Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação das silagens do sorgo BRS-610 em sete estádios de maturação pela técnica in vitro semiautomática de produção de gases. Repositório Alice
FARIA JÚNIOR, W. G.; GONÇALVES, L. C.; MAURICIO, R. M.; RODRIGUES, J. A. S.; COLODO, J. C. N.; FARIA, W. G.; SOUZA, L. F..
Avaliou-se a qualidade da silagem do sorgo BRS-610 produzida em sete estádios de maturação dos grãos, pela técnica in vitro semi automática de produção de gases. O delineamento foi inteiramente ao acaso, com quatro repetições por tratamento, e as médias foram comparadas pelo teste Scott-knott. Os parâmetros potencial máximo de produção de gases, tempo de colonização, taxa de produção de gases e degradabilidade efetiva da matéria seca para as taxas de passagem de 2, 5 e 8%/h foram obtidos pelo modelo de France et al. O potencial máximo de produção de gases não diferiu entre as silagens e indicou média de 170,5mLmg de matéria seca. Entre leitoso/pastoso e pastoso houve menor tempo de colonização. As maiores taxas de fermentação foram observadas nas silagens...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Sorgo; Silagem; Valor nutritivo; Produção de gases.
Ano: 2010 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/868017
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação das silagens do sorgo BRS-610 em sete estádios de maturação pela técnica in vitro semiautomática de produção de gases Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Faria Júnior,W.G.; Gonçalves,L.C.; Maurício,R.M.; Rodrigues,J.A.S.; Colodo,J.C.N.; Faria,W.G.; Souza,L.F..
Avaliou-se a qualidade da silagem do sorgo BRS-610 produzida em sete estádios de maturação dos grãos, pela técnica in vitro semiautomática de produção de gases. O delineamento foi inteiramente ao acaso, com quatro repetições por tratamento, e as médias foram comparadas pelo teste Scott-knott. Os parâmetros potencial máximo de produção de gases, tempo de colonização, taxa de produção de gases e degradabilidade efetiva da matéria seca para as taxas de passagem de 2, 5 e 8%/h foram obtidos pelo modelo de France et al. O potencial máximo de produção de gases não diferiu entre as silagens e indicou média de 170,5mL/g de matéria seca. Entre leitoso/pastoso e pastoso houve menor tempo de colonização. As maiores taxas de fermentação foram observadas nas silagens...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Sorgo; Silagem; Produção de gases; Valor nutritivo.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000400020
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de ionóforos pela técnica da perda do potássio celular e produção de gases in vitro. Repositório Alice
LEOPOLDINO, W. M.; LANA, R. P.; EIFERT, E. C.; ARCURI, P. B.; MANTOVANI, H. C.; MARTINS, R. G. R..
Dois estudos foram realizados com vacas lactantes utilizadas como unidade experimental e doadoras de líquido ruminal, sendo as populações de bactérias utilizadas para avaliar a ação de níveis crescentes de lasalocida e monensina na resistência à perda de potássio intracelular, e para produção de gases in vitro. A perda de potássio (Kmax) da lasalocida foi menor para a população de bactérias obtidas do líquido de rúmen de vacas submetidas a dietas com monensina, óleo de soja e monensina mais óleo de soja (19,4 a 25,4%) quando comparada com a perda de potássio em vacas submetidas a dietas sem ionóforo e óleo de soja (30,1%). O mesmo ocorreu para a perda de potássio da monensina, em que o menor valor foi de 6,5% para monensina mais óleo e o maior, de 29,5%,...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Vaca; Fermentação; Monensina; Potássio; Produção de gases; Ionóforo; Própolis; Lasalocida.
Ano: 2007 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/216057
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação de ionóforos pela técnica da perda do potássio celular e produção de gases in vitro Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Leopoldino,W.M.; Lana,R.P.; Eifert,E.C.; Arcuri,P.B.; Mantovani,H.C.; Martins,R.G.R..
Dois estudos foram realizados com vacas lactantes utilizadas como unidade experimental e doadoras de líquido ruminal, sendo as populações de bactérias utilizadas para avaliar a ação de níveis crescentes de lasalocida e monensina na resistência à perda de potássio intracelular, e para produção de gases in vitro. A perda de potássio (Kmax) da lasalocida foi menor para a população de bactérias obtidas do líquido de rúmen de vacas submetidas a dietas com monensina, óleo de soja e monensina mais óleo de soja (19,4 a 25,4%) quando comparada com a perda de potássio em vacas submetidas a dietas sem ionóforo e óleo de soja (30,1%). O mesmo ocorreu para a perda de potássio da monensina, em que o menor valor foi de 6,5% para monensina mais óleo e o maior, de 29,5%,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Vaca; Fermentação; Lasalocida; Monensina; Potássio; Produção de gases; Ionóforo; Própolis.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600026
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação dos modelos logístico bicompartimental e de Gompertz na estimativa da dinâmica de fermentação ruminal in vitro do farelo e da torta de babaçu (Orbignya martiana) Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Farias,L.N; Vasconcelos,V.R; Carvalho,F.F.R; Sarmento,J.L.R.
Utilizaram-se dois modelos matemáticos para avaliar a produção de gases do farelo e da torta de babaçu, pela técnica in vitro semiautomática de produção de gases. Foram utilizados o modelo logístico e o de Gompertz. Os parâmetros de validação usados foram o quadrado médio do erro (QME), o coeficiente de determinação (R²), o desvio médio absoluto dos resíduos (DMA) e a análise gráfica dos resíduos. O modelo logístico bicompartimental apresentou menores valores (P<0,05) para o QME e o DMA em relação ao de Gompertz, e não houve diferença (P&gt;0,05) quanto ao R². Os gráficos de dispersão mostraram semelhanças nos ajustes dos dois modelos. Na análise gráfica dos resíduos, os dois modelos descreveram bem cinética de produção de gases da matéria seca. No...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Produção de gases; Inóculo ruminal; Modelos matemáticos.
Ano: 2011 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352011000100021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação pela técnica semiautomática de produção de gases das silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 9338) Repositório Alice
JAYME, D. G.; GONÇALVES, L. C.; MAURÍCIO, R. M.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N. M.; BORGES, A. L. C. C.; BORGES, I.; SALIBA, E. O. S.; PIRES, D. A. de A.; GUIMARAES JUNIOR, R.; JAYME, C. G.; PEREIRA, L. G. R..
Foram avaliadas as silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338), pela técnica semiautomática de produção de gases. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as médias comparadas pelo teste SNK (p<0,05). O genótipo Rumbosol 91 apresentou a maior produção acumulativa de gases para o tempo de 96 horas de incubação com valor de 128,47mL/g de MS, e o menor valor foi observado para o genótipo Victoria 807 com 92,88. Não foram observadas diferenças entre os valores de degradabilidade da matéria seca (DMS) para as silagens avaliadas nos diferentes tempos. O potencial máximo de produção de gases variou de 91,67 para o genótipo...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Silagem; Girassol; Helianthus annus; Fermentação; Valor nutritivo; Produção de gases; Sunflower; Fermentation; Nutritive value; Gas production; Silage; Girassol; Helianthus annuus; Fermentação; Valor nutritivo.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/580802
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação pela técnica semiautomática de produção de gases das silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 9338) Repositório Alice
JAYME, D. G.; GONSALVES, L. C.; MAURÍCIO, R. M.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N. M.; BORGES, A. L. C. C.; BORGES, I.; SALIBA, E. O. S.; PIRES, D. A. A.; GUIMARAES JUNIOR, R.; JAYME, C. G.; PEREIRA, L. G. R..
Foram avaliadas as silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338), pela técnica semiautomática de produção de gases. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as médias comparadas pelo teste SNK (p<0,05). O genótipo Rumbosol 91 apresentou a maior produção acumulativa de gases para o tempo de 96 horas de incubação com valor de 128,47mL/g de MS, e o menor valor foi observado para o genótipo Victoria 807 com 92,88. Não foram observadas diferenças entre os valores de degradabilidade da matéria seca (DMS) para as silagens avaliadas nos diferentes tempos. O potencial máximo de produção de gases variou de 91,67 para o genótipo...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Produção de gases; Girassol; Helianthus annuus; Fermentação; Valor nutritivo.
Ano: 2009 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/660244
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação pela técnica semiautomática de produção de gases das silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annuus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338) Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Jayme,D.G.; Gonçalves,L.C.; Maurício,R.M.; Rodrigues,J.A.S.; Rodriguez,N.M.; Borges,A.L.C.C.; Borges,I.; Saliba,E.O.S.; Pires,D.A.A.; Guimarães Júnior,R.; Jayme,C.G.; Pereira,L.G.R..
Foram avaliadas as silagens de quatro genótipos de girassol (Helianthus annuus) (Rumbosol 91, Victoria 627, Victoria 807 e Mycogen 93338), pela técnica semiautomática de produção de gases. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema de parcelas subdivididas, sendo as médias comparadas pelo teste SNK (p<0,05). O genótipo Rumbosol 91 apresentou a maior produção acumulativa de gases para o tempo de 96 horas de incubação com valor de 128,47mL/g de MS, e o menor valor foi observado para o genótipo Victoria 807 com 92,88. Não foram observadas diferenças entre os valores de degradabilidade da matéria seca (DMS) para as silagens avaliadas nos diferentes tempos. O potencial máximo de produção de gases variou de 91,67 para o...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Girassol; Helianthus annuus; Fermentação; Produção de gases; Valor nutritivo.
Ano: 2009 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352009000600021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Características produtivas, agronômicas e nutricionais do capim-tanzânia em cinco diferentes idades ao corte Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Castro,G.H.F.; Rodriguez,N.M.; Gonçalves,L.C.; Maurício,R.M..
Avaliou-se o capim-tanzânia (Panicum maximum cv Tanzânia) cortado aos 42, 63, 84, 107 e 126 dias quanto à produtividade, às características agronômicas, à composição bromatológica e à digestibilidade in vitro. Observou-se aumento na altura da planta do capim-tanzânia até os 84 dias, com aumento da produção de massa verde de forragem e aumento na produção de matéria seca com o avançar da idade ao corte. O aumento da idade ao corte resultou em diminuição do percentual de folhas e em aumento no percentual de hastes. Na composição bromatológica, observaram-se diminuição do teor de proteína bruta e aumento das frações fibrosas, com aumento do nitrogênio retido nessa última com o avançar da idade. Os resultados obtidos refletiram-se na cinética de fermentação...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Capim-tanzânia; Panicum maximum; Composição bromatológica; Produção de gases.
Ano: 2010 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352010000300022
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de degradação e fermentação ruminal da Brachiaria brizantha cv. marandu colhida em diferentes idades ao corte Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Castro,G.H.F.; Graça,D.S.; Gonçalves,L.C.; Mauricio,R.M.; Rodriguez,N.M.; Borges,I.; Tomich,T.R..
Avaliou-se a cinética de fermentação ruminal de capim-braquiarão cortado aos 28, 56, 84 e 112 dias de rebrota, mediante o uso da técnica in vitro semi-automática de produção de gases. A relação entre a digestibilidade da matéria seca e a produção acumulada de gases foi linear em todas as idades ao corte. O capim-braquiarão cortado aos 28 e aos 56 dias apresentou a maior taxa de produção de gases em torno das 18 horas de incubação, enquanto na forragem cortada aos 84 e 112 dias a maior taxa foi observada após 48 horas de incubação. Em todos os tempos de incubação a produção acumulada de gases foi maior na forragem cortada aos 28 e aos 56 dias. Conclui-se que o melhor momento de utilização do capim-braquiarão está entre as idades de 28 e de 56 dias, devido à...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Braquiária; Produção de gases; Valor nutritivo.
Ano: 2007 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352007000600029
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de fermentação ruminal das silagens de três híbridos de milho comerciais em diferentes estádios de maturação. Repositório Alice
PÔSSAS, F. P.; GONÇALVES, L. C.; PEREIRA, L. G. R.; MACHADO, F. S.; JAYME, D. G.; RODRIGUES, J. A. S.; RODRIGUEZ, N. M.; TOMICH, T. R..
2015
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Produção de gases; Degradabilidade; Estádio de maturidade; Silagem de milho.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1035342
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de fermentação ruminal das silagens de três híbridos de milho comerciais em diferentes estádios de maturação Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Pôssas,F.P.; Gonçalves,L.C.; Pereira,L.G.R.; Machado,F.S.; Jayme,D.G.; Rodrigues,J.A.S.; Rodriguez,N.M.; Tomich,T.R..
Foi avaliada a cinética de fermentação ruminal in vitrode três híbridos comerciais de milho (BRS 1035, BRS 1031 e BRS 1001) colhidos em três estádios de maturidade (pastoso, farináceo e farináceo-duro). Após 96 horas de fermentação, não houve diferença na PCG entre as silagens dos híbridos colhidos nos diferentes estádios de maturidade (P>0,05). O potencial máximo de produção de gases das silagens de todos os híbridos reduziu com o avançar da maturidade da planta, sendo a variação encontrada de 259,3 a 280,0mL/g de matéria seca (MS). Os valores de tempo de colonização variaram de 0h06min a 1h54min. Para as silagens dos híbridos BRS 1035 e BRS 1001, houve aumento no tempo de colonização com o avançar da maturidade da planta. Para as silagens do híbrido...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Produção de gases; Degradabilidade; Estádio de maturidade; Silagem de milho.
Ano: 2015 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352015000100159
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética de fermentação ruminal in vitro de silagens de híbridos de sorgo Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,T.C.; Santos,E.M.; Macedo,C.H.O.; Lima,M.A.; Azevedo,J.A.G.; Pinho,R.M.A.; Perazzo,A.F.; Oliveira,J.S..
Objetivou-se com esta pesquisa avaliar as silagens de 23 híbridos de sorgo por meio da técnica in vitro semiautomática de produção de gases. Foi utilizado o delineamento inteiramente ao acaso, com 23 tratamentos e três repetições, sendo os tratamentos as silagens de híbridos de sorgo. Os híbridos foram cultivados na estação experimental do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), no município de Campina Grande - PB. A produção de gases foi estimada por intermédio do modelo logístico bicompartimental, ajustado às curvas de produção cumulativa de gases. Com relação ao volume final de carboidratos fibrosos (VfCF), houve efeito de híbrido (P<0,05), com resultados variando de 105,99 a 144,53mL/g de MS. Os valores de taxa de degradação dos carboidratos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Lag time; Produção de gases; Semiárido; Valor nutritivo.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352014000601865
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cinética e parâmetros de fermentação ruminal in vitro de silagens de parte aérea e raízes de mandioca Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.
Silva,C.F.P.G.; Figueiredo,M.P.; Pedreira,M.S.; Bernardino,F.S.; Farias,D.H.; Azêvedo,J.A.G..
Foram avaliados os efeitos do emurchecimento e da inclusão de raízes 0, 15, 30 e 45% da matéria natural sobre a cinética e os parâmetros da fermentação ruminal de silagens da parte aérea da mandioca. A produção acumulada de gases (PAG) às 96 horas de incubação foi influenciada significativamente (P<0,05) pela interação emurchecimento versus inclusão de raízes. Para a PAG, houve elevação linear de 1,88mL a cada unidade percentual de raiz adicionada às silagens não emurchecidas e efeito quadrático nas silagens emurchecidas, com produção máxima de 226mL de gases, com a inclusão de 30,5% de raízes. A degradabilidade verdadeira in vitro da MS (DVIMS) das silagens apresentou significância (P<0,05) para o emurchecimento e para a interação inclusão de raízes...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Degradabilidade; Produção de gases; Ruminantes; Volumosos.
Ano: 2012 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352012000600033
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição bromatológica e cinética da fermentação ruminal de rações contendo resíduos de babaçu Rev. Ciênc. Agron.
Sousa,Luciano Fernandes; Macedo Júnior,Gilberto de Lima; Santos,Rogério Pereira dos; Silva,André Guimarães Maciel e; Borges,Iran.
Objetivou-se com o experimento demonstrar a composição bromatológica e avaliar a cinética de fermentação e degradabilidade ruminal efetiva in vitro, por meio da técnica "Hohenheim Gas Test", da farinha do mesocarpo do babaçu I® e II® (FMBI e FMBII) e de rações com diferentes níveis de inclusão. Foram conduzidos dois ensaios: um com os subprodutos puros e milho e outro com rações com inclusões da FMBI e FMBII nas seguintes proporções: 0; 7,5; 15,0 e 22,5% da matéria seca total. O delineamento foi o de blocos casualizados sendo seis blocos no primeiro e cinco no segundo ensaio. Os tempos de mensuração dos gases produzidos foram 3; 6; 9; 12; 24; 48; 72 e 96 horas. As farinhas FMBI e FMBII apresentaram composições bromatológicas diferentes, em relação aos...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Alimentação; Orbignya martiana; Produção de gases; Ruminantes; Subprodutos.
Ano: 2014 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-66902014000100021
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Composição química, digestibilidade e cinética de degradação ruminal das silagens de híbridos de girassol em diferentes épocas de semeadura R. Bras. Zootec.
Mello,Renius; Nörnberg,José Laerte; Queiroz,Augusto César de; Miranda,Eloísio Nunes; Magalhães,André Luiz Rodrigues; David,Diego Bitencourt de; Sarmento,José Lindenberg Rocha.
Objetivou-se estimar o valor nutritivo das silagens de quatro híbridos de girassol - Rumbosol-91 (forrageiro), M-734 (duplo-propósito), C-11 (duplo-propósito) e BRS-191 (granífero) - semeados em três épocas: outubro (antecipada), novembro (normal) e dezembro (tardia) - por meio de análises químicas, da digestibilidade e da cinética de degradação ruminal. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, com arranjo fatorial 4 x 3 (quatro híbridos x três épocas de semeadura) e três repetições. Os teores de MS variaram de 23,2 a 43,0%; o pH, de 4,0 a 5,1; e o N-NH3%/NT, de 5,3 a 16,8%. Os teores de CZ oscilaram de 6,8 a 8,8% e aumentaram da semeadura em outubro para dezembro. O Rumbosol-91 apresentou teores menores de EE e maiores de N na parede celular,...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Composição bromatológica; Digestão in vitro; Helianthus annuus; Produção de gases; Técnica gravimétrica.
Ano: 2006 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982006000500035
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Determinação da produção de metano e PH ruminal em bovinos de corte alimentados com diferentes relações volumoso: concentrado. Repositório Alice
BERCHIELLI, T. T.; PEDREIRA, M. dos S.; OLIVEIRA, S. G. de O.; PRIMAVESI, O.; LIMAS, M.; FRIGUETO, R..
2003
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Forragem; Consumo; Produção de gases; Silagem; Sorgo.
Ano: 2003 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/46507
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Emissão de metano de origem ruminal em novilhas alimentadas com diferentes variedades de cana-de-açucar e suplementadas com concentrado ou uréia. Repositório Alice
PEDREIRA, M. dos S.; PRIMAVESI, O.; RODRIGUES, A. de A.; LIMA, M. A. de; OLIVEIRA, S. G. de; BERCHIELLI, T. T..
O metano (CH4) representa perda de energia ingerida pelo animal ruminante e tem sido apontado como importante gás de efeito estufa, tornando o estudo de alimentos que possam reduzir estas perdas energéticas um fato importante. O experimento foi conduzido na Embrapa de São Carlos-SP e teve como objetivo quantificar a produção de metano (PCH4), o consumo de matéria seca (CMS), de fibra em detergente neutro (CFDN) e energia bruta (CEB) bem como a perda de energia na forma de CH4 (EBP) em novilhas mestiças leiteiras, alimentadas com variedades de cana IAC ? 862480 (cana 1) ou IAC ? 873184 (cana 2), suplementadas com uréia ou concentrado, em um delineamento em blocos completamente ao acaso com seis repetições. A inclusão de concentrado nas dietas resultou em...
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Fermentação ruminal; Perdas energéticas; Produção de gases.
Ano: 2003 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/46489
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Influência da glicerina bruta na cinética de fermentação ruminal in vitro. Repositório Alice
PEREIRA, L. G. R.; MAURÍCIO, R. M.; MENEZES, D. R.; ARAÚJO, G. G. L. de; SOUSA, L. F.; CARVALHO, W. T. V.; GUIMARÃES JÚNIOR, R..
2008
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Biodiesel; Co-produtos; Gliconeogênese; Produção de gases; Sub-produtos; Glicerina burta; Matéria seca; Manona; Alimentação animal.
Ano: 2008 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/160050
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial da técnica in vitro semi-automática de produção de gases para avaliação de silagens de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) R. Bras. Zootec.
Maurício,Rogério Martins; Pereira,Luiz Gustavo Ribeiro; Gonçalves,Lúcio Carlos; Rodriguez,Norberto Mário; Martins,René Galvão Rezende; Rodrigues,José Avelino Santos.
O potential da técnica in vitro semi-automática de produção de gases foi estudado pela avaliação das silagens de quatro híbridos de sorgo (BR700, BR701, BR601 e AG2002). Os resultados desse experimento foram comparados aos obtidos em experimento de digestibilidade aparente. A relação entre a digestibilidade da matéria seca obtida pela técnica de produção de gases após 96 horas de fermentação (DMS) e a digestibilidade aparente da MS foi representada pela equação: digestibilidade in vivo (g/kg) = 0,46 x DMS (g/kg) + 361,08 (r²=0,97). A técnica in vitro semi automática de produção de gases estimou de forma precisa os valores de digestibilidade aparente da MS das silagens avaliadas nesse experimento. Além disto, forneceu informações adicionais sobre a cinética...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: In vitro; Produção de gases; Ruminantes; Valor nutritivo.
Ano: 2003 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-35982003000400029
Registros recuperados: 21
Primeira ... 12 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional