhor adaptação e condicionamento ao exercício a que foram submetidos. O objetivo deste estudo foi verificar por meio de exames ecocardiográficos em modo-M e bidimensional os índices funcionais cardíacos de 15 equinos Puro Sangue Árabe, sendo nove machos e seis fêmeas, com idade variando de seis a 12 anos, submetidos a diferentes intensidades de exercício prolongado de enduro. Para tanto, foram divididos em três grupos, sendo que quatro animais percorreram 30km (GI), seis animais percorreram 90km (GII) e cinco animais percorreram 120km (GIII). As avaliações ocorreram antes do início de cada prova,...
Tipo: Article Palavras-chave: Cavalo de raça; Ecocardiografia; Cavalo de enduro; Arábe (cavalo).
Ano: 2011 URL: http://hdl.handle.net/10482/8067
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ecocardiografia de equinos Puro Sangue Árabe após exercício de enduro de diferentes intensidades UnB - FAB
Bello, Camila Alfaro de Oliveira; Vasconcelos, Carlos Eduardo da Silva; Godoy, Roberta Ferro de; Teixeira-Neto, Antônio Raphael; Borges, José Renato Junqueira; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
A ecocardiografia é um método não invasivo e adequado para a avaliação das alterações cardíacas em equinos, identificando assim aqueles animais que apresentaram melhor adaptação e condicionamento ao exercício a que foram submetidos. O objetivo deste estudo foi verificar por meio de exames ecocardiográficos em modo-M e bidimensional os índices funcionais cardíacos de 15 equinos Puro Sangue Árabe, sendo nove machos e seis fêmeas, com idade variando de seis a 12 anos, submetidos a diferentes intensidades de exercício prolongado de enduro. Para tanto, foram divididos em três grupos, sendo que quatro animais percorreram 30km (GI), seis animais percorreram 90km (GII) e cinco animais percorreram 120km (GIII). As avaliações ocorreram antes do início de cada prova,...
Tipo: Article Palavras-chave: Enduro; Ecocardiografia; Equino.
Ano: 2011 URL: http://hdl.handle.net/10482/7029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudo anatômico das artérias da base do encéfalo em gatos (Felis catus domesticus) UnB - FAB
Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Prada, Irvenia Luiza de Santis; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Quagliatto, André Luis; Drummond, Sergio Salazar; Rodrigues, Gabriela Silva.
O arranjo das artérias da base do encéfalo foi estudado em 40 gatos (Felis catus domesticus), sendo 23 fêmeas e 17 machos, adultos. Para tanto, confeccionaram-se moldes do sistema arterial da cabeça com resina acrílica polimerizável de 10 espécimes e, em outros 30 indivíduos, preencheu-se o sistema arterial da cabeça com Neoprene Látex. As artérias da base do encéfalo estiveram na dependência dos sistemas carótico e vértebro-basilar, responsáveis pela formação do circuito arterial do encéfalo. A porção rostral do circuito arterial do encéfalo mostrou-se disposta transversalmente em relação à base do encéfalo, lembrando uma figura elipsóide e esteve fechada pela artéria comunicante rostral (60%). A porção caudal deste circuito apresentou, como...
Tipo: Article Palavras-chave: Gato; Vascularização; Artéria; Anatomia.
Ano: 2006 URL: http://hdl.handle.net/10482/7721
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Irrigação das glândulas adrenais em suínos da raça Landrace UnB - FAB
Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Santos, André Luiz Quagliatto; Drummond, Sérgio Salazar; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Brito, Leonardo Fonseca Castro de; Gargalhone, André Galassi.
Foram estudados o número e a origem das artérias que irrigam as glândulas adrenais em 30 fetos suínos da raça Landrace. A glândula adrenal direita foi suprida por 6,16 ± 1,81 ramos (média ± DP) e a esquerda por 7,66 ± 2,15. Não houve diferença estatística no número de ramos entre as glândulas direita e esquerda. A irrigação procedeu-se das artérias aorta abdominal, celíaca, mesentérica cranial, abdominal cranial, renal, frênica caudal, penúltima intercostal, última intercostal, lombar I, lombar II e de ramos musculares e para a cápsula renal. _________________________________________________________________________________ ABSTRACT
Tipo: Article Palavras-chave: Glândulas supra-renais; Artéria; Suíno.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10482/7482
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Irrigação das glândulas adrenais em suínos (Sus scrofa domesticus -linnaeus, 1758) da raça Hampshire UnB - FAB
Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Santos, André Luiz Quagliatto; Drummond, Sérgio Salazar; Silva, Marcos; Estevão, Érica Reis De Moura; Bombonato, Pedro Primo; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
As artérias responsáveis pela irrigação das glândulas adrenais foram estudadas em trinta fetos de suínos da raça Hampshire, sendo dez fêmeas e vinte machos. Para tanto, estes espécimes tiveram o sistema arterial preenchido com solução aquosa de Neoprene Látex "450", corada com pigmento específico e em seguida fixados em solução aquosa, a 10%, de formaldeído. Observou-se que a glândula adrenal direita recebeu ramos da parte descendente da aorta abdominal e das artérias celíaca, mesentérica cranial, abdominal cranial direita, renal direita, lombar I direita e lombar II direita. No entanto, a glândula adrenal esquerda foi irrigada por ramos da parte descendente da aorta abdominal e das artérias celíaca, mesentérica cranial, abdominal cranial esquerda, renal...
Tipo: Article Palavras-chave: Glândulas supra-renais; Artéria; Suíno.
Ano: 2004 URL: http://hdl.handle.net/10482/7480
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Morphometric analysis of the mandibular foramen of cats (Felis catus, Linnaeus 1758) with no defined breed UnB - FAB
Barroso, Rogério Magno do Vale; Ferreira, Fernando Antonio; Silva, Rosana Marques; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
ABSTRACT
Tipo: Article Palavras-chave: Felis Catus; Forame mandibular; Morfometria; Analgesia.
Ano: 2009 URL: http://hdl.handle.net/10482/7966
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Origem e distribuição da artéria celíaca em mutuns dos gêneros Crax e Mitu UnB - FAB
Gonçalves, E.S; Santana, Marcelo Ismar Silva; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Drummond, Sérgio Salazar.
Este trabalho objetivou descrever a origem e a distribuição dos ramos da artéria celíaca em 19 aves dos gêneros Crax e Mitu, oriundas do Criatório Científico e Cultural de Poços de Caldas, doadas após óbito natural. Para o preenchimento do sistema vascular foi utilizada solução aquosa de látex corado, seguido de imediata fixação em solução aquosa de formol a 10%. Posteriormente, dissecaram-se os colaterais responsáveis pela irrigação do canal alimentar, fígado, baço e pâncreas. A artéria proventricular dorsal foi o primeiro ramo emitido antes da bifurcação da artéria celíaca em ramos esquerdo e direito. O ramo esquerdo enviou as artérias gástrica dorsal, proventricular ventral (e seus ramos ventriculares), gástrica ventral, gástrica esquerda e pilóricas...
Tipo: Article Palavras-chave: Anatomia; Artéria celíaca; Ave.
Ano: 2010 URL: http://hdl.handle.net/10482/7676
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Origem e distribuição dos nervos isquiáticos em caprinos da raça Saanen UnB - FAB
Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Drummond, Sérgio Salazar; Campos, Danila Barreiro; Santana, Marcelo Ismar Silva; Moraes, Daniella Dianese Alves de.
Estudaram-se a origem e distribuição dos nervos isquiáticos, de ambos os antímeros, em 30 caprinos (Capra hircus) da raça Saanen, sendo 16 machos e 14 fêmeas. Estes animais foram coletados após morte natural e submetidos à fixação em solução aquosa, a 10%, de formaldeído. Os nervos isquiáticos originaram-se 28 vezes (93,3%) do ramo ventral do sexto nervo espinhal lombar e dos ramos ventrais do primeiro e segundo nervos espinhais sacrais; além disso, esses nervos tabém receberam duas vezes (6,7%), contribuição do ramo ventral do terceiro nervo espinhal sacral. Os nervos isquiáticos cederam, em todos os animais, ramos para os músculos glúteos médios, glúteos profundos, gluteobíceps, gêmeos, semitendíneos e semimembranáceos. Sobretudo, notaram-se arranjos...
Tipo: Article Palavras-chave: Capra hircus; Nervo ciático; Caprino.
Ano: 2008 URL: http://hdl.handle.net/10482/7711
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Origem, ramificações e distribuições da artéria celíaca em aves fêmeas ( Gallus gallus) da linhagem cobb 500 UnB - FAB
Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Drummond, Sérgio Salazar; Bombonato, Pedro Primo; Campos, Danila Barreiro; Campos, Alessandra Barreiro; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Borges, Ana Claudia; Marcelino, Elida de Lourdes.
Estudaram-se a origem, ramificações e distribuições da artéria celíaca em 30 aves (Gallus gallus) da linhagem Cobb 500, fêmeas, com idade entre 7 e 12 semanas. Os espécimes tiveram seus vasos arteriais preenchidos com solução aquosa corada de Neoprene Látex "450" a 50% e a seguir foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%. A artéria celíaca emergiu da face lateral direita da aorta descendente e enviou ramos ao esôfago (40%), proventrículo (100%), ventrículo (100%), baço (100%), fígado (100%), vesícula biliar (100%), duetos biliares (100%), pâncreas (100%), duodeno (100%), jejuno (100%), íleo (100%) e cecos (100%) e as artérias proventricular dorsal (96,67%) e lienal (23,33%) e dividiu-se em ramos direito e esquerdo em todos os animais. O ramo...
Tipo: Article Palavras-chave: Artéria celíaca; Ave; Gallus gallus.
Ano: 2005 URL: http://hdl.handle.net/10482/7738
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros eletrocardiográficos de equinos Puro Sangue Árabe submetidos a exercício prolongado de enduro UnB - FAB
Dumont, Cinthia Beatriz da Silva; Leite, Ceci Ribeiro; Moraes, Júlia Miranda de; Alves, Rosângela de Oliveira; Godoy, Roberta de Ferro; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
Foram estabelecidos os parâmetros eletrocardiográficos de 20 equinos Puro Sangue Árabe em repouso e após exercício prolongado de enduro. A frequência cardíaca média foi de 35,85bpm em repouso, com predominância do ritmo sinusal, e de 53,78bpm, com taquicardia sinusal após o exercício. Como variação fisiológica, observou-se marcapasso migratório, e como não fisiológica, complexo ventricular prematuro. No pós-exercício, ocorreu aumento da amplitude das ondas P, R, S e T, com onda P tendendo a se tornar única em 35% dos animais e bífida positiva em 65%, e a onda T monofásica positiva. Houve redução da duração das ondas, dos intervalos e dos segmentos, e alongamento do QTc; porém, o complexo QRS quase não se alterou. O eixo elétrico, no plano frontal,...
Tipo: Article Palavras-chave: Equino; Exercícios físicos - aspectos fisiológicos; Cavalo de enduro.
Ano: 2010 URL: http://hdl.handle.net/10482/8283
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Parâmetros eletrocardiográficos de equinos Puro Sangue Árabe submetidos a exercício prolongado de enduro UnB - FAB
Dumont, Cinthia Beatriz da Silva; Leite, Ceci Ribeiro; Moraes, Júlia de Miranda; Alves, Rosângela de Oliveira; Godoy, Roberta Ferro de; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
Foram estabelecidos os parâmetros eletrocardiográficos de 20 equinos Puro Sangue Árabe em repouso e após exercício prolongado de enduro. A frequência cardíaca média foi de 35,85bpm em repouso, com predominância do ritmo sinusal, e de 53,78bpm, com taquicardia sinusal após o exercício. Como variação fisiológica, observou-se marcapasso migratório, e como não fisiológica, complexo ventricular prematuro. No pós-exercício, ocorreu aumento da amplitude das ondas P, R, S e T, com onda P tendendo a se tornar única em 35% dos animais e bífida positiva em 65%, e a onda T monofásica positiva. Houve redução da duração das ondas, dos intervalos e dos segmentos, e alongamento do QTc; porém, o complexo QRS quase não se alterou. O eixo elétrico, no plano frontal,...
Tipo: Article Palavras-chave: Equino; Eletrocardiografia veterinária; Fisiologia do esforço; Enduro equestre.
Ano: 2010 URL: http://hdl.handle.net/10482/6983
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Pontes de miocárdio em ovinos da raça Santa Inês UnB - FAB
Melo, Flávia Azevedo Cavalcanti; Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Santana, Marcelo Ismar Silva; Benedicto, Hildebrando Gomes.
Foram analisadas a frequência, a topografia e a largura das pontes de miocárdio dos corações de vinte e seis ovinos adultos machos da raça Santa Inês obtidos após a coleta em frigoríficos e abatedouros da região de Brasília - DF. Os corações tiveram suas artérias coronárias direita e esquerda isoladas e preenchidas com solução aquosa a 50% de látex e, em seguida, foram fixados em solução aquosa a 10% de formaldeído. Posteriormente as pontes de miocárdio foram identificadas e avaliadas. A ocorrência de pontes de miocárdio foi observada em vinte e cinco casos (96,15%), sendo uma única ponte de miocárdio em vinte e um casos (80,76%), duas pontes em três casos (11,54%) e três pontes em um caso (3,85%). Em um caso (3,85%) não houve a ocorrência de pontes de...
Tipo: Article Palavras-chave: Coração; Miocárdio; Ovino.
Ano: 2010 URL: http://hdl.handle.net/10482/6999
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Sistematização da origem, da distribuição e dos territórios da artéria cerebral caudal na superfície do encéfalo em gatos UnB - FAB
Lima, Eduardo Maurício Mendes de; Prada, Irvênia Luiza de Santis; Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Santos, André Luis Quagliatto; Borges, Bárbara Oliveira; Paim, Tiago do Prado; Vianna, André Rodrigues da Cunha Barreto.
Foram estudados 26 encéfalos de gatos, adultos, sem diferenciação de sexo, sem raça definida, corados com látex e fixados por solução aquosa de formaldeído. As artérias cerebrais caudais, direita e esquerda, apresentaram-se únicas em 96,1 e 88,4% dos casos, respectivamente. Em 69,2% dos casos no antímero direito e 80,8% no esquerdo, a artéria cerebral caudal originou-se pela anastomose entre o ramo caudal da artéria carótida interna, com maior contribuição, e o ramo terminal da artéria basilar. Em 88,4% dos casos no antímero direito e em 84,6% no esquerdo, a artéria cerebral caudal originou a artéria tectal rostral e um ramo caudal. O ramo caudal bifurcou-se e vascularizou os colículos rostrais e caudais dos corpos quadrigêmeos e em alguns casos contribuiu...
Tipo: Article Palavras-chave: Encéfalo; Artéria cerebral caudal; Felis catus domesticus.
Ano: 2000 URL: http://hdl.handle.net/10482/7677
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Suprimento arterial do timo em gatos sem raça definida UnB - FAB
Silva, Frederico Ozanam Carneiro e; Severino, Renato Souto; Santos, André Luiz Quagliatto; Drummond, Sérgio Salazar; Silva, Marcos; Bombonato, Pedro Primo; Rezende, Renata Junqueira; Lima, Eduardo Maurício Mendes de.
Estudou-se a irrigação do timo em 30 gatos SRD, adultos, de ambos os sexos. Os animais foram coletados após morte natural, no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Uberlândia. O seu contigente arterial recebeu solução aquosa a 50%, de Neoprene Látex "450", corada com pigmento específico; em seguida, estes animais foram fixados em solução aquosa a 10%, de formol, por período mínimo de 48 horas; a partir de então, efetuaram-se as dissecações. Observou-se que o timo foi irrigado por ramos diretos e indiretos das artérias torácicas internas direita e esquerda, ramos diretos das artérias carótidas comuns direita e esquerda, artéria subclávia esquerda e ainda por ramos oriundos dos troncos braquiocefálico ebicarotídico....
Tipo: Article Palavras-chave: Gato; Timo; Artéria.
Ano: 2001 URL: http://hdl.handle.net/10482/7481
Registros recuperados: 26
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional