Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
A cor verde do endosperma do café Bragantia
Mazzafera,Paulo; Guerreiro Filho,Oliveiro; Carvalho,Alcides.
Realizaram-se comparações entre as sementes dos cultivares Mundo Novo de Coffea arabica, cujo endosperma é verde, com as do cultivar Cera, dessa espécie, de endosperma amarelo, com o objetivo de determinar os componentes responsáveis por aquela cor. Nas análises de clorofilas, flavonóides, diterpenos totais, ácido clorogênico e íons Mg, Ca, K, Fe e B, nenhuma diferença foi verificada entre os dois cultivares, sugerindo que a coloração verde se deva à presença de outros componentes ou que o 'Cera' apresente um componente que não ocorre no 'Mundo Novo' e que inibe o desenvolvimento da cor verde no seu endosperma.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Coffea arabica; Cultivares Mundo Novo e Cera; Flavonóides; Diterpenos; Ácido clorogênico; Clorofila; Íons.
Ano: 1988 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0006-87051988000200002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Alteração dos metabólitos secundários em plantas de Hypericum perforatum L. (Hypericaceae) submetidas à secagem e ao congelamento Acta Botanica
Diniz,Ana Carolina Boeno; Astarita,Leandro Vieira; Santarém,Eliane Romanato.
Nos últimos anos, o interesse por Hypericum perforatum tem aumentado devido à sua ação antiviral, antidepressiva e moduladora de apoptose em células neoplásicas. O preparo do material vegetal, após ser colhido, envolve freqüentemente a dessecação ou o congelamento e posterior armazenamento, processos que podem alterar o perfil dos metabólitos secundários. Neste sentido, este trabalho avaliou o efeito da secagem, do congelamento e da estocagem sob baixas temperaturas na quantidade de flavonóides e de hipericina nas partes vegetativas de plantas de hipérico. Ramos de hipérico foram submetidos à secagem a 25, 30, 50 e 70 °C, congelados em nitrogênio líquido ou congelados e armazenados a -20 °C por 10, 20 e 30 dias. A quantificação dos flavonóides e de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flavonóides; Hipericina; Metabolismo secundário; Plantas medicinais; Produtos naturais.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062007000200017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Análise de própolis Ciênc. Tecnol. Aliment.
Funari,Cristiano S.; Ferro,Vicente O..
O objetivo deste trabalho é contribuir para o estabelecimento de rotinas que facilitem o controle de qualidade de própolis, incluindo a identificação de sua(s) fonte(s) botânica(s). Para tanto, traz análises preconizadas pelo Ministério da Agricultura (exame organoléptico, perda por dessecação a 105ºC, teores de cinza e de cera, resíduo insolúvel em metanol, resíduo seco e teores de flavonóides e fenóis totais) e análises cromatográficas (CLAE) comparativas entre própolis e sua suposta fonte vegetal. Os resultados permitiram observar que, excetuando-se perda por dessecação a 105ºC, todos os demais parâmetros estiveram dentro dos limites estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, e a própolis estudada provavelmente foi elaborada a partir da espécie...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Própolis; Fenóis; Flavonóides; Alecrim-do-campo; Baccharis; Vassourinha.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612006000100028
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Arquitetura, anatomia e histoquímica das folhas de Gomphrena arborescens L.f. (Amaranthaceae) Acta Botanica
Fank-de-Carvalho,Suzane Margaret; Graciano-Ribeiro,Dalva.
As folhas de Gomphrena arborescens L.f., nativa do Cerrado, são utilizadas contra dismenorréia na medicina popular. As investigações morfológica, anatômica e histoquímica das folhas visam fornecer elementos para taxonomia, para controle de qualidade de drogas e identificação microscópica de fitoterápicos. Folhas foram coletadas em Brasília, DF, nas áreas de Cerrado do Centro Olímpico da Univesidade de Brasília e na Reserva Ecológica do IBGE. Foram efetuadas análises morfológicas, anatômicas e histoquímicas. Os estudos de arquitetura foliar, densidade estomática e de vênulas terminais foram efetuados em folhas diafanizadas, apresentando médias de 42,39±15,50 estômatos mm-2 e 11,7±3,55 vênulas terminais mm². As folhas apresentaram duas formas de tricomas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Gomphrena arborescens; Arquitetura foliar; Síndrome Kranz; Compostos fenólicos; Flavonóides.
Ano: 2005 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33062005000200021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Atividade antimicrobiana “in vitro” de extrato alcóolico de própolis Ciência Rural
Vargas,Agueda Castagna de; Loguercio,Andrea Pinto; Witt,Niura Mazzini; Costa,Mateus Matiuzzi da; Silva,Mariana Sá e; Viana,Luciane Ribeiro.
A própolis é uma resina natural coletada e modificada por abelhas, que tem sido usada como agente quimioterápico desde a antigüidade. A ação antibacteriana desse composto foi avaliada através da inoculação de placas de ágar BHI, contendo 5% de extrato alcóolico de própolis a 50%, com um inóculo bacteriano de 1 x 10(6) células.mL-1. Foram testados 161 isolados bacterianos, tanto gram positivos (Staphylococcus sp., Streptococcus sp., Nocardia asteroides e Rhodococcus equi), como gram negativos (Escherichia coli, Salmonella sp., Proteus mirabilis e Pseudomonas aeruginosa). Os isolados foram considerados sensíveis ao extrato de própolis quando não ocorreu crescimento bacteriano na placa após 72 horas de incubação a 37ºC. Utilizaram-se, como controle, meios...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flavonóides; Atividade antibacteriana; Sensibilidade.
Ano: 2004 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782004000100024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação dos fenólicos presentes em polpa de acerola por LC-DAD-ESI-MS. Repositório Alice
PEDROSA, D. A.; MAMEDE, R. V. S.; GOMES, E. de S.; BRITO, E. S. de.
2010
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cromatografia; Fenólicos; Flavonóides; LC-MS; Malpighia emarginata.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/882384
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Bixina, Norbixina e Quercetina e seus efeitos no metabolismo lipídico de coelhos Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci.
LIMA,Leonardo Ramos Paes; OLIVEIRA,Tânia Toledo de; NAGEM,Tanus Jorge; PINTO,Aloisio da Silva; STRINGHETA,Paulo César; TINOCO,Adelson Luiz Araújo; SILVA,José Francisco da.
Os flavonóides apresentam diversas atividades biológicas (antioxidantes, antiinflamatórios, anticancerígenos, dentre outras) e estreitas correlações entre o consumo de alimentos ricos em flavonóides e doenças cardíacas. Pesquisas mostram que os flavonóides 7-glicosil-apigenina, 7-bissulfato-apigenina, 7-glicosil-luteolina, 7-bissulfato-luteolina e os corantes bixina e norbixina foram isolados e identificadas suas estruturas de sementes de urucum. O objetivo deste estudo foi testar, isoladamente bixina, norbixina e a quercetina, presentes no urucum e a associação da bixina com a quercetina, para verificar seus efeitos hipolipidêmicos em coelhos. A hiperlipidemia foi induzida misturando à ração colesterol 1% + ácido cólico 0,1%, durante 28 dias. As...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Urucum; Flavonóides; Carotenóides; Colesterol.
Ano: 2001 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-95962001000400010
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características físico-químicas e atividade antimicrobiana de extratos de própolis da Paraíba, Brasil Ciência Rural
Silva,Rosilene Agra da; Rodrigues,Adriana Evangelista; Ribeiro,Maria Cristina Marcucci; Custódio,Ângela Ramalho; Andrade,Norma Estefânia Domingues; Pereira,Walter Esfraim.
Objetivou-se com esta pesquisa analisar a própolis produzida por abelhas Apis mellifera L. no Estado da Paraíba, colhida pelo método de tela plástica, determinando-se a composição físico-química e a atividade antimicrobiana conforme o período de colheita das amostras. Para a determinação físico-química, foram avaliados os teores de umidade, cinzas, resíduos insolúveis, cera, sólidos solúveis, fenóis, flavonóides e índice de oxidação. Para o estudo da atividade antimicrobiana, foram utilizados os microrganismos Candida albicans e Staphylococcus aureus. O teor de umidade, os resíduos insolúveis, as cinzas, os sólidos solúveis, os fenóis, os flavonóides e o índice de oxidação das amostras testadas apresentaram uma variação de 1,0 a 8,6%; 23,5 a 40,4%; 1,1 a...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flavonóides; Abelhas; Própolis; Ação antimicrobiana.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782006000600027
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compostos fenólicos e atividade antioxidante em linhagens de feijão-caupi. Repositório Alice
FREITAS, T. K. T.; PINHEIRO, É. M.; CUNHA, E. M. F.; ROCHA, M. de M.; MOREIRA-ARAÚJO, R. S. dos R..
O feijão-caupi constitui um dos principais componentes da dieta alimentar tanto na zona urbana quanto rural. É um grão rico em nutrientes e substâncias que trazem benefícios pelo seu consumo, como os compostos bioativos, com ação antioxidante. O objetivo desse trabalho é determinar o teor dos compostos bioativos e a capacidade antioxidante presente em duas linhagens de feijão-caupi.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Flavonóides; Compostos bioativos; Vigna Unguiculata.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1117877
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Compostos fenólicos e capacidade antioxidante de cultivares de uvas Vitis labrusca L. e Vitis vinifera L. Ciênc. Tecnol. Aliment.
Abe,Lucile Tiemi; Mota,Renata Vieira da; Lajolo,Franco Maria; Genovese,Maria Inés.
O conteúdo de compostos fenólicos, incluindo resveratrol, antocianinas e outros flavonóides, e a capacidade antioxidante de cinco cultivares de uvas produzidas em Minas Gerais foram determinados. O conteúdo de fenólicos totais, determinado através do método de Folin-Ciocalteau variou significativamente, entre 65 ± 1 e 390 ± 30 mg equivalentes de ácido gálico.100 g -1 de amostra base úmida (b.u.). O conteúdo de antocianinas totais quantificado por CLAE variou entre 6,7 ± 0,2 e 154 ± 4 mg equivalentes de cianidina.100 g -1 (b.u.). Outros flavonóides encontrados foram catequina, epicatequina, quercetina, caempferol além dos ácidos hidroxicinâmicos. O resveratrol foi encontrado em três cultivares, variando entre 0,022 ± 0,001 e 0,60 ± 0,03 mg.100 g -1 (b.u.)....
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Flavonóides; Capacidade antioxidante; Vitis sp.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20612007000200032
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de um metodo para determinacao de flavonoides em suco processado de tangerina murcote (Citrus reticulata Blanco L.).. Repositório Alice
ROSA, J. S. da; OIANO NETO, J.; FURTADO, A. A. L.; GODOY, R. L. de O.; BORGUNI, R. G.; PACHECO, S.; SANTIAGO, M. C. P. de A.; PONTES, S. M.; FRANCO, D. G.; REZENDE, C. M..
2011
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Método; Flavonóides; Tangerina murcote.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/908930
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desenvolvimento de uma metodologia por CLAE para quantificação de flavanonas em suco de tangerina murcote (Citrus reticulata Blanco). Repositório Alice
ASSIS, P. P.; ROSA, J. S. da; OIANO-NETO, J.; FURTADO, A. A. L.; PACHECO, S.; GODOY, R. L. O..
2010
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Tangerina murcote; Flavonóides; Citrus reticulata.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/877477
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Efeito da formononetina (7 hidroxi, 4'metoxi isoflavona) na colonização micorrízica e crescimento do milho em solo contendo excesso de metais pesados Rev. Bras. Ciênc. Solo
Siqueira,J. O.; Pereira,M. A. M.; Simão,J. B. P.; Moreira,F. M. S..
O excesso de metais pesados contamina o solo, exercendo impacto negativo sobre os microrganismos e ação tóxica sobre as plantas, dificultando a revegetação e reabilitação de áreas degradadas. No presente estudo, avaliou-se o efeito da aplicação do isoflavonóide formononetina (7 hidroxi, 4'metoxi isoflavona) no crescimento e absorção de metais pelo milho (Zea mayz L.) em mistura de solo com proporções crescentes de um solo contaminado que continha 16.904, 194, 219 e 836 mg dm-3 de solo de Zn, Cd, Pb e Cu, respectivamente. Esse solo foi diluído com solo não contaminado para obter misturas com 0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10,0% p/p do solo contaminado. Nas misturas de solo, infestadas com propágulos de fungos micorrízicos, foi plantado milho, com e sem a aplicação de...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Poluição do solo; Micorrizas; Simbioses radiculares; Flavonóides; Absorção mineral; Fitotoxidez.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-06831999000300009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Effect of the pre-treatment and the drying process on the phenolic composition of raisins produced with a seedless Brazilian grape cultivar. Repositório Alice
OLIVATI, C.; NISHIYAMA, Y. P. de O.; SOUZA, R. T. de; JANZANTTI, N. S.; MAURO, M. A.; GOMES, E.; HERMOSÍN-GUTIÉRREZ, I.; SILVA, R. da; LAGO-VANZELA.
The grape is an important fruit regarding economic and health benefit parameters, because of its large consumption around the world and their bioactive phenolic compounds. The drying process of BRS Morena grapes, whether pre-treated or not with olive oil for producing raisins, resulted in qualitative and quantitative changes in their phenolic composition (anthocyanins, flavonols, stilbenes, hydroxycinammic acid derivatives, flavan-3-olsand proanthocyanidins). The raisins with the pre-treatment preserved more anthocyanins and proanthocyanidins than the raisins not pre-treated. Moreover, the total dehydration time accelerated by approximately 40% in the raisins pre-treated. Therefore, the production of raisins of BRS Morena grapes pre-treated with olive oil...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: BRS Morena; Phenolic composition; HPLC-DAD-ESI-MS; Bioactive phenolic compounds; Flavonóides; Uva; Raisins; Drying; Anthocyanins; Flavonoids; Grapes.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1103334
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Enzyme-assisted extraction of phenolics from winemaking by-products: Antioxidant potential and inhibition of alpha-glucosidase and lipase activities. Repositório Alice
CAMARGO, A. C. de; REGITANO-D?ARCE, M. A. B.; BIASOTO, A. C. T.; SHAHIDI, F..
Phenolics in food and agricultural processing by-products exist in the soluble and insoluble-bound forms. The ability of selected enzymes in improving the extraction of insoluble-bound phenolics from the starting material (experiment I) or the residues containing insoluble-bound phenolics (experiment II) were evaluated. Pronase and Viscozyme improved the extraction of insoluble-bound phenolics as evaluated by total phenolic content, antioxidant potential as determined by ABTS and DPPH assays, and hydroxyl radical scavenging capacity, reducing power as well as evaluation of inhibition of alpha-glucosidase and lipase activities. Viscozyme released higher amounts of gallic acid, catechin, and prodelphinidin dimer A compared to Pronase treatment. Furthermore,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Composto fenólico; HPLC; Flavonóides; Subproduto de vinificação; Enzima; Processamento de alimento; Tecnologia de alimento; Phenolic acids; Flavonoids.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1062143
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
ESTUDO DA PREPARAÇÃO DOS EXTRATOS DE PRÓPOLIS E SUAS APLICAÇÕES Ciênc. Tecnol. Aliment.
PARK,Yong Kun; IKEGAKI,Masaharu; ABREU,José A. da Silva; ALCICI,Nívia M. Freire.
A obtenção dos extratos etanólicos de própolis foi feita utilizando água e diferentes concentrações de etanol como solventes. Esses extratos foram analisados quanto ao seu espectro de absorção por espectrofotometria na região ultravioleta ("U.V. scanning"), por cromatografia em camada delgada de alta performance e por cromatografia liquida de alta eficiência (CLAE). O pico de absorção máxima de todos os extratos foi a 290 nm sendo o extrato etanólico a 80% o que apresentou maior absorção. A maioria dos flavonóides foram extraídos nas concentrações alcóolica entre 60 a 80%. Foram testados ainda o efeito anrirnicrobiano, antioxidante e anflinflamatório desses extratos. Verificou-se que os extratos etanólicos de própolis entre 60 a 80% inibiu...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Própolis; Flavonóides; Apis mellifera; Extrato etanólico.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-20611998000300011
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Flavonóides de quatro espécies de Paepalanthus Ruhl. (Eriocaulaceae) Acta Botanica
Mayworm,Marco A. S; Salatino,Antonio.
Flavonóides de quatro espécies de Paepalanthus (P. bifrons, P. hilairei, P. planifolius e P. robustus) foram isolados e identificados. Três espécies apresentaram flavonóis 6-oxigenados, uma características que ocorre também em Eriocaulon. No entanto, P. hilairei contém flavonas, um caráter observado em espécies de Leiothrix e Syngonanthus. Esses resultados (ainda que preliminares) revelam uma heterogeneidade química em Paepalanthus, em comparação a outros gêneros de Eriocaulaceae.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Eriocaulaceae; Paepalanthus; Flavonóides; Quimiotaxonomia.
Ano: 1993 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-33061993000200008
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Identificação de flavonóides em Hypericum cordatum (Vell.) N. Robson (Clusiaceae) Rev. Bras. Bot.
Dourado,Rodrigo Strohmayer; Ladeira,Ângela Maria.
Este trabalho teve como objetivo realizar o fracionamento de extratos metanólicos de caules e folhas de Hypericum cordatum e a identificação de flavonóides. O fracionamento dos extratos foi feito por cromatografia de filtração em resina de Sephadex LH 20, em camada delgada e cromatografia líquida de alta eficiência. Os extratos metanólicos mostraram a presença de vários flavonóides, em especial flavonóis e flavonas. Foram identificados quatro flavonóides: quercetina, quercitrina, rutina e canferol. Os compostos foram identificados pela análise de seus espectros na luz ultravioleta obtidos em CLAE-UV/DAD e por co-cromatografia realizada com os padrões.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cerrado; Compostos fenólicos; Erva de São João; Flavonóides; Planta medicinal.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-84042008000400007
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Isolamento de flavonóides utilizando cromatografia líquida de alta eficiência e caracterização por espectrometria de massas e ressonância magnética nuclear. Repositório Alice
CUNHA, C. P. da; BRAZ FILHO, R.; GODOY, R. L. de O..
2011
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Flavonóides; CLAE.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/918913
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Variação sazonal dos componentes de Annona cacans Warming composition. Repositório Alice
SAITO, M.L.; OLIVEIRA, F. de..
Através de analise gravimétrica de alcaloides e cromatografia comparativa de extratos de caule e folha de Annona cacans Warming coletados em 4 diferentes estações do ano observou-se alteração acentuada no teor das diversas substancias isoladas deste vegetal. No inverno o teor de alcaloides básicos do caule cai a nível muito baixo, elevando-se ao máximo na primavera. Os alcaloides lactamícos e a oxoaporfina liriodenina estão presentes no verão e ausentes na primavera, quando o teor de alcaloides e o maior possível. Pode ser observado, também, diminuição do teor de estefarina, considerado precursor biossintético dos alcaloides asimilobina e michelalbina, quando estas ultimas aparecem. Salienta-se a importância do estudo fitoquímico em diversas épocas do ano,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Annona cacans; Planta medicinal; Variacao de composicao; Alcalóides; Flavonóides; Análise cromatográfica; Medicinal plant; Compositional variation; Alcaloids; Flavonoids; Seasonal variation.
Ano: 1994 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/12419
Registros recuperados: 20
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional