Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Caracterização das exigências de frio hibernal das cultivares Vitis labrusca Concord e Isabel para superação do estado de endodormência. Repositório Alice
PERUZZO, S.; MARCHI, V. de V.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
Este trabalho teve por objetivo definir as exigências de horas de frio para superação da endodormência das cultivares Concord e Isabel.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Videira; Endodormência; Horas de frio; Viticultura; Vitis labrusca; Frio; Dormência.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/996746
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Chilling requirements and dormancy evolution in grapevine buds. Repositório Alice
ANZANELLO, R.; FIALHO, F. B.; SANTOS, H. P. dos.
Fluctuations in winter chilling availability impact bud dormancy and budburst. The objective of this work was to determine chilling requirements to induce and overcome endodormancy (dormancy controlled by chilling) of buds in different grape cultivars. ?Chardonnay?, ?Merlot? and ?Cabernet Sauvignon? shoots were collected in Veranópolis-RS vineyards in 2010, and submitted to a constant 3 °C temperature or daily cycles of 3/15 °C for 12/12h or 18/6h, until reaching 1120 chilling hours (CH, sum of hours with temperature ≤ 7.2 °C). Periodically, part of the samples in each treatment was transferred to 25 °C for budburst evaluation (green tip). Chilling requirements to induce and overcome endodormancy vary among cultivars, reaching a total of 136 CH...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Chilling hours; Endodormancy; Budburst; Horas de frio; Endodormência; Vitis Vinifera; Brotacao.
Ano: 2018 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1098301
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Correlação do acúmulo de horas de frio entre duas estações agroclimatológicas situadas em diferentes posições geográficas no município de Pelotas-RS. Infoteca-e
REISSER JÚNIOR, C.; CHAVARRIA, G.; WREGE, M. S.; HERTER, F. G.; STEINMETZ, S.; VERISSÍMO, V..
bitstream/item/31643/1/comunicado110.pdf
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Agroclimatologia; Dados climáticos; Horas de frio; Utilização.; Zoneamento Agrícola..
Ano: 2005 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/744935
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Disponibilidade de horas de frio na região central do Rio Grande do Sul: 1 - Ocorrência de valores acumulados para diferentes níveis de probalidade Ciência Rural
Heldwein,Arno Bernardo; Schneider,Flavio Miguel; Buriol,Galileo Adeli; Estefanel,Valduino; Prestes,Solismar Damé.
Determinaram-se as disponibilidades de horas de frio abaixo de 7°C (HF<7) e de 13°C (HF<13) acumuladas até determinada quinzena para níveis de probabilidade de 1, 10, 20, 50, 80, 90 e 99% de 9 locais da região de Santa Maria, RS. As horas de frio diárias foram obtidas dos termogramas ou estimadas por modelos analíticos ou modelos de regressão a partir dos valores das temperaturas mínima, máxima e das 21 horas do ar. Na determinação das probabilidades de ocorrência de horas de frio, foi utilizada uma combinação de duas distribuições, sendo uma discreta para verificar se ocorreram ou não horas de frio na quinzena, e a outra contínua para verificar a quantidade de horas de frio quando estas ocorreram. A disponibilidade de horas de frio acumuladas...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Horas de frio; Probabilidade de ocorrência; Variabilidade climática; Disponibilidades climáticas.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000500001
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Disponibilidade de horas de frio na região central do Rio Grande do Sul: 2 - Distribuição geográfica Ciência Rural
Buriol,Galileo Adeli; Heldwein,Arno Bernardo; Schneider,Flávio Miguel; Estefanel,Valduino; Oliveira,Helenir Trindade de; Didoné,Marino Antonio.
Foram traçadas as cartas da distribuição de disponibilidade de horas de frio na região Central do Rio Grande do Sul. Para tal, utilizaram-se os dados de disponibilidade de ocorrência do número médio acumulado de horas de frio <13ºC e <7ºC nos meses de abril a setembro de dez estações meteorológicas localizadas na região. Traçaram-se as isolinhas de diferentes totais de valores médios acumulados do número de horas de frio para a probabilidade de ocorrência de 50%. Para auxiliar no traçado das isolinhas foram utilizadas equações de regressão, estimando os valores do número de horas de frio em função da altitude e latitude. Os valores mais baixos do número de horas de frio ocorrem nas áreas de menor altitude, como nos vales dos rios Jacuí, Vacacaí e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Cartas climáticas; Horas de frio; Frutíferas caducifóleas.
Ano: 2000 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782000000500002
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Disponibilidades climáticas para macieira na região de Vacaria, RS Ciência Rural
Cardoso,Loana Silveira; Bergamaschi,Homero; Bosco,Leosane Cristina; Paula,Viviane Aires de; Marodin,Gilmar Arduino Bettio; Casamali,Bruno; Nachtigall,Gilmar Ribeiro.
O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade e as tendências temporais das principais variáveis climáticas - temperaturas máxima, mínima e média do ar, horas de frio (abaixo de 7°C), precipitação pluvial e umidade relativa do ar - no período 1983-2009 e confrontá-las com as necessidades de macieiras dos grupos Gala e Fuji, na região de Vacaria, RS. Foram utilizados dados diários de estação meteorológica da Embrapa, do período de 1983 a 2009, e comparados com as normais 1931-1960 e 1961-1990, para análise de tendência temporal. A precipitação pluvial apresentou diferenças significativas entre a média do período 1983-2009 e as normais, com aumentos de 479 e 256mm, respectivamente. Não houve diferenças significativas na temperatura do ar mensal entre...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Malus domestica; Clima; Temperatura; Horas de frio; Precipitação pluvial; Dormência.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782012001100009
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Estimativa de horas de frio para as regiões da Serra do Sudeste e da Campanha no Rio Grande do Sul. Infoteca-e
WREGE, M. S.; HERTER, F. G.; REISSER JÚNIOR, C.; STEINMETZ, S.; COSTA, A. V.; CHAVARRIA, G.; PEREIRA, I. dos S..
bitstream/item/31638/1/comunicado102.pdf
Tipo: Comunicado Técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Agricultura irrigada; Citros; Horas de frio; Monitoramento.; Clima Temperado; Fruticultura..
Ano: 2004 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/744926
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evidências de invernos mais curtos em regiões vitivinícolas do Rio Grande do Sul com base na temperatura mínima. Repositório Alice
ALVES, M. E. B.; TONIETTO, J.; SANTOS, H. P. dos.
O ano de 2018 foi o quarto mais quente da história, ficando atrás apenas de 2016, 2017 e 2015, os mais quentes nesta ordem. O registro de temperaturas mais elevadas levantou a hipótese de que os invernos estão se tornando mais curtos. O presente trabalho tem por objetivo analisar os registros de temperaturas em três regiões vitivinícolas do estado do Rio Grande do Sul, caracterizando-se alterações na duração e intensidade do frio invernal, bem como identificar os possíveis impactos destas mudanças sobre o ciclo da videira nestes locais. Observou-se que as Tmin registradas em abril e em setembro foram mais elevadas que a média normal, nos municípios de Bento Gonçalves, Vacaria e Santana do Livramento, no estado do Rio Grande do Sul e que a intensidade do...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Videira; Horas de frio; Regiões vitivinícolas; Temperatura mínima; Vitivinicultura; Brotacao; Clima; Clima Tropical; Climatologia; Mudança Climática; Temperatura.
Ano: 2019 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1121042
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evolução de brotação em cultivares de macieiras com variações de exigência de frio tratadas com cianamida hidrogenada ao longo do período de endodormência. Repositório Alice
PERUZZO, S.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
O estudo pretendeu responder as seguintes questões: 1) De modo empírico, sabe-se que as plantas precisam de um certo acúmulo de horas de frio (HF) para que o tratamento com cianamida hidrogenada (CH) seja eficaz, porém qual o somatório de frio mínimo para que esse produto tenha efeito pleno? 2) Existe diferença nesta quantidade de HF acumulada para que a CH tenha efeito quando utiliza-se genótipos contrastes de exigência de frio?
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Horas de frio; Endodormência; Cianamida hidrogenada; Macieira; Fruticultura; Maçã; Dormência; Frio; Clima; Apples; Fruit growing; Dormancy; Cold.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001134
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Fisiologia e modelagem da dormência de gemas em macieira. Repositório Alice
ANZANELLO, R..
Este estudo visou quantificar requerimentos térmicos durante a dormência de gemas de macieiras contrastantes em necessidade de frio hibernal (Castel Gala e Royal Gala), para desenvolver um modelo biológico teórico de predição da brotação, em condições subtropicais. Brindilas de macieiras foram coletadas em pomares de Papanduva-SC, de março a julho de 2009, 2010 e 2011. As estacas foram submetidas a diversas condições térmicas controladas, para determinar as exigências de intensidade e duração de frio (3, 6, 9 e 12°C, em 2009), o efeito de ciclos diários de temperatura (3/15°C, por 6/18h, 12/12h ou 18/6h, em 2010) e ondas de calor no período hibernal (1 ou 2 dias por semana a 25°C ou 7 dias a 25°C no início ou meio da endodormência, em 2011)....
Tipo: Tese/dissertação (ALICE) Palavras-chave: Modelagem; Horas de frio; Fruticultura; Maçã; Fisiologia vegetal; Dormência; Frio; Brotação; Fenologia.
Ano: 2012 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/950624
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Identificacao da Regiao com Condicoes Climaticas para Producao de Vinhos Finos no Rio Grande do Sul. Repositório Alice
MOTA, F.S. da.
O objetivo deste trabalho foi identificar climaticamente a regiao do estado do Rio Grande do Sul apta para producao de vinhos finos a partir de cultivares de Vitis vinifera. Foram utilizados dados medios mensais de insolacao, precipitacao pluvial, umidade relativa, horas de frio abaixo de 7°C e temperatura media de 18 estações agrometeorologicas bem distribuidas na area do Estado, para o periodo 1967/86, para estabelecer os indices agroclimaticos representativos das exigencias para a producao de vinhos finos. Estes indices foram: indice heliopluviometrico de maturacao (quociente de insolacao total pela precipitacao no verao); umidade relativa no verao; horas de frio abaixo de 7°C; temperatura media do mes mais quente. As localidades de Santana do...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Vitis vinifera; Uvas; Indice agroclimatico; Climatologia; Indice helioplu-viometrico; Insolacao; Vinhedos; Precipitacao pluvial; Horas de frio; Sol.
Ano: 1992 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/105625
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Macieiras contrastantes em exigência de frio apresentam a mesma evolução de brotação quando tratadas com cianamida hidrogenada ao longo da endodormência? Repositório Alice
PERUZZO, S.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
A macieira, sendo uma espécie de clima temperado, apresenta a entrada em endodormência no outono e requer um acúmulo de horas de frio (HF, soma de temperatura < 7,2°C) durante o inverno para superar esse estado fisiológico. As exigências de HF variam entre genótipos e quando o somatório de frio local é menor são recomendados tratamentos químicos indutores, como a cianamida hidrogenada (CH). Para que o tratamento com CH seja eficaz, sabe-se que as plantas precisam de um certo acúmulo de HF, tornando-se necessário determinar o somatório de frio mínimo para que esse produto tenha efeito pleno. Outra questão importante é definir se existe diferença na quantidade de HF acumulada para que a CH tenha efeito, quando utiliza-se genótipos contrastantes de...
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Cianamida hidrogenada; Endodormência; Horas de frio; Macieira; Maçã; Fruticultura; Brotação; Frio; Temperatura.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/996675
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Metodologia para determinação de horas de frio utilizando termohigrógrafos digitais. Repositório Alice
PEREIRA JUNIOR, L. J. L.; REISSER JUNIOR, C.; STEINMETZ, S.; RODRIGUES, I. S..
2016
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Horas de frio.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1068326
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Necessidade de horas de frio para superação da endodormência em cultivares Viris labrusca L. Repositório Alice
PERUZZO, S. N.; MARCHI, V. V.; SANTOS, H. P. dos; FIALHO, F. B.; SOUZA, D. A..
As videiras da espécie Vitis labrusca L. são as mais cultivadas na Serra Gaúcha, atingindo grande importância cultural e econômica. Como outras espécies de clima temperado, possuem um período de endodormência, ativado pelo início das horas de frio (HF, T<=7,2°C) no outono e exige uma demanda específica de frio, relativa a cada genótipo, para sair deste estado fisiológico. Este trabalho teve por objetivos definir as exigências de HF para superação da endodormência das cultivares Bôrdo, Concord, Isabel e Niágara Rosa, empregando-se as estratégias de frio controlado e de frio a campo. Após a coleta (abriU2014), as estacas da estratégia de frio controlado foram esterilizadas, embaladas e dispostas em BODs (3°C) para os tratamentos de frio controlado (O, 24,...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Endodormência; Horas de frio; Viticultura; Uva; Frio; Vitis labrusca; Clima; Dormência; Viticulture; Grapes.
Ano: 2014 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1001019
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Quebra de dormência de pereira 'Hosui' com uso de óleo mineral em dois tipos de condução Rev. Bras. Frutic.
Oliveira,Odirlei Raimundo de; Peressuti,Rafael Aparecido; Skalitz,Rebert; Antunes,Marina Costacurta; Biasi,Luiz Antonio; Zanette,Flávio.
Algumas cultivares de pereira asiática, quando plantadas em regiões onde ocorrem invernos com baixo número de horas de frio, comumente apresentam deficiência e desuniformidade na brotação e floração, necessitando de meios artificiais para a quebra de dormência. Visando a miminizar esse problema, foi instalado um experimento num pomar de 4 anos de pereiras 'Hosui' (Pyrus pyrifolia), em espaçamento 4,0m x 4,0m, na Estação Experimental do Canguiri-da Universidade Federal do Paraná, no município de Pinhais-PR (latitude 25º25' sul, longitude 49º08' e altitude 920m), onde a soma de horas de frio atingiu 141 horas abaixo de 7,2ºC durante o inverno de 2005. Os tratamentos foram aplicados quando as plantas estavam no estádio fenológico A1 (gema inchada), sendo o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pyrus pyrifolia; Horas de frio; Indutores de brotação; Produção orgânica; Tipos de condução.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000200024
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Regiões com similaridade de horas de frio no outono-inverno no Sul do Brasil. Repositório Alice
WREGE, M. S.; HERTER, F. G.; FRITZSONS, E..
O objetivo deste estudo foi identificar, na Região Sul do Brasil, zonas homogêneas quanto às horas de frio no período outono-inverno e contribuir, assim, para estudos de riscos climáticos para espécies frutíferas e florestais criófilas, cultivadas em regiões de clima temperado. As regiões foram delimitadas por análise de agrupamento, com variáveis classificatórias definidas pela disponibilidade estacional de horas de frio (<7,2 oC) acumuladas no período maio-setembro. A análise permitiu o reconhecimento de cinco zonas homogêneas de horas de frio na Região Sul do Brasil. O Litoral e o Noroeste do Paraná apresentam os menores valores, enquanto as regiões serranas apresentam os maiores valores. Nas demais regiões, os valores são intermediários, permitindo...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Análise de agrupamento; Zonas homogêneas; Análise de componentes principais; Horas de frio; Riscos climáticos; Climatic risks; Homogeneous zones; Chilling hours; Principal component analysis; Cluster analysis.
Ano: 2016 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1058675
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Simulação do impacto do aquecimento global no somatório de horas de frio no Rio Grande do Sul. Repositório Alice
WREGE, M. S.; HERTER, F. G.; STEINMETZ, S.; REISSER JUNIOR, C.; GARRASTAZU, M. C.; MATZENAUER, R..
A região Sul do Brasil é a mais adequada para cultivo de espécies frutíferas de clima temperado no país, em razão da ocorrência de baixas temperaturas durante o inverno. Nos últimos 50 anos, entretanto, tem havido aumento da temperatura do ar, principalmente da temperatura mínima. Isso tem trazido preocupação ao setor produtivo, que depende do frio, principalmente nos meses de maio a setembro, para produzir frutas de clima temperado nessa região. Esse trabalho foi realizado com o objetivo de simular o impacto da elevação da temperatura mínima do ar em 1oC, 3oC e 5,8oC sobre a ocorrência de horas de frio no Rio Grande do Sul. Os resultados indicaram que, com apenas 1oC de elevação da temperatura mínima do ar, a repercussão sobre as horas de frio seria muito...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Mudanças climáticas; Fruticultura de clima temperado; Exigências de frio; Sul do Brasil; Aquecimento global; Horas de frio.
Ano: 2006 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/990891
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Zoneamento agroclimático para o pessegueiro e a nectarineira no Estado do Paraná Rev. Bras. Frutic.
Caramori,Paulo Henrique; Caviglione,João Henrique; Wrege,Marcos Silveira; Herter,Flavio Gilberto; Hauagge,Roberto; Gonçalves,Sergio Luiz; Citadin,Idemir; Ricce,Wilian da Silva.
O pessegueiro e a nectarineira são culturas com grande potencial climático e de mercado, mas ainda pouco exploradas no Estado do Paraná. O objetivo deste trabalho foi indicar zonas de menor risco climático para produção dessas culturas no Estado do Paraná, utilizando informações climáticas e agronômicas. Para tanto, foram usados dados históricos de 32 estações meteorológicas do IAPAR, para estimar e mapear os riscos de geadas tardias e o total médio de horas de frio (hf) abaixo de 7,2ºC no período maio-setembro. As regiões em que a última geada ocorre antes da fase de floração e com número de horas de frio adequado às exigências das variedades, foram consideradas aptas. Grande parte do norte, oeste e litoral do Paraná não apresenta horas de frio...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Pêssego; Nectarina; Geada; Horas de frio; Zoneamento.
Ano: 2008 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-29452008000400033
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional