Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Armazenamento da maçã cv. golden delicious em atmosfera controlada com altas concentrações de CO2 e ultra-baixas de O2 Ciência Rural
Brackmann,Auri; Mazaro,Sérgio Miguel; Lunardi,Rosangela.
O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar os efeitos de altas concentrações de CO2, e ultra-baixas de O2, sobre as qualidades fisico-químicas, distúrbios fisiológicos e podridões durante o armazenamento em atmosfera controlada (AC) de maçãs da cv. 'Golden Delicious'. Os frutos foram armazenados nas temperaturas de -0,5°C e +0,5°C e umidade relativa do ar de 97%. As condições de AC foram 1.0% de O2, e 6.0% de CO2; 1,5% de O2, e 6,0% de CO2; 1,0% de O2, e 4,0% de CO2, 2.0% de O2, e 4.0% de CO2; 3,0% de O2, e 4,0% de CO2, Os parâmetros avaliados foram: firmeza da polpa, sólidos solúveis totais, acidez titulável, escaldadura, degenerescência interna e podridões. As avaliações foram realizadas em dois momentos: na abertura das câmaras (8,5 meses de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Maçã 'Golden Delicious'; Atmosfera controlada; Qualidade.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781998000200005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da suculência e da solubilização de pectinas em maçãs 'gala' armazenadas em atmosfera controlada, em função de diferentes pressões parciais de O2 e CO2 Ciência e Agrotecnologia
Lunardi,Rosangela; Brackmann,Auri; Neuwald,Daniel Alexandre; Zanatta,Jocemar Francisco; Silva,Jorge Adolfo da; Rombaldi,Cesar Valmor.
Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de pressões parciais de O2 e CO2 (1,0 kPa+2,5 kPa, 1,0 kPa+2,0 kPa, 0,8 kPa+2,0 kPa, 0,8 kPa+2,5 kPa e 20,8 kPa+0,03 kPa, respectivamente) em maçãs `Gala´ (Malus domestica Baumg.) armazenadas por 8 meses em atmosfera controlada (AC) sobre a perda de suculência, firmeza de polpa, conteúdo de pectina solúvel (PS) e atividade das enzimas pectinametilesterase (PME) e poligalacturonase (PG). A temperatura de armazenamento foi de 0,5°C e umidade relativa do ar, em torno de 96%. Ao final do período em AC e mais 7 dias a 20°C, foram avaliadas a suculência, firmeza de polpa, conteúdo de PS e atividades da PME e PG. As pressões parciais de 1,0 kPa de O2 + 2,0 kPa de CO2 e 0,8 kPa de O2 + 2,0 kPa de CO2 conferiram maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malus domestica; Conservação; Firmeza de polpa; Qualidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000100012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Frigoconservação e controle de podridões em laranja ‘valência’ Ciência Rural
Brackmann,Auri; Lunardi,Rosangela; Donazzolo,Joel.
Com o objetivo de estabelecer condições de armazenamento para a laranja ‘Valência’, foi conduzido um experimento avaliando o efeito de temperatura, condição de atmosfera controlada e aplicação pós-colheita de produtos químicos sobre a qualidade dos frutos e ocorrência de podridões. Foram avaliados os seguintes tratamentos: 0,5°C em armazenamento refrigerado (AR); 3°C em AR; 3°C em AR e tratamento com Iprodione (0,15% em imersão); 3°C em AR e tratamento com detergente (2% em imersão); 3°C em atmosfera controlada (AC) com ar e 5% de CO2; 3°C em AC com 10% de O2 e 5% de CO2; e, 7°C em AR. A umidade relativa do ar (UR) foi mantida entre 90 e 94%. As avaliações foram realizadas aos 60 e aos 84 dias de armazenamento. Os parâmetros avaliados foram: perda de peso,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Armazenamento; Podridões; Fungicida; Laranjas.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84781999000200010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Imersão em água quente no controle pós-colheita da podridão branca em maçãs cv. Fuji Trop. Plant Pathol.
Lunardi,Rosangela; Sanhueza,Rosa M. V.; Bender,Renar J..
O objetivo do presente trabalho foi determinar o efeito do tratamento com água quente no controle da podridão branca (Botryosphaeria dothidea) em maçãs (Malus domestica) cv. Fuji. Os tratamentos foram combinações de três tempos de imersão em água quente (1, 2, e 3 min) e três temperaturas da água (47, 49 e 52 °C), utilizando frutos inoculados com o patógeno. As maçãs foram armazenadas na temperatura de 0-1 °C em atmosfera controlada (AC) de 1,2 a 1,6 kPa de O2 e 0,2 a 0,4 kPa de CO2 e em ar refrigerado (AR). As amostras armazenadas foram avaliadas ao final um, três e cinco meses em AC ou AR mais sete dias em temperatura ambiente. Avaliou-se o diâmetro de lesão e variáveis da qualidade dos frutos. Os tratamentos de imersão em água quente reduziram o tamanho...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Controle físico; Botryosphaeria dothidea.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-41582003000400015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Suculência e solubilização de pectinas de maçãs 'Gala' submetidas a diferentes tempos de resfriamento e aplicação de 1-MCP Ciência e Agrotecnologia
Lunardi,Rosangela; Brackmann,Auri; Mello,Anderson Machado de; Freitas,Sérgio Tonetto de; Zanatta,Jocemar Francisco; Rombaldi,Cesar Valmor.
Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da aplicação pós-colheita de 1-metilciclopropeno (1-MCP, 625nL.L-1) e tempo de resfriamento (Resfriamento Lento (RL) = oito dias; Resfriamento Rápido (RR) = três dias) em maçãs 'Gala' armazenadas por seis meses em armazenamento refrigerado (AR) sobre a perda de suculência, a firmeza de polpa, o conteúdo de pectina solúvel (PS) e a atividade das enzimas pectinametilesterase (PME) e poligalacturonase (PG). A temperatura de armazenamento foi de 0,5°C. Ao final do período em AR e mais sete dias a 20°C, foram avaliados a suculência, a firmeza de polpa, o conteúdo de PS e as atividades da PME e PG. A aplicação de 1-MCP manteve a firmeza mais elevada e não afetou a suculência das maçãs após seis meses em AR; o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Suculência; Malus domestica; Qualidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000400020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Suculência e solubilização de pectinas em maçãs ‘Gala’, armazenadas em atmosfera controlada, em dois níveis de umidade relativa Ciência Rural
Lunardi,Rosangela; Brackmann,Auri; Sestari,Ivan; Zanatta,Jocemar Francisco; Silva,Jorge Adolfo da; Rombaldi,Cesar Valmor.
O objetivo deste trabalho foi o de avaliar o efeito de umidades relativas (UR) de 96 e 90%, em maçãs ‘Gala’ armazenadas por 8 meses em atmosfera controlada (AC) sobre a perda de suculência, firmeza de polpa, conteúdo de pectina solúvel (PS) e atividade das enzimas pectinametilesterase (PME) e poligalacturonase (PG). A temperatura de armazenamento em AC foi de 0,5°C. Ao final do período em AC e mais 7 dias a 20°C, foram avaliadas a suculência, a firmeza de polpa, o conteúdo de PS e as atividades da PME e PG. A UR na faixa de 96 a 90% não afetou a suculência, a firmeza, o conteúdo de PS e a atividade da PME, mas em 90% de UR ocorreu aumento da atividade da PG, após 8 meses em AC e mais 7 dias a 20°C.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malus domestica; Armazenamento; Pós-colheita.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000300014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Tratamento por água quente na qualidade de maçãs 'fuji', inoculadas artificialmente com Botryosphaeria dothidea, em armazenamento refrigerado Ciência Rural
Lunardi,Rosangela; Seibert,Eduardo; Pezzi,Ernani; Bender,Renar João.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a ocorrência de perdas físico-químicas em maçãs cultivar Fuji, previamente inoculadas com o fungo causador da podridão branca (Botryosphaeria dothidea (Moug.:Fr.) Ces. & De Not), em armazenamento refrigerado (AR), à temperatura de 0-1ºC. Os tratamentos foram combinações de 3 períodos (1, 2 e 3 minutos) e 3 temperaturas da água de imersão (47, 49 e 52ºC). As maçãs foram avaliadas após 1, 3 e 5 meses em AR e após 7 dias em temperatura ambiente. Ao final de cada período de armazenagem, as maçãs foram avaliadas para as seguintes variáveis: firmeza de polpa, sólidos solúveis totais (SST), acidez titulável e perda de peso. O tratamento térmico reduziu os teores de acidez titulável, aumentou os teores de SST, e pouco...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Tratamento térmico; Malus domestica Borkh.; Podridão branca.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782002000400003
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional