Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 54
Primeira ... 123 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Acúmulo de macro e micronutrientes nas folhas e caules do ramo produtivo da lichieira 'Bengal' durante um ano Ciência e Agrotecnologia
Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Siqueira,Dalmo Lopes de; Pereira,Márcio Eduardo Canto.
Estudou-se a composição de macro e micronutrientes em folhas e caule do ramo produtivo da lichieira 'Bengal' no período de julho de 1997 a setembro de 1998. Foram amostrados, quinzenal ou semanalmente, ramos do último surto de crescimento anterior a julho de 1997. A composição mineral de folhas e caule variou com o avanço da idade ocorrendo tendências de redução das quantidades de N, P, K, S, Fe, Cu, Zn e Mn nas folhas do início da amostragem até o final do florescimento. Do mesmo modo, o conteúdo foliar de todos os nutrientes, à exceção de Ca, Mg, Fe e Mn, reduziu-se nas folhas no período de emissão de novo surto de crescimento ocorrido a partir de fevereiro de 1998, após a colheita dos frutos. Isso indica a translocação daqueles nutrientes para os novos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Composição mineral; Conteúdo de nutrientes; Inflorescência; Nutrição de plantas.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542006000100001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Acúmulo de macro e micronutrientes nas inflorescências e frutos da lichieira "Bengal" Ciência Rural
Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Siqueira,Dalmo Lopes de; Pereira,Marcio Eduardo Canto; Pereira,Paulo Roberto Gomes.
Estudou-se o acúmulo de macro e micronutrientes durante o desenvolvimento da inflorescência e do fruto da lichieira "Bengal". Inflorescências e frutos foram colhidos quinzenal ou semanalmente, sendo os frutos separados das inflorescências a partir de 35 dias após a antese e em pericarpo, semente e arilo a partir de 77 dias após a antese. Os macro e micronutrientes foram avaliados em cada componente. O acúmulo dos macro e micronutrientes estudados na inflorescência e no fruto da lichieira "Bengal" seguiu, basicamente, os respectivos padrões de acúmulo de matéria seca nestes órgãos. N e K foram os nutrientes presentes em maior quantidade na inflorescência/haste floral. Aos 112 dias após a antese, época da colheita comercial dos frutos, o arilo foi o maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Nutrição mineral da lichia; Acúmulo de matéria seca; Exportação de nutrientes.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000300011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Acúmulo e distribuição de nutrientes em banana 'Mysore' em desenvolvimento Rev. Bras. Frutic.
Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Puschmann,Rolf; Siqueira,Dalmo Lopes de; Nolasco,Claudio de Azevedo.
Foram determinados o acúmulo de matérias fresca e seca e dos nutrientes N, P, K, Ca, Mg, Zn, Fe e Mn em bananas 'Mysore', desde a antese floral da primeira penca feminina até o completo amadurecimento. O desenvolvimento dos frutos foi lento até o 42º dia após a antese, acelerando-se posteriormente. A fase de acúmulo máximo de minerais coincidiu com a de acúmulo máximo de matéria fresca, ou seja, 112 dias após a antese. A ordem de exportação de macronutrientes pelos frutos, em seu estádio de máximo acúmulo de matéria fresca, expressa em kg t-1 de fruto fresco, foi 3,61 para K; 0,98 para N; 0,27 para Mg; 0,19 para P e 0,12 para Ca. Quanto aos micronutrientes, a ordem de exportação, expressa em g t-1 de fruto fresco, foi 7,92 para Mn; 5,99 para Fe e 2,92 para...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musa spp.; Macronutrientes; Micronutrientes; Casca; Polpa.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452004000200027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aplicação da análise espacial na avaliação de experimentos de seleção de clones de laranjeira Pêra Ciência Rural
Maia,Emanuel; Siqueira,Dalmo Lopes de; Carvalho,Sérgio Alves de; Peternelli,Luiz Alexandre; Latado,Rodrigo Rocha.
Em experimentos de competição de cultivares de citros, geralmente são utilizados muitos tratamentos, o que requer o emprego de grandes blocos e parcelas com poucas plantas. Tem sido debatido que, nessas condições, pode ocorrer a correlação entre parcelas vizinhas, violando assim a pressuposição de erros independentes da análise de variância. O presente trabalho teve por objetivo avaliar diferentes parametrizações de modelos, considerando ou não a dependência espacial entre parcelas, em dois experimentos de competição de clones de laranjeira Pêra (Citrus sinensis L. Osbeck). Foi utilizada a estrutura auto-regressiva separável de primeira ordem (AR1 x AR1) como modelo de dependência espacial entre os erros. Os resultados encontrados apontam que a modelagem...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus sinensis; Produtividade; Volume de copa; Autocorrelação espacial; Modelos auto-regressivos; Melhoramento de plantas.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000100002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do potencial hídrico foliar, umidade do solo e temperatura do ar no período pré- florescimento dos citros Ciência e Agrotecnologia
Cruz,Maria do Céu Monteiro da; Rocha,Railene Hérica Carlos; Siqueira,Dalmo Lopes de; Salomão,Luiz Carlos Chamhum.
O trabalho foi conduzido em um pomar de citros localizado no Setor de Fruticultura do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa-UFV/Viçosa-MG, no período de março a setembro de 2004. O objetivo foi avaliar a influência do potencial hídrico das folhas e do solo sobre o florescimento da tangerineira 'Poncã', laranjeira 'Serra d'Água'e limeira ácida 'Tahiti' nas condições climáticas de Viçosa-MG. A temperatura do ar (ºC) e a precipitação pluviométrica (mm) foram avaliadas diariamente durante o período experimental. O potencial hídrico no solo e nas folhas foi avaliado em dois horários (7:00 às 8:00 h manhã e 13:00 às 14:00 h tarde). As cultivares utilizadas foram laranjeira 'Serra d'Água'(Citrus sinensis (L.) Osb.), tangerina 'Poncã'...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus; Potencial hídrico; Florescimento; Indução floral.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542007000500003
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características físicas do maracujá-azedo em função do genótipo e massa do fruto Rev. Bras. Frutic.
Santos,Carlos Eduardo Magalhães dos; Bruckner,Claudio Horst; Cruz,Cosme Damião; Siqueira,Dalmo Lopes de; Pimentel,Leonardo Duarte.
Foram estudas as características físicas dos frutos de progênies de maracujazeiro-azedo e as correlações entre estas características. De uma planta de cada progênie, foram colhidos vários frutos resultantes de polinização natural, pesados e divididos em duas classes de massa do fruto (1:180 a 230g e 2:80 a 130 g). Posteriormente, de cada classe de massa, foram retirados 2 frutos, aleatoriamente, para serem mensuradas as características físicas: massa (g), massa da casca (g), massa de sementes (g), massa de suco (g), comprimento longitudinal (mm), diâmetro equatorial (mm), espessura da casca (mm), número de sementes, quantidade de suco por semente (g), relação entre a espessura da casca e o raio, relação entre o comprimento longitudinal e o diâmetro...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Passiflora edulis; Seleção; Qualidade do fruto.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452009000400025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características físico-químicas da laranja-pera em função da posição na copa Rev. Bras. Frutic.
Lemos,Lorena Moreira Carvalho; Siqueira,Dalmo Lopes de; Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Cecon,Paulo Roberto; Lemos,João Paulo.
O objetivo foi avaliar as características físico-químicas dos frutos colhidos em diferentes posições da copa de laranjeiras 'Pera'. A copa foi dividida em três alturas (basal, intermediária e apical), dois lados (lados opostos da copa, voltados para as entrelinhas - leste e oeste) e duas posições (periferia e 30 cm para o interior da copa). A colheita dos frutos ocorreu em 09-07-09. Os frutos da periferia da copa apresentaram maiores valores de massa fresca, diâmetro longitudinal, diâmetro transversal, espessura do flavedo, teor de sólidos solúveis, índice de maturação e coloração da casca mais amarela que os frutos da parte interna da copa. Quanto às concentrações de vitamina C e acidez titulável, os frutos colhidos da periferia da copa foram os que...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amostragens; Citrus sinensis; Ponto de colheita.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452012000400016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização de acessos de mangueira Ubá na Zona da Mata Mineira Ciência Rural
Oliveira,Girlaine Pereira; Siqueira,Dalmo Lopes de; Silva,Danielle Fabíola Pereira da; Matias,Rosana Gonçalves Pires; Salomão,Luiz Carlos Chamhum.
Objetivou-se realizar a caracterização física e química de acessos de manga Ubá na região da Zona da Mata de Minas Gerais, visando a identificar materiais de interesse industrial. Frutos fisiologicamente maduros foram colhidos e transportados para o Laboratório de Análise de Frutas da UFV, onde foram lavados, tratados com fungicida Prochloraz (Sportak 450 CE, Hoeschst Schering AgrEvo UK Ltd., Inglaterra), na dose de 49,5g100L-1 de água, por 10 minutos e secos ao ar. Em seguida, foram tratados com Ethephon, ácido 2-cloroetil fosfônico, (Ethrel 240g de ethephon.L-1, RHône-Poulenc Agro Brasil LTDA) na concentração de 1g i.a.L-1 juntamente com espalhante adesivo Adesil (760g i L-1, Nufarm Indústria Química e Farmacêutica S.A.) na concentração de 20mL 100L-1...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Mangifera indica; Qualidade de fruto; Composição física e química.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000600004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Componentes genéticos aditivos e não aditivos em maracujazeiro-azedo PAB
Santos,Carlos Eduardo Magalhães dos; Bruckner,Claudio Horst; Cruz,Cosme Damião; Siqueira,Dalmo Lopes de; Rosado,Luciana Domiciano Silva.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os componentes genéticos aditivos e não aditivos em caracteres qualitativos e produtivos de maracujazeiro, para determinar a ocorrência de efeitos genéticos dominantes. Foram estudados 12 híbridos F1, obtidos entre duas populações distintas, com uso do delineamento II de Comstock e Robinson. Durante o primeiro e o segundo ano (safrinha e primeira safra, respectivamente), foram avaliados os seguintes caracteres: número de frutos por planta, produção estimada, massa de fruto, massa de casca, massa de polpa, comprimento longitudinal, diâmetro equatorial, espessura de casca, teor de sólidos solúveis totais, acidez titulável total e coloração da polpa. A produção do biênio 2004/2005 foi estimada a partir do número total de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Passiflora edulis; Genética quantitativa; Heterose; Produtividade; Qualidade; Seleção recorrente.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2011000500005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Comprimento de estacas e parte do ramo na formação de mudas de aceroleira Rev. Bras. Frutic.
Lima,Rosiane de Lourdes Silva de; Siqueira,Dalmo Lopes de; Weber,Olmar Baller; Cazetta,Jairo Osvaldo.
A capacidade rizogênica, a brotação e o vigor de estacas caulinares de aceroleira foram avaliados em condições de casa de vegetação na Embrapa Agroindústria Tropical, em Fortaleza-CE, no período de novembro de 2000 a janeiro de 2001, objetivando determinar a parte do ramo e o tamanho mais apropriado para estaquia. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, no esquema fatorial 3x3, correspondendo a três posições no ramo (apical, mediano e basal) e três comprimentos de estacas (10; 15 e 20 cm), com três repetições de 10 estacas por parcela. As estacas, colhidas de plantas com 2,5 anos de idade, foram plantadas em tubetes de 288cm³ contendo uma mistura de casca de arroz carbonizada e vermicomposto, na proporção volumétrica de 2:3, e cultivadas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malpighia emarginata; Estaquia; Tipo de estaca; Tamanho.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452006000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle da antracnose na pós-colheita de bananas-'prata' com produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais Rev. Bras. Frutic.
Negreiros,Ricardo José Zimmermann de; Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Pereira,Olinto Liparini; Cecon,Paulo Roberto; Siqueira,Dalmo Lopes de.
Produtos alternativos aos agrotóxicos convencionais foram avaliados no controle da antracnose causada por Colletotrichum musae em pós-colheita de bananas 'Prata' [Musa spp. (AAB)]. Foram utilizados buquês com três frutos, com diâmetro médio de 32 mm a 36 mm, no estádio pré-climatérico, com coloração de casca totalmente verde. Os frutos foram pulverizados com uma suspensão de conídios de C. musae, na concentração de 2,5x10(5) conídios/mL e mantidos em câmara úmida a 25 ºC, por 24 horas. Após esse período, foram pulverizados com as caldas dos produtos alternativos extrato cítrico 'Biogermex', óleo de nim 'Organic Neem' e óleo de alho 'Probinatu', na concentração de 10,0 mL/L, óleo de pimenta-longa e óleo de cravo-da-índia na concentração de 5,0 mL/L e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Qualidade pós-colheita; Colletotrichum musae; Fungos fitopatogênicos; Óleos e extratos vegetais.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000100007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Controle da antracnose na pós-colheita de manga 'Ubá' com o uso de produtos alternativos Rev. Bras. Frutic.
Lemos,Lorena Moreira Carvalho; Coutinho,Paulo Henrique; Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Siqueira,Dalmo Lopes de; Cecon,Paulo Roberto.
Foi avaliada a eficácia de produtos alternativos aos agroquímicos no controle da antracnose na pós-colheita de mangas 'Ubá'. Frutos fisiologicamente maduros foram pulverizados até o completo molhamento, com suspensão de conídios de Colletotrichum gloeosporioides, na concentração de 2,5 x 10(5) conídios/mL. Após a secagem ao ar, foram pulverizados com água destilada (testemunha), tween 20 (8 mL/L de solução), Prochloraz (1,10 mL de Sportak 450 EC/L de solução), óleo de alho (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20), óleo de amêndoa de Acrocomia aculeata + leite em pó instantâneo (LPI) (25 mL/L+ 10 g LPI/L), óleo de amêndoa de A. aculeata + tween (25 mL/L + 8 mL/L de tween 20), biofertilizante agro-mos® (100 µL/L), óleo de neen (10 mL/L + 8 mL/L de tween 20), quitosana...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Manejo de doença; Óleos vegetais; Conservação pós-colheita.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000400006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento de frutos da tangerineira 'Poncã' (Citrus reticulata Blanco) Rev. Bras. Frutic.
Esposti,Marlon Dutra Degli; Siqueira,Dalmo Lopes de; Cecon,Paulo Roberto.
Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o desenvolvimento de frutos da tangerineira Poncã, desde o pegamento até a colheita dos frutos, em Viçosa - Minas Gerais. O desenvolvimento do fruto seguiu uma curva do tipo sigmóide simples, sendo a fase I compreendida da antese até o 85º dia após o pleno florescimento, com um período de transição na fase II, que foi até o 101º dia após o pleno florescimento. A fase II teve início logo após a fase de transição, prolongando-se até o 251º dia após o pleno florescimento. A fase III, de amadurecimento do fruto, iniciou-se no 251º dia após o pleno florescimento e prolongou-se até a colheita dos frutos, a qual foi realizada no 276º dia após o pleno florescimento.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Florescimento; Massa do fruto; Diâmetro do fruto.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000300016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento dos frutos de laranjeira 'Salustiana' situados em ramos anelados com diversas relações de folhas/frutos Rev. Bras. Frutic.
Siqueira,Dalmo Lopes de; Guardiola,José Luiz; Souza,Emanuel Fernando Maia de.
A relação entre a área foliar e o crescimento dos frutos é um tema que freqüentemente recebe a atenção dos pesquisadores, por influenciar diretamente na produtividade das plantas e na qualidade dos frutos. Neste trabalho, avaliou-se o efeito da área foliar sobre o crescimento dos frutos da laranjeira 'Salustiana'. Foram utilizados ramos com 12 meses de idade e com apenas um fruto terminal. Os ramos foram anelados visando a manter diversas relações de folhas/fruto. Avaliaram-se, semanalmente, o crescimento dos frutos e os teores de amido presentes nas folhas durante um período de 42 dias. O crescimento dos frutos, avaliado na "fase de crescimento II", dependeu da área foliar disponível por fruto, sendo que 30 folhas foram suficientes para garantir o seu...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Relações fonte-dreno; Citrus sinensis (L.) Osbeck; Amido.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento vegetativo e intensidade de cor verde das folhas de limeira ácida 'Tahiti' anelada e tratada com ácido giberélico Ciência Rural
Pereira,Cassiano Spaziani; Siqueira,Dalmo Lopes de; Santos,Dierlei dos; Salomão,Luiz Carlos Chamum; Cecon,Paulo Roberto.
Neste trabalho, o objetivo foi avaliar se o anelamento de ramos reduz o crescimento vegetativo em limeiras ácidas 'Tahiti' e se a aplicação de AG3 é capaz de recuperá-lo. O delineamento utilizado foi em blocos casualizados, em esquema fatorial, com cinco repetições. O primeiro fator consistiu na aplicação foliar de quatro concentrações de AG3 (0, 7, 14 e 21mg L-1), quando cerca de 80% das pétalas haviam sofrido abscisão. O segundo fator referiu-se aos tratamentos sem anelamento, anelamento no início do florescimento e anelamento um mês após o florescimento. As variáveis analisadas foram altura das plantas, comprimento dos ramos, diâmetro e volume das copas, e intensidade de cor verde das folhas. A aplicação de AG3 não causou efeito sobre o crescimento...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus latifolia Tan.; Anelamento; AG3; Índice SPAD.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000900010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de bananeiras cultivadas em ambiente protegido sob efeito do paclobutrazol aplicado nas folhas Rev. Bras. Frutic.
Maia,Emanuel; Siqueira,Dalmo Lopes de; Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Peternelli,Luiz Alexandre; Ventrella,Marília Contin; Cavatte,Rithiely Paschoa Queiroz.
Com o objetivo avaliar os efeitos do paclobutrazol aplicado via foliar sobre o desenvolvimento de bananeiras cultivadas em ambiente protegido, durante o primeiro ciclo de produção, foi instalado um experimento seguindo o esquema fatorial, com cinco doses do produto (0; 0,5; 1,0; 1,5 e 2,0 g de i.a. planta-1), combinados com duas cultivares, 'Prata-Anã' e 'FHIA 01'. O paclobutrazol não influenciou em características como o número de dias do plantio ao florescimento e área foliar total. Contudo houve uma redução do número de perfilhos produzidos por planta, da circunferência do pseudocaule e uma redução média de 20% da altura do pseudocaule.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Musa spp.; Regulador crescimento; Perfilhos; Análise de crescimento.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000400025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento do fruto da lichieira (Litchi chinensis Sonn.) 'Bengal' Rev. Bras. Frutic.
Salomão,Luiz Carlos Chamhum; Siqueira,Dalmo Lopes de; Pereira,Marcio Eduardo Canto.
Estudou-se o desenvolvimento do fruto da lichieira (Litchi chinensis Sonn.) 'Bengal'. Realizaram-se amostragens semanais, com início aos 35 dias após a antese e término no início da senescência dos frutos. A partir do 77º dia após a antese, os frutos foram decompostos em pericarpo, semente e arilo. A antese ocorreu na primeira semana de setembro. Foram ajustados modelos sigmoidais simples para acúmulo de matéria seca, comprimento e diâmetro. Para o acúmulo de matéria seca, uma fase inicial, de crescimento lento, prolongou-se até o 63º dia após a antese e coincidiu com um período de intensa queda natural de frutos. Do 63º ao 98º dia após a antese, houve uma fase de rápido acúmulo de matéria seca. Até o 77º dia, pericarpo e semente foram os principais...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Litchi chinensis; Inflorescência; Fenologia; Frutificação; Maturação; Colheita.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452006000100006
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento do limoeiro 'Volkameriano' (Citrus volkameriana Pasq.) submetido a doses de paclobutrazol e ácido giberélico Rev. Bras. Frutic.
Siqueira,Dalmo Lopes de; Cecon,Paulo Roberto; Salomão,Luiz Carlos Chamhum.
O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar os efeitos de concentrações de paclobutrazol (PBZ) e ácido giberélico (GA3) sobre o desenvolvimento de plantas de limoeiro 'Volkameriano' cultivadas em sacolas plásticas, contendo 2,5 dm³ de substrato. O experimento foi montado em esquema fatorial 4x 2, sendo quatro concentrações de PBZ (0; 75; 150 e 225 mg do i.a. planta-1) e duas de GA3 (0 e 20 mg do i.a. L-1), no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições e cinco plantas por unidade experimental. Concentrações crescentes de PBZ reduziram o comprimento e diâmetro de caule, comprimento dos entrenós e área foliar, e aumentaram a massa foliar específica e as unidades SPAD. O GA3 reverteu a ação do PBZ. A aplicação de concentrações...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Citrus volkameriana; Porta-enxerto; Retardadores de crescimento.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000300034
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento dos frutos de lulo (Solanum quitoense LAM), em Viçosa-MG Rev. Bras. Frutic.
Matarazzo,Pedro Henrique Monteiro; Siqueira,Dalmo Lopes de; Salomao,Luiz Carlos Chamhum; Silva,Danielle Fabíola Pereira da; Cecon,Paulo Roberto.
O lulo é um fruto tropical e exótico, originário dos Andes, tem cor laranja quando maduro, e é uma baga globosa, assemelha- se a um tomate, o epicarpo é grosso e coriáceo, sua polpa é verde-clara, pegajosa, ácida e suculenta, contendo muitas sementes. Objetivou-se acompanhar as características físicas, químicas e fisiológicas ocorridas durante o desenvolvimento do fruto de lulo, da antese ao amadurecimento completo, em Viçosa-MG. Os frutos apresentaram um padrão de crescimento sigmoidal simples em resposta à variação do tempo. O desenvolvimento do fruto foi dividido em três fases. A primeira foi até os 7,39 dias após a antese (DAA), sendo caracterizada pela alta taxa respiratória, provavelmente devido à intensa multiplicação celular, e o pericarpo...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Análise de crescimento; Ponto de colheita; Fruto exótico.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452013000100016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Development of mango wilt in mango cultivars submitted to salt stress Bragantia
Vieccelli,Juliana Cristina; Araujo,Leonardo; Lopes,Ueder Pedro; Siqueira,Dalmo Lopes de; Rodrigues,Fabrício de Ávila.
ABSTRACT Mango wilt, caused by Ceratocystis fimbriata, is one of the most important diseases affecting mango yield worldwide. Salt stress can affect host defense responses against pathogens infection. The aim of this study was to evaluate the development of mango wilt in 2 mango cultivars submitted to salt stress. Mango plants from cultivars Tommy Atkins and Ubá, considered to be moderately resistant and resistant to mango wilt, respectively, were grown in plastic pots which contained 20 kg of washed sand and daily irrigated with 3 L of a modified Hoagland solution during 40 days before being submitted to salinization. For this process of salinization, the plants received nutrient solution containing 0, 30, 60, and 90 mmol∙L–1 of sodium chloride (NaCl)...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ceratocystis fimbriata; Mangifera indica; Resistance; Salinity; Vascular pathogen.
Ano: 2017 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052017000300372
Registros recuperados: 54
Primeira ... 123 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional