Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise faunística de cochonilhas (hemiptera: sternorrhyncha) na cultura da videira no município de Pinto Bandeira, Rio Grande do Sul, Brasil. Repositório Alice
PARIS, P.; PERUZZO, L.; ZADRA, W. C.; POLLETO, G.; WOLFF, V. R. dos S.; BOTTON, M.; AZEVEDO FILHO, W. S. de.
O Rio Grande do Sul é o principal estado produtor de uvas e vinhos do país, com destaque para a região da Serra Gaúcha. Um dos principais problemas enfrentados pelos viticultores é a presença de cochonilhas que ocorrem na parte aérea da cultura e que, dependendo da severidade dos danos causam a morte da planta. Nesse trabalho foi realizada uma análise faunística das cochonilhas presentes na parte aérea de videiras, no município de Pinto Bandeira, RS. As amostragens foram realizadas quinzenalmente em vinhedo comercial de 1 ha de Vitis vinifera L. cultivar Merlot. Foram coletadas amostras de cochonilhas presentes no ritidoma e brotações, de janeiro de 2011 a janeiro de 2013. A triagem e identificação dos espécimes foram realizadas em laboratório com o...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cochonilhas; Vitis vinífera; Análise faunística; Uva; Vinho; Vitis vinifera; Viticultura.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1007663
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diaspidídeos e parasitoides associados ao cultivo da videira no Rio Grande do Sul, Brasil. Repositório Alice
WOLFF, V. R. dos S.; BOTTON, M.; SILVA, D. C. da.
As cochonilhas-com-escudo (Hemiptera, Diaspididae) têm causado prejuízos significativos à cultura da videira no Rio Grande do Sul, principalmente em Vitis labrusca L. da cv. Niágara. No período de setembro de 2009 a outubro de 2011, foi realizado um inventário das espécies de Diaspididae ocorrentes no tronco das videiras e dos parasitoides associados. Foram avaliadas 32 propriedades localizadas nos municípios de Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Flores da Cunha e Sarandi-RS. A espécie mais frequente e abundante foi Hemiberlesia lataniae (Signoret, 1869). Melanaspis arnaldoi (Costa Lima, 1924) e Pseudaonidia marquesi Costa Lima, 1924 foram registradas pela primeira vez em V. labrusca. Todas as espécies de cochonilhas apresentaram perfurações nos escudos...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Videira; Niágara; Hemiberlesia lataniae; Melanaspis arnaldoi; Pseudaonidia marquesi; Cochonilhas-com-escudo; Viticultura; Uva; Vitis labrusca; Praga de planta; Controle integrado; Tronco; Viticulture; Grapes.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001171
Registros recuperados: 2
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional