Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação do vigor de sementes de carambola em função da secagem e do armazenamento AGRIAMBI
Oliveira,Marcia T. R. de; Berbert,Pedro A.; Vieira,Henrique D.; Thiébaut,José T. L.; Carlesso,Vinicius de O.; Pereira,Rozimar de C..
Neste estudo se avaliaram os efeitos imediato e latente da temperatura do ar de secagem no vigor das sementes de carambola, em condições controladas de laboratório. O vigor foi estimado por meio do índice de velocidade de germinação (IVG) e do tempo médio de germinação (t médio). Os testes de secagem foram realizados em secador protótipo de camada delgada a 30, 34 e 38 °C, empregando-se fluxo tangencial de ar seco de 1,123 kg s-1 m-2. O efeito latente das condições de secagem sobre o vigor foi determinado armazenando-se as sementes durante 45, 60, 90, 180 e 270 dias, a 15 °C. Não se observou efeito imediato significativo da secagem para nenhuma das temperaturas avaliadas, sobre o vigor das sementes estimado, tanto pelo IVG quanto pelo t médio. Em relação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Averrhoa carambola; Qualidade fisiológica; Teor de água; Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662009000400016
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos de substratos e temperaturas na germinação de sementes de tamareira-anã (Phoenix roebelenii O'Brien) Rev. bras. sementes
Emerson,Iossi; Sader,Rubens; Pivetta,Kathia F. Lopes; Barbosa,José Carlos.
O presente trabalho foi dividido em dois estudos utilizando-se sementes de Phoenix roebelenii com teor de água de 21,83%. No primeiro, avaliou-se o efeito de quatro substratos (vermiculita, serragem, areia e esfagno) e de cinco temperaturas (20°C, 25°C, 30°C, 35°C e 40°C) na germinação e IVG (índice de Velocidade de Germinação). No segundo, estudaram-se os efeitos desses substratos na germinação e no crescimento de plântulas (massa seca e comprimento da raiz e parte aérea) sob condições não controladas, com temperatura entre 27 e 28,5°C. O teste de germinação sob temperaturas controladas foi conduzido com fotoperíodo de 8 horas de luz e 16 horas de escuro, em caixas de plástico transparentes com tampa. Foi utilizado o delineamento inteiramente casualizado,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Diásporo; Palmeira; Temperatura; Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222003000400009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Espermidina exógena atenua os efeitos do NaCl na germinação e crescimento inicial de leguminosas forrageiras Rev. bras. sementes
Melloni,Maria Letícia Guindalini; Cruz,Flávio José Rodrigues; Santos,Durvalina Maria Mathias dos; Souza,Luiz Felipe Gevenez de; Silva,Jéssica da; Saccini,Vanessa Aparecida Villanova; Monteiro,Juliana Geseíra.
Objetivou-se nesse estudo avaliar o papel atenuador da espermidina exógena sobre a germinação, vigor de sementes e crescimento de plântulas de cultivares das forrageiras alfafa, guandu e labe-labe submetidas ao estresse salino. A semeadura foi realizada em caixas de plástico tipo "gerbox" forradas com papel de filtro umedecidos com soluções salinas nas concentrações de 0, 20, 40, 60, 80 e 120 mM de NaCl contendo 0 ou 0,5 mM de espermidina. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 6 x 2 (forrageiras x salinidade x espermidina) com cinco repetições de 25 sementes. As avaliações da germinação foram realizadas no quarto e décimo dias, juntamente com o índice de velocidade de germinação (IVG), avaliado até o nono dia após...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse salino; Medicago sativa L.; Cajanus cajan (L.) Millsp; Dolichos lablab (L.); Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-31222012000300018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Germinação de sementes de Leonotis nepetaefolia, em função do estádio de maturação e da posição do glomérulo na planta Planta Daninha
Tomaz,M.A.; Araújo,E.F.; Ferreira,F.A.; Sagrilo,E..
Leonotis nepetaefolia é uma espécie daninha comum em cultivos de milho no sistema de plantio direto, com intensa produção de sementes na entressafra. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a germinação das sementes desta espécie provenientes de glomérulos coletados em diferentes estádios de maturação e posição na planta, bem como a sua qualidade depois de 15 meses de armazenamento. Foram realizados três ensaios em laboratório, avaliando-se a germinação e o índice de velocidade de emergência. O primeiro e o segundo ensaio foram realizados logo após a coleta das sementes, e o terceiro, 15 meses depois. O tratamento para superação da dormência foi testado apenas no primeiro ensaio. Quando as sementes foram avaliadas logo após a coleta, maior...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cordão-de-frade; Dormência; Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582004000300005
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Maturação fisiológica de sementes de Luehea grandiflora Mart. & Zucc. Sci. Agrar.Paran. / SAP
Deniele Marini; universidade estadual do oeste do paraná; Janaína Dartora; Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Gerson Sander; Universidade Estadual do Oeste do Paraná; Marlene De Matos Malavasi; Universidade Estadual do Oeste do Paraná.
O açoita-cavalo-graúdo (Luehea grandiflora) é uma espécie arbórea pertencente a família Tiliaceae, sendo suas folhas muito utilizadas na fabricação de fitoterápicos e sua madeira de ótima qualidade para a indústria moveleira. O estudo da maturação em sementes é uma importante forma de conhecer o desenvolvimento reprodutivo das espécies e prever a época adequada de colheita dos frutos. O presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de estudar a maturação fisiológica das sementes de Luehea grandiflora, visando determinar o melhor estádio...
Tipo: Artigo Avaliado por Pares Palavras-chave: Germinação; Época de colheita; Tiliaceae; Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2012 URL: http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/article/view/4364
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Períodos e temperaturas de pré-resfriamento na germinação de sementes de Leonotis nepetaefolia Ciência Rural
Silva,Andréia Cristina; Araújo,Eduardo Fontes; Ferreira,Francisco Affonso.
Com o objetivo de estudar condições favoráveis durante a germinação das sementes de L. nepetaefolia, foi conduzido um experimento utilizando temperaturas de 5°C e 10°C por períodos de 7 e 14 dias, durante a embebição. Após estes períodos, as sementes foram submetidas a regimes de temperatura contínua (20°C) ou alternada (20°C noite - 30°C dia). Adicionalmente foram adotadas duas testemunhas sem pré-resfriamento (20°C e 20°C - 30°C). As sementes submetidas ao pré-resfriamento e as testemunhas não germinaram em temperatura contínua de 20°C. O tratamento pré-resfriado a 10°C por 14 dias promoveu maior uniformidade, porcentagem de germinação (45%) e índice de velocidade de germinação de Leonotis nepetaefolia comparado à testemunha.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cordão-de-frade; Qualidade fisiológica; Índice de velocidade de germinação.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000100044
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Quebra de dormência em sementes de Commelina benghalensis Planta Daninha
Rodrigues,Benedito N.; Pitelli,Robinson A..
Com o objetivo de estudar alguns aspectos relacionados à dormência das sementes de trapoeraba (Commelina benghalensis L.), dois experimentos foram conduzidos em condições de laboratório. No primeiro experimento, realizado em 1989, utilizaram-se sementes aéreas e subterrâneas oriundas de Paranavaí-PR e apenas sementes aéreas oriundas de Jaboticabal-SP, todas recém-colhidas, nas modalidades de grandes e pequenas (separadas de acordo com seu peso). Os tratamentos de quebra de dormência foram. escarificação mecânica com lixa; escarificação química com ácido sulfúrico; choque térmico úmido; choque térmico seco, além da testemunha. No segundo experimento, realizado em 1990, utilizaram-se sementes do mesmo lote do experimento anterior, após um ano de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Biologia; Escarificação; Dormência de sementes; Índice de velocidade de germinação; Trapoeraba.
Ano: 1994 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83581994000200009
Registros recuperados: 7
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional