Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ácaro da leprose Bvevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939): combate experimental em laranjeiras Anais da ESALQ
Mariconi,F.A.M.; Rangel,R.C.; Hamamura,R.; Clari,A.I.; Mesquita,L.F.; Cardoso,M.A.C.; Regitano,E.B..
Com o objetivo de combater o ácaro da leprose foi montado um campo experimental com os seguintes tratamentos: A) testemunha; B) clofentezina, 9,45g; C) clofentezina, 9,45g + alquenóis multimetílicos, 0,4g; D) quinometionato, 25,Og; E) quinometionato, 37,5g; F) piretróide RU-1.000, l,76g; G) piretróide RU-1.0Q0, 2,0g; H) dicofol, 37,0g (tratamento padrão). As quantidades citadas são de ingredientes ativos em 1000 litros de calda (Tabela 1). Cada laranjeira foi pulverizada com 6 litros de calda, aplicada com pulverizador costal motorizado. Foram feitas 6 avaliações: a prévia (03 dias antes da pulverização) e 5 pos-aplicaçao (05, 14, 18, 26 e 35 dias após a aplicação). Pela análise dos resultados obtidos verifica-se que os tratamentos B, F, G e H. foram os...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro da leprose; Citros; Laranjeiras; Combate químico; Piretróide.
Ano: 1989 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0071-12761989000200012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Combate experimental ao ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) em citros Scientia Agricola
Campos Neto,H.M.; Moura,E.; Passos,H.R.; Ciniglio Neto,F.; Mariconi,F.A.M.; Scarpari Filho,J.A..
Com o objetivo de combater o ácaro Brevipalpus phoenicis (Geijskes), transmissor do vírus da leprose, foi estudada a eficiência de diferentes defensivos químicos. Os tratamentos foram seis, cada um com quatro repetições. A) propargite (0,05<IMG SRC="/img/revistas/sa/v50n2/15x.gif" WIDTH=8 HEIGHT=12> CE 72%) + enxofre (1,0<IMG SRC="/img/revistas/sa/v50n2/15x.gif" WIDTH=8 HEIGHT=12> SC 75%); B) peropal (0,1 kg PM 25%); C) quinometionato (0,05 kg PM 70%) (padrão); D) dicofol + tetradifom (0,2<IMG SRC="/img/revistas/sa/v50n2/15x.gif" WIDTH=8 HEIGHT=12> CE 16% + 6%); E) propargite (0,075<IMG SRC="/img/revistas/sa/v50n2/15x.gif" WIDTH=8 HEIGHT=12> CE 72%); F) testemunha. Cada laranjeira recebeu dez litros de calda numa única aplicação;...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Brevipalpus phoenicis; Ácaro da leprose; Citros; Juvenóide; Acaricida.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161993000200015
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Detecção e monitoramento da resistência de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae) ao dicofol Anais da SEB
Omoto,Celso; Alves,Everaldo B.; Ribeiro,Paulo C..
Um método de bioensaio residual foi utilizado para caracterizar a resistência de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) ao acaricida dicofol. Arenas confeccionadas com folhas de laranjeira foram pulverizadas com diferentes concentrações de dicofol com o auxílio da torre de Potter. Posteriormente, as arenas foram acondicionadas em placas de acrílico contendo uma solução a 2,3% de ágar-água. Após a transferência de ácaros adultos para a arena pulverizada, as placas foram mantidas a 25±1ºC, umidade relativa de 70±10% e fotofase de 14h. A avaliação da mortalidade foi realizada 24h após a infestação dos ácaros. As CL50s estimadas para as linhagens susceptível e resistente ao dicofol foram 7,44 µg de dicofol / mL de água destilada [ppm (I.A.)] (IC 95% 6,74 - 8,23) e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro da leprose; Citrus sinensis; Controle químico; Manejo da resistência.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0301-80592000000400016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Dimensionamento de amostras para monitoramento do ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) em citros Rev. Bras. Frutic.
Lopes,Mariana Vilela; Oliveira,Carlos Amadeu Leite; Barreto,Modesto; Barbosa,José Carlos; Rossi,Fernanda Maria.
O controle do ácaro Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939), transmissor do vírus da leprose, deve ser realizado quando sua população atinge o nível de ação, obtido pelo monitoramento de sua população, por meio de amostragens. Objetivou-se determinar o tamanho da amostra aceitável para estimar a população do ácaro, para posterior tomada de decisão. O experimento foi realizado na Fazenda Cambuhy, Matão - SP, no ano agrícola 2003-2004. Escolheu-se ao acaso um talhão da variedade Valência, com oito anos de idade, plantada no espaçamento 7x3,5m, com 2.480 plantas. Nesse talhão, foram inspecionados 1; 2; 3; 5; 10 e 100% das plantas, o que corresponde a 25; 50; 74; 124; 248 e 2.480 plantas, respectivamente, em caminhamento no sentido das linhas de plantio. Foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Amostragem; Ácaro da leprose; Citros.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452007000300047
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da adição de óleos ao acaricida cyhexatin sobre o ácaro Brevipalpus phoenicis e na retenção de calda por folhas de citros Rev. Bras. Frutic.
Andrade,Daniel Júnior de; Ferreira,Marcelo da Costa; Santos,Natali Calazança dos.
A adição de óleos à calda de pulverização, muitas vezes, é utilizada a campo sem o adequado conhecimento sobre a absorção do produto fitossanitário pelo alvo, retenção de calda e até mesmo sobre a praga e a cultura. O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da adição de óleos ao acaricida cyhexatin sobre o ácaro Brevipalpus phoenicis e na retenção de calda por folhas de citros. Avaliou-se a mortalidade de ácaros, utilizando-se de frutos de laranja com uma arena circundada com cola entomológica para confinar os ácaros. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial, constituído pelos fatores: duas formulações de cyhexatin (WG e SC), dois tipos de óleo (mineral e vegetal) e duas concentrações dos óleos (0,5 e 1,0%), e mais dois...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Leprose dos citros; Ácaro da leprose; Tecnologia de aplicação e adjuvante.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452010000400014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ensaio de combate ao ácaro da leprose de citros Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) com novo juvenóide e outros acaricidas Scientia Agricola
Clari,A.I.; Cardoso,M.A.C.; Hamamura,R.; Rangel,R.C.; Regitano,E.B.; Mesquita,L.F.; Marconi,F.A.M..
Foi montado um ensaio visando conhecer a eficiência do flucicloxurom (juvenóide constituído de benzoil-fenil-uréia substituída), do propargite e do bromopropilato, no combate ao acaro da leprose (Brevipalpus phoenicis Geijskes, 1939). Os produtos foram empregados nas seguintes dosagens: A) testemunha; B) flucicloxurom, 10g; C) flucicloxurom, 15g; D) flucicloxurom, 20g; E) flucicloxurom, 30g; F) propargite, 72g; G) bromopropilato, 37,5g (tratamento padrão), sendo os valores supracitados quantidade de ingrediente ativo por 100 litros de calda. Foram aplicados 6 litros de calda por laranjeira, com pulverizador motorizado costal. Foram feitas 5 avaliações do combate: uma prévia (02 dias antes da pulverização) e quatro outras (07, 20, 34 e 50 dias...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro da leprose; Brevipalpus phoenicis; Controle químico; Laranjeiras; Juvenóide.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-90161993000100010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Mistura de dicofol com fempiroximato no manejo da resistência de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae) ao dicofol Anais da SEB
Alves,Everaldo B.; Omoto,Celso; Franco,Claudio R..
A mistura dos acaricidas dicofol e fempiroximato para o manejo da resistência de Brevipalpus phoenicis (Geijskes) ao dicofol foi avaliada no presente estudo. Inicialmente, a interação de dicofol e fempiroximato foi testada a partir das CL25s de cada produto para as linhagens de B. phoenicis suscetível (S) e resistente (R) ao dicofol. Foi observada uma interação sinérgica da mistura para as duas linhagens. Posteriormente, a persistência da atividade biológica dos resíduos de dicofol (na concentração comercial de 360 g de ingrediente ativo [I.A.] / 1.000 L de água), fempiroximato (50 g de I.A. / 1.000 L de água) e mistura de dicofol e fempiroximato (240 e 25 g de I.A. / 1.000 L de água, respectivamente) foi avaliada em um pomar comercial de citros. Após a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro da leprose; Citrus sinensis; Controle químico; Sinergismo.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0301-80592000000400020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Patogenicidade de fungos para o ácaro da leprose Brevipalpus phoenicis (Geijskes, 1939) (Acari: Tenuipalpidae) Agronomy
Albuquerque, Fernando Alves de; UEM; Arantes, Andréia Marcia Vaine Tavares; UNESP; Correia, Antonia do Carmo Barcelos; UNESP.
Neste trabalho, procurou-se avaliar a patogenicidade de Metarhizium anisopliae, Verticillium lecanii, Aschersonia sp. e Paecilomyces sp. sobre Brevipalpus phoenicis em condições de laboratório. O experimento constou de 5 tratamentos e 5 repetições, sendo que cada parcela constou de um fruto de laranja-pêra com 15 fêmeas de B. phoenicis. Os frutos com ácaros foram pulverizados com suspensão aquosa na concentração de 2,27x106 conídios viáveis/ml e espalhante adesivo, sendo as parcelas testemunhas pulverizadas com água estéril e espalhante adesivo. Os frutos com ácaros foram mantidos em câmara climatizada (28 &plusmn; 1ºC, 75 &plusmn; 10% de UR e fotofase de 12h) e a mortalidade avaliada diariamente, durante 11 dias. A confirmação da mortalidade por...
Palavras-chave: 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias Brevipalpus phoenicis; Ácaro da leprose; Patogenicidade de fungos 5.00.00.00-4 Ciências Agrárias.
Ano: 2000 URL: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/ActaSciAgron/article/view/2857
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Resistência cruzada entre o dicofol e outros acaricidas em Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae) Anais da SEB
Alves,Everaldo B.; Omoto,Celso; Franco,Claudio R..
Relações de resistência cruzada entre o dicofol e alguns acaricidas recomendados na cultura de citros foram avaliadas em Brevipalpus phoenicis (Geijskes) para identificar produtos alternativos a serem utilizados em um programa de manejo da resistência ao dicofol. Linhagens de B. phoenicis susceptível e resistente ao dicofol foram testadas com os acaricidas óxido de fenbutatina, propargite, fempiroximato e bromopropilato. A linhagem de B. phoenicis resistente ao dicofol apresentou resistência cruzada positiva ao bromopropilato e resistência cruzada negativa ao fempiroximato. Não foi detectada resistência cruzada entre o dicofol e os acaricidas óxido de fenbutatina e propargite. Os resultados indicam que dentre os acaricidas testados, somente o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro da leprose; Citrus sinensis; Controle químico; Manejo da resistência.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0301-80592000000400017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Toxicidade diferencial de agrotóxicos utilizados em citros para Neoseiulus californicus, Euseius concordis e Brevipalpus phoenicis Bragantia
Silva,Marcos Zatti da; Sato,Mário Eidi; Oliveira,Carlos Amadeu Leite de; Rais,Débora Soller.
Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae) é considerada uma das principais pragas em citros no Brasil, devido à transmissão do vírus da leprose dos citros e à necessidade de frequentes aplicações de acaricidas para seu controle. Assim, objetivou-se comparar a toxicidade dos principais agrotóxicos utilizados em citros no Brasil, sobre populações de B. phoenicis e de ácaros predadores das espécies Neoseiuluscalifornicus (McGregor) e Euseius concordis (Chant) (Acari: Phytoseiidae). Foram avaliadas duas populações de E. concordis: uma procedente de Jaboticabal (SP) e outra de Descalvado (SP). Arenas de folhas (para fitoseídeos) ou frutos (para B. phoenicis) de Citrus sinensis Osbeck (L.) cv. Pera, contendo 25 fêmeas adultas de cada espécie foram...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ácaro predador; Ácaro da leprose; Fitoseídeo; Acaricidas; Resistência.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052011000100014
Registros recuperados: 10
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional