Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 13
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A tecnologia da fibra das novas cultivares para o nordeste: algodao 6M e 7MH e para o cerrado de Mato Grosso, CNPA ITA 96. Infoteca-e
SANTANA, J.C.F. de; FREIRE, E.C.; SOUZA, J.G. de; ANDRADE, F.P. de; FARIAS, F.J.C.; WANDERLEY, M.J.R.; LIMA, M.do S.N.; ANDRADE, J.E.O..
1999
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Algodao; Fibra; Tecnologia; Cultivares-6M; 7MH; Gossypium hirsutum; Brasil; Nordeste; Mato Grosso do Sul; Cotton; Fiber; Technology.
Ano: 1999 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/270965
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade Enzimaticas, particao de Carboidratos e Crescimento em Progenies de Algodoeiro Slecionadas para Alto e Baixo Teor de Amido nas Raizes. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; SILVA J.V. da.
Duas selecoes para alto e baixo teor em amido nas raizes do algodoeiro (Gossypium hirsutum L.), assim como a populacao original, foram estudadas num experimento em casa de vegetacao. Na populacao alto amido na raiz, a atividade amilolitica nas folhas aumentou, e. diminuiu na selecao para baixo amido, facilitando, assim, na primeira, a exportaca de assimilados, e reduzindoa na ultima. No tronco, a atividade de ß-amilase aumentou na populacao baixo amido, e nas raizes foi a atividade da invertase que aumentou na mesma populacao, o que representa a baixa disponibilidade de assimilados nessa selecao. Estas manipulacoes resultaram em mudancas no crescimento nas duas selecoes, menor na de alto amido, e maior na de baixo amido, enquanto que a precocidade da...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Translocacao; Reservas; Amilase; Invertase; Algodoeiro.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105698
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cultivares de algodao perene indicadas para o Nordeste do Brasil. Infoteca-e
ANDRADE, F.P.de; FREIRE, E.C.; SOUZA, J.G. de; SANTANA, J.C.F. de; GUEDES, A.R..
1998
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Algodao; Cultivar; Gossypium hirsutum; Brasil; Cotton.
Ano: 1998 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/270517
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estudos de parametros fisiologicos para a resistencia ao algodoeiro-Gossypium hirsutum L. a seca. Infoteca-e
SOUZA, J.G. de; BARREIRO NETO, M.; SILVA, J.B.V. da; GILES, J.A..
As secas do nordeste; Distribuicao de chuvas no nordeste; Aptidao para suportar a desidratacao; Ideotipos de plantas de algodao para condicoes de seca.
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Algodao; Herbaceo; Fisiologia; Resistencia; Seca; Gossypium hirsutum; Brasil; Nordeste; Cotton; Annual; Physiology.
Ano: 1982 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/262582
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fisiologia e produtividade do algodoeiro em solo encharcado na fase de plantula. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; BELTRAO, N.E.de M.; SANTOS, J.W. dos.
O algodoeiro herbáceo (Gossypium hirsutum L. r. latifolium Hutch.) é uma planta considerada sensível à deficiência de oxigênio do solo. O objetivo deste trabalho foi avaliar a fisiologia e produtividade do algodoeiro cultivar CNPA 7H, em casa de vegetação, submetido à anoxia, por encharcamento do solo, na fase de plântula. Foram conduzidos dois experimentos em blocos ao acaso, com sete períodos de encharcamento e seis repetições. No encharcamento de quatro dias ocorreu uma redução na atividade da invertase de 76,69%, da b-amilase de 77,37% e da redutase do nitrato de 51,10%. A fotossíntese foi afetada a partir do primeiro dia e alcançou decréscimo de 58,63% no décimo quarto dia de encharcamento; os carboidratos foram acumulando-se nas folhas, caule e...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Gossypium hirsutum; Metabolismo; Anoxia; Relacao planta-agua; Metabolism; Plant water relations.
Ano: 2001 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/103732
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influencia da Manipulacao Genetica do Teor de Acumulacao de Amido na Raiz Sobre a Fenologia do Algodao. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; SILVA, J.V..
A producao por selecao recorrente de linhas com teor elevado ou baixo de amido nas raizes do algodoeiro (Gossypium hirsutum L.r. latifolium Hutch.) teve profundas consequencias fenologicas. A precocidade, tamanho das capsulas e producao de algodao em caroco por unidade de superficie foliar, foram aumentadas na linha alto amido, diminuidos na linha baixo amido. O numero de ramos, a altura do primeiro no frutifero, a altura da planta, a area foliar e o numero de capsulas sao reduzidos pela selecao para alto amido e aumentados na linha baixo amido. A manipulacao do dreno-raiz parece, assim, ter afetado a particao de carboidratos e as relacoes de crescimento. Discutem-se as consequencias fisiologicas e agronomicas destas modificacoes.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Fonte; Dreno; Reservas; Morfologia.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105714
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Particao de Assimilados no Agodoeiro e o Crescimento do Fruto. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; SILVA, J.V. da.
Por cruzamento ao acaso de plantas de algodoeiro (Gossypium hirsutum L. r. latifo-lium Hutch) de diversas variedades, foram criadas duas populacoes, denominadas como G-1 e G-2. A primeira apresentou, em relacao a segunda, maior percentagem de fibra, menores peso de sementes e comprimento de fibras. A largura e o teor em proteina soluvel das folhas cotiledonarias da G-2 foram superiores em relacao a G-1. O teor em proteina soluvel das sementes da maca aumentou ate o decimo dia apos a floracao e, em seguida diminuiu. Os carpelos apresentaram um decrescimo constante das mesmas substancias com o aumento da idade. Os niveis de acucares soluveis na folha do caule e carpelos no 1o fruto do 1o ramo frutifero apresentaram uma pequena variacao aproximando-se o...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Percentagem de fibra; Proteina soluvel; Acucares soluveis; Amido; Flo-racao.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105615
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Partição de Assimilados nos Algodoeiros de Folhas Super-Okra e Normal. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; SILVA, J.V. da.
O teor de proteína solúvel é superior nas folhas de tipo super-okra ao das folhas de tipo normal da cv. Louisiana, embora não significativamente. A atividade amilolítica nas folhas não difere entre as linhagens, mas diminui significativamente com a idade. Enquanto que o teor em amido não difere com a idade da folha, ele é menor nas folhas da linhagem super-okra, assim como nos carpelos, sementes e raízes. A atividade da invertase, que está provavelmente ligada ao transporte de carboidratos, é maior nas folhas de super-okra que nas normais, enquanto que os carboidratos solúveis estão em menor quantidade nos carpelos da linhagem super-okra. Parece, assim, que super-okra, com a sua muito menor superficie fofiar, não é capaz de suprir as necessidades de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Açúcares solúveis; Amido; O-an-ffiase; Invertase; Proteína solúvel; Superfície foliar.
Ano: 1991 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/106199
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Plasticidade morfofisiológica do algodoeiro herbáceo em função da queda induzida das estruturas de reprodução. Infoteca-e
BELTRAO, N.E. de M.; SOUZA, J.G. de; AZEVEDO, D.M.P. de; NOBREGA, L.B. da..
Consideracoes gerais e o shedding fisiologico; Efeito do shedding induzido por agentes bioticos especialmente insetos,na producao no crescimento e no desenvolvimento do algodoeiro herbaceo.
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Algodao; Shedding; Fisiologia da Producao; Bioquimica; Praga; Bicudo; Doenca; Gossypium hirsutum; Anthonomus grandis; Brasil; Paraiba; Cotton; Pest; Boll weevill; Disease; Biochemical.
Ano: 1994 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/268569
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencialidades de alguns subprodutos do algodoeiro. I. Fitomassa e seu subproduto principal, a celulose. Infoteca-e
BELTRAO, N.E.de M.; SOUZA, J.G. de; PEREIRA, J.R..
2000
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Algodao; Subprodutos; Gossypium hirsutum.
Ano: 2000 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/271501
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Principais tecnologias desenvolvidas pela Embrapa Algodao no periodo de 1976 a 1996, e algumas tecnologias em desenvolvimento. Infoteca-e
BELTRAO, N.E. de M.; SOUZA, J.G. de; CARVALHO, L.P. de; BARROS, M.A.L..
Tecnologias desenvolvidas e/ou adaptadas; Algumas tecnologias promissoras em fase de pesquisa e desenvolvimento; Gergelim; Mamona; Sisal; Estudos basicos gerais; Formacao de banco de dados das culturas trabalhadas pela Embrapa Algodao; areas do conhecimento e estudos socioeconomicos; Zoneamento das culturas trabalhadas pela Embrapa Algodao; Referencias bibliograficas.
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Plantas oleaginosas; Fibrosas; Tecnologia; Brasil; Oleaginous; Fibrose; Plant; Technology.
Ano: 1997 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/269907
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Selecao de Tres Cultivares de Algodoeiro para Tolerancia a Germinacao em Condicoes Salinas. Repositório Alice
SILVA, M.J. da; SOUZA, J.G. de; BARREIRO NETO, M.; SILVA, J.V. da.
Procurou-se selecionar genotipos de algodoeiro herbaceo (Gossypium hirsu-tum L.) mais tolerantes a germinacao em solucao salina. Utilizaram-se sementes provenientes de tres ciclos de selecao nas cultivares Acala del Cerro, SU 0450-8909 e Allen 333-57 submeti-das (C3) ou nao (Co) a estresse salino durante a germinacao. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial, com seis tratamentos e nove repeticoes. Como substrato foi usado papel "germitest" e uma solucao mista de NaCl + CaCl2 (1 : 1 v/v), na concentracao de 9 atm. A cultivar Allen 333-57 mostrou um aumento consideravel e significativo de sua capacidade de germinação em condicoes salinas.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Salinidade; Sementes; Gossypium hirsutum; Melhoramento.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105621
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Utilizacao de Especies Diploides do Genero Gossypium em Estudos e Melhoramento para Resistencia a Seca de Algodoeiro Tetraploides. Repositório Alice
SOUZA, J.G. de; SILVA, J.V. da; ALVES NETO, F..
Linhas monossômicas, cada uma para um cromossomo diferente adicionado ao Gossypium hirsutum a partir de espécies diplóides selvagens, foram estudadas no que diz res-peito aos traços fisiológicos ligados à resistência à seca. Quatorze linhas com bom vigor e características fisiológicas excepcionais foram identificadas num conjunto de trinta e separa-das em dois grupos, segundo apresentavam alto ou baixo potencial hídrico após um trata-mento de seca. Estes dois grupos estão sendo usados em um programa de seleção recorrente para resistência à seca, visando facilitar a transferência de genes das espécies diplóides selva-gens para o G. hirsutum cultivado.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Gossypium hirsutum; Monossomicos; Melhoramento de plantas.
Ano: 1991 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105759
Registros recuperados: 13
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional