Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento e sobrevivência de mudas de eucalipto sob doses de boro cultivadas em condições de viveiro e de campo. Repositório Alice
SILVEIRA, R. L. V. de A.; MOREIRA, A.; HIGASHI, E. N..
bitstream/item/181312/1/a17.pdf
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Diâmetro do caule; Eucalysptus saligna; Altura; Manejo; Eucalyptus Grandis.
Ano: 2004 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/979461
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Crescimento e sobrevivência de mudas de eucalipto sob doses de boro cultivadas em condições de viveiro e de campo Ciência e Agrotecnologia
Silveira,Ronaldo Luiz Vaz de Arruda; Moreira,Adônis; Higashi,Edson Namita.
Conduziu-se este trabalho, em condições de viveiro e de campo para avaliar o efeito do boro sobre o crescimento em altura e diâmetro e a sobrevivência de mudas de eucalipto. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema fatorial 5 x 2: cinco doses de boro (0, 0,325, 1,3, 5,2 e 20,8 mg L-1) na forma de octaborato e duas espécies de eucalipto (Eucalyptus grandis w. Hill ex Maiden e Eucalyptus saligna Sm), com cinco repetições. Pelos resultados, verifica-se que as mudas cultivadas com 5,2 e 20,8 mg L-1 de B apresentam redução significativa no crescimento em altura e no diâmetro do caule. Nas condições de campo, a aplicação de até 20,8 mg L-1 não afeta a sobrevivência das mudas das duas espécies de eucalipto. Observou que, nas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Manejo; Altura; Diâmetro do caule; Eucalyptus grandis; Eucalyptus saligna.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542004000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fontes e doses de boro em porta-enxertos de seringueira. Repositório Alice
MOREIRA, A.; MORAES, V. H. de F.; CASTRO, C de..
Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de boro sobre o incremento do diâmetro do caule no ponto de enxertia, 5 cm acima do coleto, número e diâmetro de raízes laterais e estado nutricional de porta-enxertos para produção de toco enxertado de raiz nua. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x5: duas fontes (ulexita, 10% de B e ácido bórico, 17% de B) e cinco doses de B (0, 2, 4, 8 e 16 kg ha-1) com quatro repetições. Em condições edafoclimáticas locais, curvas de resposta indicam aumentos significativos, no incremento do diâmetro do caule, no ponto de enxertia, nas doses 6,5 e 16 kg ha-1 de B, e no número de raízes laterais, nas doses 13,9 e 16 kg ha-1 de B, com aplicação de ácido bórico e de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Hevea brasiliensis; Concentração de nutrientes; Diâmetro do caule; Ulexita; Ácido bórico.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/467442
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fontes e doses de boro em porta-enxertos de seringueira. Repositório Alice
MOREIRA, A.; MORAES, V. H. de F.; CASTRO, C. de..
Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de boro sobre o incremento do diâmetro do caule no ponto de enxertia, 5 cm acima do coleto, número e diâmetro de raízes laterais e estado nutricional de porta-enxertos para produção de toco enxertado de raiz nua.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Hevea brasiliensis; Seringueira; Concentração de nutrientes; Diâmetro do caule; Ulexita; Ácido bórico.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/678970
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fontes e doses de boro em porta-enxertos de seringueira. Repositório Alice
MOREIRA, A.; MORAES, V.H. de F.; CASTRO, C. de.
Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de boro sobre o incremento do diâmetro do caule no ponto de enxertia, 5 cm acima do coleto, número e diâmetro de raízes laterais e estado nutricional de porta-enxertos para produção de toco enxertado de raiz nua. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x5: duas fontes (ulexita, 10% de B e ácido bórico, 17% de B) e cinco doses de B (0, 2, 4, 8 e 16 kg ha-1) com quatro repetições. Em condições edafoclimáticas locais, curvas de resposta indicam aumentos significativos, no incremento do diâmetro do caule, no ponto de enxertia, nas doses 6,5 e 16 kg ha-1 de B, e no número de raízes laterais, nas doses 13,9 e 16 kg ha-1 de B, com aplicação de ácido bórico e de...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Hevea brasiliensis; Concentração de nutrientes; Diâmetro do caule; Ulexita; Ácido bórico; Concentration of nutrients; Stem diameter; Ulexite; Boric acid.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/119186
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fontes e doses de boro em porta-enxertos de seringueira PAB
Moreira,Adônis; Moraes,Vicente Haroldo de Figueiredo; Castro,César de.
Este trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de boro sobre o incremento do diâmetro do caule no ponto de enxertia, 5 cm acima do coleto, número e diâmetro de raízes laterais e estado nutricional de porta-enxertos para produção de toco enxertado de raiz nua. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 2x5: duas fontes (ulexita, 10% de B e ácido bórico, 17% de B) e cinco doses de B (0, 2, 4, 8 e 16 kg ha-1) com quatro repetições. Em condições edafoclimáticas locais, curvas de resposta indicam aumentos significativos, no incremento do diâmetro do caule, no ponto de enxertia, nas doses 6,5 e 16 kg ha-1 de B, e no número de raízes laterais, nas doses 13,9 e 16 kg ha-1 de B, com aplicação de ácido bórico e de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Hevea brasiliensis; Concentração de nutrientes; Diâmetro do caule; Ulexita; Ácido bórico.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2006000800012
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Growth of seven perennial plant species adapted to the Brazilian Semi-Arid. Repositório Alice
SILVA, P. S. L. e; SILVA, K. M. B. e; LOBO, R. N. B.; SILVA, P. I. B..
Growth of seven perennial plant species adapted to the Brazilian Semi-Arid. Abstract - Measuring plant height (y) and canopy diameter (x) in trees may not be an easy task, but stem diameter (z) can be more easily evaluated. This work's objective was two-fold: evaluate the growth of species adapted to the Brazilian Semi-Arid Region in the first two years of age, and obtain linear equations to estimate y and x from z, in those species. A random block design with four replications was employed. The values for x, z, and y were measured biannually from October/2003 to March/2005. Prosopis juliflora and Mimosa caesalpiniaefolia showed the highest stem diameter and plant height values, respectively, and both showed the highest canopy diameter. In the equations to...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Prosopis julifflora; Algaroba; Tamarindus indica; Tamarindo; Leucaena leucocephala; Azadirachta indica; Nim; Mimosa caesalpiniaefolia; Sabiá; Estatura da planta; Análise de regressão; Diâmetro do caule; Diâmetro da copa; Caatinga; Brasil.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/533622
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Resposta de Girassol a Densidade em duas Epocas de Semeadura e Dois Niveis de Adubacao. II. Caracteristicas de Planta Associadas a Colheita. Repositório Alice
SILVA, P.R.F. da; ALMEIDA, M.L. de.
Com o objetivo de avaliar o efeito das interações entre densidade das plantas, época da semeadura e nível de adubação nas características das plantas associadas à colheita de girassol (Cv. Contisol 711), realizou-se este trabalho em Eldorado do Sul, RS, no ano agrícola de 1988/89. Os tratamentos constaram de quatro densidades de plantas (30, 45, 60 e 75 mil pl/ha) e duas épocas de semeadura (27.07.88 e 19.09.88), em presença (25 + 75 kg de N, 100 kg de P2O5 e 100 kg de K2O) e ausência de adubação. A umidade dos grãos 29 e 36 dias (primeira época) e aos 22 e 29 dias após a antese (segunda época) foi, respectivamente, maior na densidade mais baixa. A estatura da planta, tanto em R1 como em R6, aumentou de forma quadrática em resposta à densidade. Já o...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Helianthus annuus; Umidade dos grãos; Estatura da planta; Diâmetro do caule; Diâmetro do capítulo; Acamamento; Quebra das plantas.
Ano: 1994 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105161
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Uso de caracteres fenológicos do milho como indicadores do início da interferência causada por plantas daninhas Planta Daninha
Skóra Neto,F..
Plantas de milho podem apresentar variações fenotípicas conforme o ambiente a que estão sujeitas durante seu crescimento. O objetivo deste trabalho foi verificar se as alterações em caracteres fenológicos de plantas de milho, causadas pela presença de plantas daninhas, poderiam indicar o início da interferência e também o momento de início do seu controle. Os tratamentos referem-se a períodos de convivência do milho com as plantas daninhas - 0 a 7, 0 a 14, 0 a 21, 0 a 28, 0 a 35, 0 a 42, 0 a 49 e 0 a 56 dias após a emergência (DAE) do milho - e as testemunhas com e sem convivência durante todo o ciclo. A altura de plantas, o diâmetro do colmo e o número de folhas foram avaliados a cada sete dias, até 56 DAE e no pendoamento (75 DAE). Avaliou-se também o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Zea mays; Competição; Altura da planta; Diâmetro do caule; Número de folhas.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582003000100010
Registros recuperados: 9
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional