Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ajuste de modelo heteroscedástico em estudo toxicológico usando o SAS. Repositório Alice
OLIVEIRA, L. P. de; LIMA, C. G. de; SIQUEIRA, M. C.; CASTRO, V. L. S. S. de.
A principal motivação desse trabalho é apresentar uma aplicação, em estudo toxicológico, de modelo de análise de variância com dois fatores com variâncias residuais heterogêneas, usando os procedimentos MIXED e PLM do SAS. O experimento foi conduzido no laboratório de ecotoxicologia e biossegurança da Embrapa Meio Ambiente e teve como um de seus objetivos avaliar os efeitos de sexo e dose na quantidade de nanopartículas encontradas nos tecidos dos íleos de ratos Wistar que receberam diariamente ao longo de 28 dias, via oral, doses repetidas de um nanocomposto. O modelo heteroscedástico foi ajustado usando o procedimento MIXED. Os desdobramentos da interação significativa, entre os níveis dos fatores sexo e dose, foram feitos usando o procedimento PLM que...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanotecnologia; Nanopartículas; Animal de laboratório; Rato; Composto químico; Modelo matemático; Toxidez; Econoxicology; Nanoparticles; Nanotechnology.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1007437
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da fitotoxicidade de nanopartículas de prata. Repositório Alice
PATRUCI, R.; MORETTO I. A.; CASTANHA, R. F.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M..
Resumo: As nanopartículas de prata (AgNP) têm propriedades óticas, elétricas, térmicas e antimicrobianas que tem sido aplicadas em diversos setores, como em sensores químicos/biológicos e em materiais cirúrgicos. No setor agrícola, formulações a base de AgNP ajudam a prevenir patógenos vegetais através da desinfecção de sementes e controle de doenças de plantas causadas por bactérias. No entanto, o consumo de produtos que contem AgNP pode levar à liberação dessas nanopartículas metálicas nos compartimentos ambientais. O objetivo do presente estudo foi avaliar o efeito tóxico desse nanomaterial nos organismos bioindicadores Pseudokirchneriella subcapitata (microalga unicelular) e Lactuca sativa (semente de alface), sendo este último um bioindicador de áreas...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanoprata; Pseudokirchneriella subcapitata; Nanomaterial; Composto químico; Toxidez; Lactuca sativa; Alface; Nanosilver; Silver compounds; Ecotoxicology; Nanomaterials.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1116811
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da toxicidade do nanomaterial hibrido tio2@mwcnt em embri. Repositório Alice
SILVA, G. H. da; CLEMENTE, Z.; COA, F.; RODRIGUES NETO, L. L.; CARVALHO, H. W. P. de; KHAN, L. U.; CASTRO, V. L. S. S. de; MARTINEZ, D. S. T.;  MONTEIRO, R. T. R..
A aplicação do nanomaterial hibrido de TiO2 e CNT vem crescendo consideravelmente, isso principalmente devido a sua alta eficiência fotocatalítica, no entanto, ainda não existem estudos que abordem a toxicidade deste material. Portanto, esse estudo tem o objetivo de comparar e avaliar a toxicidade no nano-hibrido TiO2@MWCNT e das nanopartículas de TiO2 em diferentes condições de exposição (com e sem luz UV). A síntese do nanomaterial hibrido foi feita através da moagem de TiO2 e MWCNT comercial. A caracterização foi feita através de TEM, MEV e DLS. Para a avaliação toxicológica foram utilizados ensaios de toxicidade com embrião de Danio rerio, os parâmetros analisados foram, mortalidade, taxa de eclosão, tamanho da larva, tamanho do saco vitelínico e...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: TiO2; Nanotubos de carbono; Nanomaterial hibrido; Zebrafish; TiO2; Hybrid nanomaterials; Composto químico; Toxidez; Impacto ambiental; Carbon nanotubes; Ecotoxicology; Danio rerio.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085947
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de risco ambiental estimado pela exposição ao óxido de grafeno. Repositório Alice
CASTRO, V. L. S. S. de; CLEMENTE, Z.; JONSSON, C. M.; SILVA, M. S. G. M. e; VALLIM, J. H.; MEDEIROS, A. M. Z.; MARTINEZ, D. S. T..
O objetivo deste trabalho foi determinar valores de concentração sem efeito previsível (PNEC) para óxido de grafeno (GO), considerando a presença ou ausência de ácido húmico no meio aquático. Para isso, foram realizados testes toxicológicos e determinados os valores de concentração de efeito não observado (CENO) para 9 organismos. A PNEC de GO no compartimento aquático, abaixo da qual os efeitos adversos provavelmente não ocorrerão durante a exposição a longo ou curto prazo, foi estimada em 20 ?g/L (na ausência de ácido húmico) e 5 ?g/L (na presença de ácido húmico). Estes dados contribuem para avaliação de risco da nanotecnologia. ?- The objective of this work was to estimate the predicted no effect concentration (PNEC) for grapheme oxide (GO),...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: PNEC; Nanotoxicologia; Nanomaterial; Ecotoxicologia; Nanotoxicology; Óxido de grafeno; Composto químico; Toxidez; Organismo aquático; Impacto ambiental; Carbono; Graphene oxide; Ecotoxicology; Humic acids; Aquatic organisms; Nanomaterials.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085931
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de Chironomus sancticaroli (diptera: chironomidae) e sua toxicidade ao óxido de grafeno. Repositório Alice
SILVA, L. B. B. da; MARIGO, A. L. S.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M.; SIL, M. S. G. M. e.
Resumo: O óxido de grafeno (OG) nanoestruturado apresenta aplicações em diversas áreas e os seus usos promissores têm despertado preocupações sobre o seu risco para a saúde humana e do meio ambiente. Por sua capacidade de precipitação, os sedimentos constituem o depósito final desse contaminante. A espécie Chironomus sancticaroli é um inseto bioindicador bentônico suscetível a qualquer alteração, não só no substrato/sedimento, como também na coluna d?água. Substâncias húmicas, como ácido húmico, são macromoléculas poliméricas que estão presentes na natureza e são originarias da decomposição da biota aquática. Estas moléculas podem alterar a biodisponibilidade do OG. No presente trabalho estudaram-se os estágios de desenvolvimento de C. sancticaroli para...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Chironomus sancticaroli; Grafeno; Bioensaio; Nanocompostos; Ecotoxicologia; Inseto; Composto químico; Matéria orgânica; Solo; Toxidez; Ecotoxicology; Graphene oxide; Nanoparticles; Aquatic invertebrates.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1063997
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação de betacaroteno e licopeno em frutas e hortaliças por cromatografia líquida de alta eficiência (Clae). Infoteca-e
CORREA, L. C.; DIAS, R. de C. S.; SOUZA, R. de C. R. de; MARTINS, S. S.; SILVA, P. T. de S. e.
O objetivo desse estudo foi quantificar betacaroteno e licopeno em diferentes matrizes vegetais por cromatografia líquida. Os carotenoides foram identificados e quantificados por Clae. A metodologia foi validada avaliando-se os parâmetros de seletividade, linearidade, limites de detecção e quantificação, exatidão e precisão. A seletividade foi confirmada por meio dos tempos de retenção e dos espectros de absorção dos padrões de betacaroteno e licopeno. A linearidade foi confirmada por meio do R2de 0,999 para os dois compostos. Os limites de detecção e quantificação para o licopeno foram de 0,07 mg.L -1 e 0,22 mg.L -1, respectivamente, e para o betacaroteno, de 0,01 mg.L- e 0,05 mg.L-1. A repetibilidade variou de 0,75 a 1,27 (CV %) e de 0,80 a 1,64 (CV %)...
Tipo: Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (INFOTECA-E) Palavras-chave: Composto químico; Matrizes vegetal; Cromatografia líquida; Metodologia; Análise química; Cenoura; Manga; Melancia; Carotenoide; Carotenoids; HPLC.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1042355
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Diterpenes biochemical profile and transcriptional analysis of cytochrome P450s genes in leaves, roots, flowers, and during Coffea arabica L. fruit development. Repositório Alice
IVAMOTO, S. T.; SAKURAY, L. M.; FERREIRA, L. P.; KITZBERGER, C. S. G.; SCHOLZ, MARIA B. S.; POT, D.; LEROY, T.; VIEIRA, L. G. E.; DOMINGUES, D. S.; PEREIRA, L. F. P..
Lipids are among the major chemical compounds present in coffee beans, and they affect the flavor and aroma of the coffee beverage. Coffee oil is rich in kaurene diterpene compounds, mainly cafestol (CAF) and kahweol (KAH), which are related to plant defense mechanisms and to nutraceutical and sensorial beverage characteristics. Despite their importance, the final steps of coffee diterpenes biosynthesis remain unknown. To understand the molecular basis of coffee diterpenes biosynthesis, we report the content dynamics of CAF and KAH in several Coffea arabica tissues and the transcriptional analysis of cytochrome P450 genes (P450). We measured CAF and KAH concentrations in leaves, roots, flower buds, flowers and fruit tissues at seven developmental stages...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cafestol; Kahweol; RT-qPCR; Expressão genética; Café; Composto químico; Lipidio; Biossíntese; Coffea arabica; Gene; Gene expression; High performance liquid chromatography; Coffea arabica.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1068512
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do óxido de grafeno em Lactuca sativa sob influência de substâncias húmicas. Repositório Alice
NERY, Y. G.; CASTANHA, R. F.; MORÃO, P. P.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M..
Resumo: Diversas áreas revelam o grafeno como um nanomaterial promissor em várias aplicações, tais como transporte de fármacos, remoção de poluentes de água e ar (metais, orgânicos e microrganismos). Nas áreas de agricultura e meio ambiente, seu uso é promissor na remoção de pesticidas de águas contaminadas por esses insumos agrícolas. É esperado que materiais a base de grafeno estejam presentes nas estações de tratamento de efluentes em quantidades consideráveis, o que pode comprometer a qualidade do lodo agrícola usado como biofertilizante. A semente de alface Lactuta Sativa (L. sativa) é um organismo bioindicador de contaminação de áreas úmidas de transição entre o compartimento aquático e o compartimento solo. No presente trabalho avaliou-se o efeito...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Grafeno; Ecotoxicologia; Nanomateriais; Alface; Lactura sativa; Solo; Matéria orgânica; Composto químico; Toxidez; Humic substances; Graphene oxide; Ecotoxicology; Lettuce.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1062851
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do óxido de grafeno no crescimento da microalga Pseudokirchneriella subcapitata sob influência de substâncias húmicas. Repositório Alice
SOUZA, L. C. de; CASTANHA, R. F.; DOMINGOS, N.; CASTRO, V. L. S. S. de; JONSSON, C. M..
O grafeno é um nanomaterial promissor na remoção de pesticidas de águas, transporte de fármacos em medicamentos e transporte de agroquimicos em formulações. A qualidade do lodo agrícola usado como biofertilizante pode ser comprometida já que é esperado que materiais a base de grafeno estejam presentes nas estações de tratamento de efluentes em quantidades consideráveis A microalga Pseudokirchneriella subcapitata é uma clorofícea bioindicadora que tem sido amplamente utilizada em estudos de ecotoxicidade de poluentes e recomendada no registro de agentes químicos e biopesticidas. No presente trabalho avaliou-se o efeito do óxido de grafeno (OG) na taxa de crescimento de culturas desse organismo-teste, sob diferentes concentrações do nanomaterial e de...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Pseudokirchneriella subcapitata; Grafeno; Nanomaterial; Bioindicator; Pseudokirchneriella subcapitata; Nanomaterial; Composto químico; Toxidez; Microalga; Ecotoxicology; Graphene oxide; Humic substances; Microalgae; Indicator species.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1084273
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Ensaio de campo em ambiente amazônico de durabilidade de madeira de eucalipto citriodora (Corymbia citriodora (Hook) K.D. Hill & L.A Johnson) tratada com CCA. Repositório Alice
ARAUJO, H. J. B. de; CORREIA, M. F.; CARDOSO, G. A..
A intensa exploração econômica tem causado diminuição do estoque das espécies madeireiras amazônicas de alta durabilidade natural resultando na elevação do preço e inviabilizando seu uso. Uma alternativa é substituir as espécies tradicionais por espécies plantadas de rápido crescimento e tratadas com preservativos. Outra vantagem de utilizar espécies plantadas é ambiental, pois reduzirá a pressão exploratória sobre as tradicionais. Este estudo objetiva avaliar a degradação biológica de madeira de eucalipto citriodora tratada por processo a vácuo e pressão com CCA e exposta em ensaio de campo em Rio Branco-AC. O ensaio foi implantado em maio de 2005 com estacas não tratadas e tratadas com CCA. As variáveis avaliadas foram: 1) degradação por fungos, 2)...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Degradação biológica; Processamento à vácuo; Processamento à pressão; Essência florestal; Extração da madeira; Eucalipto; Eucalyptus sp; Eucalyptus citriodora; Preservação da madeira; Substância Conservadora da Madeira; Composto químico; Tropical wood; Logging; Chemical treatment; Corymbia citriodora; Wood preservation; Vacuum processing; High pressure treatment; Madera tropical; Explotación forestal; Conservación de la madera; Tratamiento químico; Procesamiento al vacío; Tratamiento a alta presión.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/943346
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evolução de compostos químicos durante a maturação de uvas para vinho tinto produzidas no Vale do São Francisco. Repositório Alice
LIMA, M. A. C. de; LEÃO, P. C. de S.; SILVA, A. L. da; SANTOS, P. de S.; AZEVEDO, S. S. N..
2005
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Uva para vinho; Produção; Maturação; Composto químico; Brasil; Vale do São Francisco.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/156099
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Interação do nanomaterial óxido de grafeno com Danio rerio: efeito sobre o desenvolvimento do tecido muscular. Repositório Alice
SILVA, G. H. da; CLEMENTE, Z.; COSTA, A. S.; MONTEIRO, R. T. R.; CASTRO, V. L. S. S. de; MARTINEZ, D. S. T..
Resumo: Diversos fatores podem influenciar o comportamento dos nanomateriais no ambiente. Um fator que tem recebido atenção é que a presença de matéria orgânica (i.e. ácido húmico), em águas naturais, pode influenciar na dispersão dos nanomateriais alterando sua toxicidade. O óxido de grafeno é um nanomaterial promissor, com diversas aplicações, e pouco se conhece quanto ao seu comportamento no ambiente aquático. Com objetivo de avaliar os efeitos toxicológicos do óxido de grafeno em Danio rerio, na presença e ausência de ácido húmico, ovos foram expostos por 96 h e as larvas analisadas por microscopia quanto ao crescimento e desenvolvimento da musculatura.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Embriotoxicidade; Nanotoxicologia; Nanomateriais de carbono; Peixe zebra; Composto químico; Toxidez; Matéria orgânica; Graphene oxide; Ecotoxicology; Nanomaterials.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064379
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
INTERFERÊNCIA na comunicação entre insetos como alternativa de controle de pragas: programa 16: Centro-Oeste/Sudeste. Infoteca-e
O trabalho dos pesquisadores com semioquímicos ou feromônios mostra como pode-se utilizar o conhecimento sobre a comunicação entre os insetos para combater, de forma natural, pragas e doenças. Nesse caso, busca-se interferir na comunicação química entre os insetos. Conforme explica o pesquisador da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília - DF) Miguel Borges, semioquímicos são compostos voláteis (transmissíveis pelo vento) emitidos pelos organismos que funcionam como sinais utilizados pelos insetos para sua comunicação. Os feromônios são sinais químicos usados para a comunicação entre indivíduos de uma mesma espécie. ?Observou-se essa comunicação química entre insetos com fins de acasalamento e reprodução. Então, em laboratório, começamos a...
Tipo: Prosa Rural (INFOTECA-E) Palavras-chave: Semioquímico; Inseto; Feromônio; Praga; Doença; Percevejo; Composto químico; Inseticida; Macho; Fêmea.
Ano: 2008 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1015309
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Modelo linear misto para avaliar toxicidade por doses repetidas. Repositório Alice
OLIVEIRA, L. P. de; LIMA, C. G. de; CASTRO, V. L. S. S. de; SIQUEIRA, M. C.; MAIA, A. de H. N..
Resumo: Com o uso crescente de compostos químicos com características ainda não completamente elucidadas, torna-se imprescindível avaliar o risco que eles podem representar à saúde humana. Em modelo animal, testes toxicológicos com ratos Wistar têm sido os mais utilizados. Um dos testes para avaliar ecotoxicidade é o teste por doses repetidas, no qual os ratos recebem, via oral, diariamente ao longo de 28 dias, a substância analisada. Neste tipo de teste uma das características avaliada é a variação de peso corporal durante o período de exposição a substância, pois no caso de efeito tóxico mais evidente pode ocorrer uma diminuição do ganho natural de peso. Em se tratando de dados longitudinais, o uso de modelos mistos é apropriado, pois possibilitam...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanopartículas; Nanotecnologia; Modelo matemático; Composto químico; Toxidez; Animal de laboratório; Rato; Nanotechnology; Nanoparticles; Econoxicology.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1007374
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Nanoecotoxidade do óxido de grafeno: influência do córion dos embriões de zebrafish (Danio rerio) e coexposição com ácido húmico. Repositório Alice
MEDEIROS, A. M. Z. de; SILVA, G. H. da; CASTRO, V. L. S. S. de; MONTEIRO, R. T.R.; MARTINEZ, D. S. T..
O óxido de grafeno (OG) é um nanomaterial baseado em carbono com propriedades físicas e químicas únicas. Com o aumento da produção deste novo material é necessário a realização de estudos para avalição do risco à saúde humana e ambiental. Alguns estudos indicam que a presença de ácido húmico pode afetar a estabilidade coloidal do grafeno e, consequentemente, modificam seus efeitos tóxicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos tóxicos da co-exposição de óxido de grafeno (OG) e ácido húmico (AH) em embriões de zebrafish (Danio rerio), com e sem córion. Embriões com 24 horas pós fertilização foram expostos durante 96 horas a 100 mg.L-1, na presença e ausência de ácido húmico (AH, 20 mg.L-1). Uma parcela dos embriões foi exposta na mesma condição,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Peixes; Nanomateriais; Carbono; FET; Composto químico; Toxidez; Peixe de água doce; Nanotechnology; Nanomaterials; Ecotoxicology; Danio rerio; Graphene oxide.
Ano: 2017 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1085850
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Nanotubos de carbono modificados com ácido húmico: preparação, caracterização e toxicidade em embriões de zebrafish. Repositório Alice
COA, F.; CLEMENTE, Z.; LOPES, J. R.; RODRIGUES NETO, L. L.; CASTRO, V. L. S. S. de; ALVES, O. L.; BARBIERI, E.; MARTINEZ, D. S. T..
Resumo: Procedimentos de oxidação química são comumente aplicados em nanotubos de carbono a fim de favorecer sua dispersão em meios aquosos e utilização em remediação ambiental. Entretanto, nestes métodos empregam-se ácidos oxidantes (e.g., HNO3, H2SO4), que apresentam custos elevados para produção em larga escala e problemas ambientais. Neste trabalho, nanotubos de carbono foram modificados com ácido húmico, com o objetivo de promover sua estabilidade coloidal e potencializar sua aplicação como material adsorvente de metais (i.e. Cu2+). Realizou-se uma caracterização físico-química integrada do complexo MWCNT-HA, bem como ensaios de toxicidade aguda em embriões de Danio rerio (zebrafish).
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Nanomateriais; Remediação; Ecotoxicidade; Ácido húmico; Nanotubos de carbono; Composto químico; Carbono; Toxidez; Carbon nanotubes; Ecotoxicology; Humic acids.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064375
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obtenção de compostos químicos de valor agregado pela bioconversão de glicerina bruta por bactéria. Repositório Alice
JESUS, C. O. de.; LIMA, J. R. C. de.; DAMASO, M. C. T.; SALUM, T. F. C.; PACHECO, T. F.; GONCALVES, S. B..
2016
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Produção de biocompostos; Bactéria 7GBP; Bioconversão de glicerina bruta; Glicerol; Microaerobiose; Composto químico.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1057804
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Obtenção de marcadores moleculares por meio de PCR-RFLP de genes relacionados com qualidade em café. Repositório Alice
VILELLA, O. T.; LANNES, S. D.; POT, D.; FERREIRA, L. P.; PRIOLLI, R. H. G.; RAMOS, L. C. S.; COLOMBO, C. A.; VIEIRA, L. G. E..
A qualidade de bebida do café é fator fundamental para sua comercialização, pois agrega valor ao produto, garantindo maior competitividade e melhores preços no mercado. A composição química do café é um dos fatores que determinam a qualidade da bebida. Seu sabor e seu aroma são resultantes da presença combinada de vários constituintes, dentre os quais os ácidos clorogênicos, os diterpenos e os açúcares. O objetivo deste trabalho foi buscar polimorfismos a partir de PCR-RFLP utilizando primers baseados em sequências ESTs de genes relacionados com a qualidade de bebida. Para isso foi utilizado o DNA de uma população F2 formada a partir da autofecundação de um híbrido interespecífico de Coffea arabica e C. canephora. Os resultados revelaram um total de doze...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Coffea spp; Composto químico; Enzima de restrição; ESTs; Gene candidato; Qualidade de bebida.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/903598
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Os voláteis de plantas e o seu potencial para a agricultura. Infoteca-e
RIFFEL, A.; COSTA, J. G. da..
2015
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Defesa natural; Planta aromática; Composto químico; Controle biológico; Defesa vegetal; Polinização; Fecundação vegetal.
Ano: 2015 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1042811
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Plantas e compostos químicos de origem vegetal para o controle de nematóides. Repositório Alice
KATIKI, L. M.; CHAGAS, A. C. de S.; OLIVEIRA, M. C. de S.; VERÍSSIMO, C. J..
O parasitismo gastrintestinal representa grave problema para algumas espécies animais devido à alta prevalência e à perda econômica que causa. O aumento da resistência aos anti-helmínticos e a preocupação cada vez mais crescente sobre os resíduos de fármacos nos derivados alimentícios, tornou necessário buscar novos agentes antiparasitários. As plantas medicinais representam grande fonte de pesquisa. O objetivo foi realizar uma revisão em base de dados científica (CAPES, Pubmed, Scopus) dos trabalhos nacionais e internacionais que avaliaram a ação anti-helmíntica de plantas medicinais e verificar quais espécies são relatadas, a que famílias pertencem e qual constituinte químico mais comum entre as espécies medicinais. A revisão refere 53 trabalhos, 128...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Parasitismo gastrintestinal; Nematóides; Controle; Plantas; Composto químico.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/48556
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional