Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Aclimatação ao estresse salino em plantas de arroz induzida pelo pré-tratamento com H2O2 AGRIAMBI
Carvalho,Fabricio E. L.; Lobo,Ana K. M.; Bonifacio,Aurenivia; Martins,Marcio O.; Lima Neto,Milton C.; Silveira,Joaquim A. G..
Estudou-se o efeito da aplicação exógena de peróxido de hidrogênio (H2O2) na aclimatação ao estresse salino com base nas alterações fotossintéticas, indicadores de estresse oxidativo e atividade de enzimas antioxidativas em folhas de plantas de arroz. Utilizaram-se duas diferentes concentrações de H2O2 (1 e 10 μM) para o pré-tratamento, concentrações essas aplicadas na solução nutritiva dois dias antes da indução do estresse salino (100 μM de NaCl). A limitação fotossintética e estomática resultante da exposição ao NaCl foi amenizada quando as plantas foram pré-tratadas com 1 μM de H2O2. Plantas expostas ao pré-tratamento com H2O2 e expostas ao NaCl apresentaram dano de membrana menor quando comparadas com as plantas submetidas ao NaCl isoladamente. O...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Peróxido de hidrogênio; Estresse oxidativo; Salinidade.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-43662011000400014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade da catalase e da lactato desidrogenase em tilápias submetidas a estresse de confinamento: efeito da cor do ambiente Ciência Rural
Pereira-da-Silva,Elyara Maria; Melo,Mariza Pires de; Oliveira,Ricardo Henrique Franco de; Pugine,Silvana Marina Piccoli.
Avaliaram-se os efeitos da cor do ambiente sobre o crescimento e a atividade da enzima antioxidante catalase (CAT) e da lactato desidrogenase (LDH) em tilápias do Nilo (n=24; 36,2±3,6g). Oito exemplares foram mortos para determinação da atividade basal das enzimas e os demais permaneceram isolados durante 14 dias sob espectro de luz branca ou azul (n=8 peixes/tratamento). A seguir os peixes foram submetidos a um estresse diário de confinamento de 90 minutos (15° ao 28° dia) e pesados semanalmente para cálculo da taxa de crescimento específico (TCE). A TCE negativa confirmou que o confinamento provocou estresse nos peixes, independentemente da cor do ambiente. O aumento da atividade da LDH no músculo vermelho dos peixes mantidos sob luz branca ou azul...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Confinamento; Crescimento; Estresse oxidativo; Metabolismo; Oreochromis niloticus.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012000500022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade da peroxidase durante o período hibernal de plantas de pessegueiro (Prunus persica (L.) Batsch.) cv. jubileu com e sem sintomas da morte precoce Rev. Bras. Frutic.
Marafon,Anderson Carlos; Herter,Flávio Gilberto; Bacarin,Marcos Antonio; Hawerroth,Fernando José.
A morte precoce do pessegueiro (Prunus persica (L.) Batsch) é uma síndrome caracterizada por um colapso da planta durante a floração ou no início da brotação, após drástica redução da temperatura. O objetivo do presente trabalho foi determinar a atividade da peroxidase (UE min-1 g-1 MF) durante o período hibernal, em gemas e ramos de plantas de pessegueiro cv. Jubileu, com e sem sintomas de morte precoce. Foram conduzidos dois experimentos separadamente, um para cada tipo de tecido, em dois pomares próximos, ambos com quatro anos de implantação, situados na região colonial de Pelotas - RS, nas localidades de Santa Helena e Cascata. As amostras foram constituídas por dois tipos de tecidos (gemas e ramos) e foram coletadas em quatro datas (11-06, 11-07,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Prunus persica; Declínio; Estresse oxidativo; Dormência; Nematoides.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452009000400004
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade fotossintética e peroxidação de lipídios de membrana em plantas de aroeira-do-sertão sob estresse hídrico e após reidratação Braz. J. Plant Physiol.
Queiroz,Cristina G. S.; Garcia,Queila S.; Lemos Filho,José Pires.
Avaliaram-se os efeitos do estresse hídrico e da reidratação sobre parâmetros de fluorescência, condutância estomática e peroxidação de lipídios em plantas de Myracrodruon urundeuva Fr. All. (Anacardiaceae). As plantas foram cultivadas em casa de vegetação e a seca foi induzida por suspensão da irrigação durante 14 dias. Sob estresse hídrico, observou-se queda acentuada no conteúdo relativo de água foliar, o qual alcançou valores próximos a 60 %. Essa queda foi acompanhada por grande diminuição na condutância estomática e na taxa aparente de transporte de elétrons (ETR) e extensivos danos às membranas evidenciados por aumentos na peroxidação de lipídios. Apesar do decréscimo nos valores de ETR, não se observaram alterações nos valores do rendimento...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Condutância estomática; Estresse oxidativo; Fluorescência; Fotossíntese; Myracrodruon urundeuva.
Ano: 2002 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-04202002000100008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação in vitro do potencial antioxidante de frutas e hortaliças Ciência e Agrotecnologia
Pieniz,Simone; Colpo,Elisângela; Oliveira,Viviani Ruffo de; Estefanel,Valduíno; Andreazza,Robson.
O efeito protetor exercido por frutas e hortaliças tem sido atribuído à presença de compostos antioxidantes. Objetivou-se, neste estudo, avaliar in vitro a capacidade antioxidante de um grupo de frutas e hortaliças, cruas e cozidas, através da diminuição da peroxidação lipídica, induzida por ferro em fígado de ratos. Foram utilizados fígados de ratos homogeneizados, que foram submetidos à oxidação pelo ferro. As frutas e hortaliças foram utilizadas como antioxidantes, a fim de combater o estresse oxidativo induzido pelo ferro. O método utilizado neste trabalho foi a Reação ao Ácido Tiobarbitúrico (TBARS), tendo como marcador para avaliar o estresse oxidativo o Malonaldeído (MDA). De acordo com os resultados obtidos, observou-se que houve uma diminuição...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Antioxidantes; Estresse oxidativo; Peroxidação lipídica; Frutas; Hortaliças.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-70542009000200030
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito do cobre na atividade da enzima pirogalol peroxidase em plantas de Myriophyllum aquaticum cultivadas em solução nutritiva Planta Daninha
Domingos,V.D.; Boaro,C.S.F.; Cataneo,A.C.; Lobo,T.F.; Martins,D..
Myriophyllum aquaticum é uma planta perene, herbácea, que pode se desenvolver totalmente submersa ou com a porção terminal dos ramos acima da superfície da água. É também considerada uma planta daninha que possui elevado potencial de colonização, o qual, dependendo da densidade populacional, pode causar aumento no teor de matéria orgânica e redução de oxigênio na água, comprometendo a qualidade da água e seus usos múltiplos. O objetivo do presente trabalho foi verificar a influência do cobre na atividade da pirogalol peroxidase de plantas de M. aquaticum submetidas à solução nutritiva contendo concentrações de cobre de 1,2; 11,2; 21,2; 31,2; e 41,2 µg L-1. O experimento foi conduzido em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse oxidativo; Tolerância; Planta daninha; Planta aquática.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-83582005000200028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeitos do flúor em folhas de plantas aquáticas de Salvinia auriculata PAB
Peixoto,Paulo Henrique Pereira; Pimenta,Daniel Sales; Antunes,Flávia.
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do flúor em folhas de plantas aquáticas de Salvinia auriculata Aubl., visando fornecer subsídios para a utilização dessa espécie, no monitoramento da poluição ambiental, causada por esse elemento tóxico. As plantas foram cultivadas sob condições controladas, em vasos com solução nutritiva, e submetidas à aplicação de chuva simulada contendo KF, nas concentrações de 0, 13, 26 e 39 mM, pela manhã, durante cinco dias sucessivos. Os resultados evidenciaram a ocorrência de alterações morfológicas, com o desenvolvimento de lesões nos tricomas e na porção adaxial do limbo foliar. As alterações nas atividades das enzimas peroxidase, polifenol oxidase, superóxido dismutase e catalase indicaram a ocorrência de danos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse oxidativo; Bioindicadores; Biomonitoramento.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2005000800001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estresse oxidativo hepático em ratos induzido por administração diária de cetamina MV&Z
Teles, Jessica de Lima; Alves, Rebeca Bueno; Sellani, Tarciso Almeida; Pereira, Debora Cristina Feitosa; Simon, Karin Argenti.
A cetamina introduzida no mercado como anestésico, sedativo, analgésico e amnésico é um anestésico dissociativo muito usado na medicina veterinária que vem sendo estudado como um possível agente indutor para um modelo de esquizofrenia. Na atualidade, há relatos de que esta substância vem sendo usada como droga de abuso devido a sua capacidade de provocar alucinações. Entre os efeitos colaterais do uso de cetamina, destaca-se o aumento da produção de espécies reativas de oxigênio, que podem causar danos ao fígado. No presente trabalho foi analisado o estresse oxidativo hepático causado pela administração subcrônica de cetamina
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse oxidativo; Ratos; Cetamina.
Ano: 2016 URL: http://www.revistamvez-crmvsp.com.br/index.php/recmvz/article/view/31068
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Expressão do mRNA de genes mitocondriais e desempenho produtivo de codornas alimentadas com glicerol PAB
Silva,Stefânia Caroline Claudino da; Gasparino,Eliane; Voltolini,Débora Marques; Marcato,Simara Marcia; Tanamati,Fernanda.
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de dietas com glicerol no desempenho produtivo de codornas japonesas de corte e na expressão do mRNA de genes mitocondriais da proteína adenina nucleotídeo translocase (ANT) e da proteína desacopladora (UCP), envolvidas no metabolismo energético e na resposta ao estresse oxidativo. As codornas foram alimentadas com dietas contendo 0, 8 e 12% de glicerol, em substituição parcial ao milho. Aos 28 dias de idade, o RNA total foi extraído de amostras do músculo do peito e a síntese do cDNA foi feita por meio de qRT‑PCR com iniciadores específicos para genes da ANT e UCP, obtidos de Gallus gallus. A conversão alimentar e o consumo de ração foram avaliados para as três dietas testadas. A adição de 8% de glicerol não...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coturnix coturnix; Estresse oxidativo; Fosforilação oxidativa; Metabolismo energético.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-204X2013000200014
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Expressão gênica diferencial em genótipos de mamona (Ricinus communis L.) submetidos a déficit hídrico induzido por PEG Bragantia
Moraes,Patrícia Favoretto; De Laat,Daiane Mariele; Santos,Marina Erê Almeida Hummel Pimenta; Colombo,Carlos Augusto; Kiihl,Tammy.
A mamoneira é uma cultura de relevância econômica e social no Brasil e no mundo. O óleo produzido por suas sementes, composto principalmente pelo ácido ricinoleico, é estratégico para as indústrias de lubrificantes, cosméticos, polímeros, dentre outras. Embora a mamoneira seja considerada tolerante à seca, a ausência de chuvas no período da floração pode reduzir a produtividade da planta. Respostas diferenciais ao déficit hídrico na espécie têm sido observadas em acessos de bancos de germoplasma e entre cultivares comerciais. Com intuito de conhecer melhor os mecanismos fisiológicos de resposta ao déficit hídrico e direcionar programas de melhoramento genético, o objetivo do trabalho foi analisar a expressão diferencial de genes potencialmente relacionados...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Ricinus communis L.; Estresse oxidativo; Enzimas antioxidantes; Expressão gênica; PCR quantitativo em tempo real (q-PCR).
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87052015000100025
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extrato da casca de Syzygium cumini no controle da glicemia e estresse oxidativo de ratos normais e diabéticos Ciência Rural
Mazzanti,Cinthia Melazzo; Schossler,Deila Rosély; Filappi,Andreane; Prestes,Danívia; Balz,Daniela; Miron,Vinícius; Morsch,André; Schetinger,Maria Rosa Chitolina; Morsch,Vera Maria; Cecim,Marcelo.
O Syzygium cumini, também conhecido como Jambolão é amplamente utilizado na medicina popular para o tratamento da diabetes melito. Este estudo verificou a eficiência do extrato da casca de Syzygium cumini sobre os níveis glicêmicos e estresse oxidativo de ratos normais e diabéticos induzidos por aloxano. Os animais foram divididos em grupo controle (C), controle tratado (CT), diabético controle (DC) e diabético tratado (DT). A administração oral do extrato aquoso da casca de Jambolão, na dose de 1g/kg de peso vivo, por um período de trinta dias, não resultou em uma redução significativa na glicemia e nos níveis de hemoglobina glicosilada. Neste estudo, o tratamento com o extrato demonstrou um aumento dos níveis de substâncias reativas ao ácido...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Jambolão; Syzygium cumini; Aloxano; Diabetes; Estresse oxidativo.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782003000600010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Extrato hidroalcoolico da casca do pequi (Caryocar brasiliense) em ratos submetidos à aplicação de doxorrubicina Ciência Rural
Moura,Léa Resende; Martins,Aparecida Conceição; Vaz,Liliam Aparecida da Rocha; Orpinelli,Stiwens Roberto Trevisan; Silva,Thiago Lopes da; Faleiro,Mariana Batista Rodrigues; Santos,Suzana da Costa; Moura,Veridiana Maria Briagnezi Dignani de.
O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito antioxidante do extrato hidroalcoolico da casca do pequi (EHCP) em ratos após a administração de doxorrubicina (DOX). Foram utilizados ratos da raça Wistar, distribuídos em quatro grupos, sendo que os animais do G1 (n=6) receberam água e solução salina (grupo controle), G2 (n=7) EHCP e solução salina, G3 (n=7) água e DOX e G4 (n=6) EHCP e DOX. O EHCP foi administrado por gavagem durante 10 dias aos ratos dos grupos G2 e G4 e água aos dos G1 e G3. DOX na dose de 10mg kg-1 e solução salina 0,9% foram administradas por via intravenosa no dia sete após o início do experimento aos animais de G3 e G4 e aos de G1 e G2, respectivamente. Foram avaliados peso e taxa de mortalidade. Dez dias após o início do experimento,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse oxidativo; Cardiotoxicidade; Antracilcinas; Antioxidante; Fruto do cerrado.
Ano: 2013 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782013000100017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Inibição da ação do etileno retarda o desenvolvimento de injúrias de frio em tangor 'Murcott' Ciência Rural
Edagi,Fernando Kazuhiro; Jomori,Maria Luiza Lye; Kluge,Ricardo Alfredo; Lima,Giuseppina Pace Pereira; Azevedo,Ricardo Antunes; Sestari,Ivan.
O bloqueio de eventos dependentes da sinalização do etileno pode afetar de maneira positiva ou negativa a qualidade de frutos tropicais após o armazenamento refrigerado. Dessa forma, os objetivos do presente trabalho foram estudar o envolvimento do etileno no desenvolvimento de injúrias de frio em tangor 'Murcott' e avaliar as respostas envolvidas no processo de resistência às injúrias. Os frutos foram expostos a 500nL L-1 de 1-metilciclopropeno (1-MCP) durante 12 horas ou imersos em soluções contendo 2000nL L-1 de ethephon ou ácido salicílico durante cinco minutos antes de serem armazenados a 1°C, por 90 dias. Como controle, parte dos frutos foi armazenada a 1°C. O tratamento de frutos com ethephon ou ácido salicílico antecipou e intensificou as injúrias...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: 1-metilciclopropeno; Estresse oxidativo; Poliaminas.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000700008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Malondialdeído e troponina I cardíaca em equinos da raça Puro Sangue Árabe submetidos ao exercício e à suplementação com vitamina E Ciência Rural
Yonezawa,Letícia Andreza; Machado,Luciana Pereira; Silveira,Veridiana Fernandes da; Watanabe,Marcos Jun; Saito,Mere Erika; Kitamura,Sandra Satiko; Kohayagawa,Aguemi.
Para avaliar o efeito do exercício físico, do treinamento e da suplementação com vitamina E sobre o malondialdeído (MDA) e a troponina I cardíaca (cTnI) séricos, foram utilizados 16 equinos da raça Puro Sangue Árabe, sem treinamento, divididos em dois grupos de oito: controle e suplementado com vitamina E. Ambos os grupos foram submetidos a provas de exercício progressivo em esteira de alta velocidade inclinada a +7%, antes (P1) e após (P2) o período de treinamento de 20 dias. Foram determinadas as concentrações séricas de MDA, vitamina E e cTnI e realizou-se o eletrocardiograma de repouso antes e após as provas P1 e P2. Os resultados sugerem a ocorrência do estresse oxidativo ocasionado pelo exercício, determinado por meio do aumento de MDA sérico. Em...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Estresse oxidativo; Metabolismo cardíaco; Cavalo; Medicina esportiva.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782010000600013
Registros recuperados: 14
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional