Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Boas práticas de fabricação de farinha de mandioca. Infoteca-e
SOUZA, J. M. L. de; SILVA, M. P. da; LEITE, F. M. N.; NÓBREGA, M. de S.; ALVES, P. A. de O..
A produção da farinha de mandioca no Território da Cidadania do Vale do Juruá, Acre, contempla os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo e Porto Walter. Esses municípios são reconhecidos pela grande produção de farinha, obtida por método artesanal em unidades familiares denominadas casas de farinha. O modo tradicional de produção de farinha dessa região, herdado por gerações, confere ao produto qualidade notória. A preferência dos consumidores pela farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul, há décadas, tornou-a um produto potencial para Indicação Geográfica na modalidade Indicação de Procedência (IP). A IP reconhece a região em que a farinha é produzida, a forma peculiar de fabricação do produto e oferece ao...
Tipo: Fôlder / Folheto / Cartilha (INFOTECA-E) Palavras-chave: Produção artesanal; Indicação geográfica; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Manhihot esculenta; Denominación de origen protegida; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Mandioca; Farinha; Procedência; Cassava flour; Traditional technology; Provenance; Protected designation of origin.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1081628
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Cacau de Tomé-Açu: a importância da indicação geográfica para produtos comercializados no mercado internacional. Repositório Alice
MELO, P de T. A. de; MELO, S. de S. C. de; RIBEIRO, S. da C. A..
A disputa mercadológica, ao longo do tempo, instiga a busca por soluções diferenciadas, que indiquem uma qualidade diferenciada e atrativa que melhore, com efetividade, o reconhecimento de produtos e, consequentemente, fomente a comercialização. A Indicação Geográfica (IG) de produtos, no cenário internacional, é um item de qualidade atrativa, com um dispositivo que traz uma série de benefícios ao longo de toda a cadeia produtiva, melhorando as condições sociais e econômicas de regiões que se tornam conhecidas pela sua notoriedade, como também os protege de pirataria e concorrência desleal em razão de seu reconhecimento ser oficializado e válido mundialmente. O objetivo deste é analisar a importância de uma IG para produtos que são comercializados no...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Cacau; Cacauicultura; Agregação de Valor; Produto de Origem Vegetal; Theobroma Cacao; Distribuição Geográfica; Protected designation of origin.
Ano: 2020 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1125684
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Chemometric classification of several olive cultivars from Trás-os-Montes region (Northeast of Portugal) using artificial neural networks. IPB - Escola Superior Agrária
Peres, António M.; Baptista, Paula; Malheiro, R.; Dias, L.G.; Bento, Albino; Pereira, J.A..
This work aimed to use artificial neural networks for fruit classification according to olive cultivar, as a tool to guarantee varietal authenticity. So, 70 samples, each one containing, in general, 40 olives, belonging to the six most representative olive cultivars of Trás-os-Montes region (Cobrançosa, Cordovil, Madural, Negrinha de Freixo, Santulhana and Verdeal Transmontana) were collected in different groves and during four crop years. Five quantitative morphological parameters were evaluated for each fruit and endocarp, respectively. In total, ten biometrical parameters were used together with a multilayer perceptron artificial neural network allowing the implementation of a classification model. Its performance was compared with that obtained using...
Tipo: Article Palavras-chave: Olea europaea L.; Artificial neural networks; Linear discriminant analysis; Authenticity; Cultivars; Protected designation of origin.
Ano: 2011 URL: http://hdl.handle.net/10198/3125
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Contexto econômico e social da produção de farinha de mandioca na Regional do Juruá, Acre. Infoteca-e
SILVA, F. de A. C.; KLEIN, M. A.; FONTENELE, R. A..
Com uma extensão territorial de 164.123 km2 e uma população estimada de 829.619 habitantes, o Estado do Acre está dividido em cinco microrregiões: Alto Acre, Baixo Acre, Purus, Tarauacá-Envira e Juruá. A Regional do Juruá está situada no extremo oeste do estado, compreendendo os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Marechal Thaumaturgo, Porto Walter e Rodrigues Alves. Possui uma extensão de 31.943 km2, o que corresponde a 20% da área total do estado, sendo sua população de 147 mil habitantes, dos quais 43% habitam a zona rural. A base das atividades agrícola, pecuária e florestal do Estado do Acre é a produção familiar, resultante de um processo de reforma agrária iniciado na década de 1970. A produção agropecuária na Regional do Juruá é...
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; Desenvolvimento socio-econômico; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; Socioeconomic development; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Desarrollo socioeconómico.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086119
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Da prensa para a imprensa: representações da Farinha de Cruzeiro do Sul em jornais acrianos. Infoteca-e
VIUDES, P.; GONÇALVES, D. da C..
O objetivo deste capítulo é identificar as representações sociais construídas pela mídia em torno desse produto tradicional da Regional do Juruá. Não se pretende, todavia, fazer uma pesquisa histórica sobre a produção de farinha de mandioca no contexto acriano, e sim mostrar que o assunto também é abordado por uma importante fonte histórica: a imprensa.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; História; Comunicação de massa; Jornal; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; History; Mass media; News media; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Medios de comunicación de masas; Medios de noticias.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086124
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Do gosto popular ao papo virtual: a fama da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul. Infoteca-e
SILVA, M. P. da.
O objetivo deste trabalho é apresentar elementos da comunicação virtual que dão visibilidade à farinha de Cruzeiro do Sul e reafirmam a obtenção da indicação geográfica de procedência da região. O material analisado neste capítulo são impressões, fatos, experiências de consumidores no ciberespaço que expressam a preferência pela farinha da região do Juruá.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; Comunicação de massa; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; Mass media; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Medios de comunicación de masas.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086122
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Evaluierung der Übergangsregelung des Herkunftsschutzes bei Agrarprodukten und Lebensmitteln in Europa gemäß Verordnung (EG) Nr. 510/06 und Verbesserungsvorschläge für die anstehende Modifikation AgEcon
Profeta, Adriano; Balling, Richard.
With the coming-into-effect of regulation (EC) Nr. 510/06 from the 20th March 2006 and the executive regulation (EG) Nr. 1898/06 the community-wide protection of geographical indications and designations of origin for agricultural products and foods received a new legal basis. The new regulation replaces the old regulation (EG) Nr. 2081/92. Because some of the changes have great significance for new applications of producer groups and for their communication policy in this paper the most important modifications will be presented and evaluated. Furthermore proposals for possible future modifications are discussed.
Tipo: Journal Article Palavras-chave: Protection of origin; Protected designation of origin; Protected geographical indication; Regulation (EC) Nr. 510/06; Executive regulation (EC) Nr. 1898/06; Community/Rural/Urban Development; Food Consumption/Nutrition/Food Safety; Agricultural and Food Policy; International Relations/Trade.
Ano: 2007 URL: http://purl.umn.edu/96731
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Falando em farinha... Infoteca-e
HAVERROTH, M..
Neste capítulo será realizada uma análise de discursos sobre a farinha a partir da interpretação de diversos atores sociais envolvidos direta ou indiretamente com a produção de farinha de Cruzeiro do Sul. Partiu-se de depoimentos tomados em pesquisa de campo na Região do Alto Juruá durante a execução de projetos que envolveram diversos parceiros, incluindo Embrapa Acre e governo do Estado do Acre, especialmente por meio da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour. Assim, neste capítulo, ganham força os personagens e suas falas, ambos resultados de um processo histórico e cultural de origens diversas e que se fundiram e convergiram na cultura do cultivo da mandioca e da produção de farinha artesanal.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Depoimentos; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; História; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; History; Oral communication; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Comunicación oral.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086121
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul: características da identidade regional para a Indicação Geográfica. Infoteca-e
SOUZA, J. M. L. de; ÁLVARES, V. de S.; NÓBREGA, M. de S.; NOBRE, I..
Neste capítulo será feito um retorno ao passado para entender como foi a ocupação territorial, a evolução político-administrativa e o início da produção da farinha de mandioca que já era relatada na imprensa desde 1906.
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; História; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; Foodways; History; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Hábitos culinarios.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086114
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Importância do saber-fazer sobre as características físicas e fisicoquímicas da farinha de mandioca artesanal do Acre. Infoteca-e
ÁLVARES, V. de S.; SOUZA, J. M. L. de.
A produção de farinha de mandioca no Território da Cidadania do Vale do Juruá (TCJV), no Acre, é uma atividade econômica que possui extrema importância na formação, organização e identidade do território. A atividade farinheira está tão intrinsecamente inserida na rotina dos habitantes da região de Cruzeiro do Sul, que o município lhe empresta o nome para designar a melhor farinha produzida no estado. Assim, com o passar do tempo a "farinha de Cruzeiro do Sul" foi reconhecida como de qualidade na visão diferenciada de diversos elos da cadeia, tais como consumidores, produtores e comerciantes. Conceituadamente, um produto de qualidade deve atender ao grau de satisfação do consumidor frente aos requisitos relativos a um conjunto de características inerentes...
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Conhecimento tradicional; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; Family farms; Cassava flour; Protected designation of origin; Provenance; Traditional technology; Indigenous knowledge; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Denominación de origen protegida; Tecnología tradicional; Conocimiento tradicional.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086116
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Indicação geográfica da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul, Acre. Infoteca-e
SOUZA, J. M. L. de; ÁLVARES, V. de S.; NÓBREGA, M. de S..
Este livro é resultado do esforço de projetos de pesquisa da Embrapa Acre, fruto da parceria de várias instituições do estado e fontes de financiamento diversos, como Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como recursos do tesouro nacional. Foram 12 anos desde o início das pesquisas com a mandioca no Território da Cidadania do Vale do Juruá, no Acre, passando pela caracterização da cadeia, melhorias no processo de produção da mandioca, definição de padrões de identidade e qualidade da farinha, georreferenciamento das unidades de...
Tipo: Livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Denominación de origen protegida; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086100
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Is There Market Power in the French Comte Cheese Market? AgEcon
Merel, Pierre R..
An NEIO approach is used to measure seller market power in the French Comté cheese market, characterised by government-approved supply control. The estimation is performed on quarterly data at the wholesale stage over the period 1985-2005. Three different elasticity shifters are included in the demand specification, and the supply equation accounts for the existence of the European dairy quota policy. The market power estimate is small and statistically insignificant. Monopoly is rejected, as well as weak forms of Cournot oligopoly. Results appear to be robust to the choice of functional form, and suggest little effect of the supply control scheme on consumer prices.
Tipo: Conference Paper or Presentation Palavras-chave: Supply control; NEIO; Protected designation of origin; Marketing.
Ano: 2008 URL: http://purl.umn.edu/44209
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Metodologia de avaliação de impactos econômicos, sociais e ambientais para indicações geográficas: o caso do Vale dos Vinhedos. Infoteca-e
MELLO, L. M. R. de; ZACKIEWICZ, M.; BEZERRA, L. M. C.; TONIETTO, J.; GIANONI, C.; CAETANO, S. F..
Unindo esforços da Embrapa Uva e Vinho e do Sebrae, através de uma parceria com a Associação dos Produtores dos Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos - Aprovale, foi elaborado um projeto com o objetivo de desenvolver e validar uma metodologia específica para a avaliação de impactos econômicos, sociais e ambientais provenientes de Indicações Geográficas. Para tal, também foi mobilizada a experiência do Grupo de Estudos sobre Organização da Pesquisa e da Inovação (GEOPI), no desenvolvimento de métodos de avaliação de impactos de programas de políticas públicas ligadas à ciência, tecnologia e inovação. O case da IP Vale dos Vinhedos, implementada há mais de 10 anos, foi utilizado como material para o desenvolvimento desta metodologia.
Tipo: Documentos (INFOTECA-E) Palavras-chave: Vale dos Vinhedos; Indicação geográfica; Indicação de procedência; Viticultura; Uva; Economia agrícola; Impacto econômico; Impacto social; Impacto ambiental; Método de pesquisa; Grapes; Viticulture; Agricultural economics; Protected designation of origin; Economic impact; Environmental impact; Social impact.
Ano: 2014 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1003871
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Olive oils protected by the EU geographical indications: creation and distribution of the value-adding within supply chains AgEcon
Roselli, Luigi; Casieri, Arturo; De Gennaro, Bernardo; Medicamento, Umberto.
The world olive oil market is characterized by a growing price competition on the supply side. Economy of scales and low production costs from both traditional and more recent producing Countries determine an increasing pressure on European Union (EU) olive farmers that suffer lower revenues. Product differentiation, driven by higher quality and consumer expectations, is one of the most powerful competitive strategies that EU farmers may adopt to face this challenge. Geographical indications established by the EU (PDO and PGI) can be successful marketing levers to ensure olive oil differentiation based on high quality standards and geographical origin of production. These EU quality certification schemes were designed to respond to consumer demand, to...
Tipo: Conference Paper or Presentation Palavras-chave: Olive oil; Protected designation of origin; Supply chain; Value-chain.; Agricultural and Food Policy.
Ano: 2009 URL: http://purl.umn.edu/58125
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial da IG da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul. Repositório Alice
SOUZA, J. M. L. de; CARTAXO, C. B. da C.; NÓBREGA, M. de S.; ALVES, P. A. de O.; SILVA, F. de A. C.; NOBRE, I..
Indicações Geográficas (IG) qualificam produtos e serviços por apresentarem características genuínas que os vinculam à região de produção. A farinha constitui um dos principais derivados da mandioca, apresentando particularidades em função da cultura local e do acesso às tecnologias. O objetivo deste trabalho foi demonstrar o potencial de IG da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul/AC. Para tanto, realizou-se uma análise bibliográfica sobre IG?s; revisão de questionários e resultados de pesquisas realizadas pela Embrapa Acre e parceiros com produtores familiares do Território da Cidadania do Vale do Juruá/Acre; pesquisas em jornais antigos; e relatos utilizando a metodologia do INRC. A farinha de Cruzeiro do Sul apresenta sabor diferenciado, levemente...
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Indicação Geográfica (IG); Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Mandioca; Manihot esculenta; Farinha; Produção; Procedência; Cassava flour; Provenance; Protected designation of origin; Harina de yuca; Procedencia; Denominación de origen protegida.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1013670
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Potencial da região produtora da "Farinha de Cruzeiro do Sul" para a Indicação Geográfica. Infoteca-e
ÁLVARES, V. de S.; SOUZA, J. M. L. de; SOUZA, G. S. de.
A IG é uma estratégia inovadora que constitui uma forma especial de proteção aos produtos e visa, principalmente, distinguir a origem de um produto por meio da identificação da área de produção. Em um mundo de relações econômicas globalizadas, as IGs possibilitam salvaguardar características locais e regionais dos produtos, valorizando e atestando seus níveis de qualidade, os quais são fruto dos fatores naturais de uma área delimitada e daqueles relacionados à intervenção do homem. A IG é um ativo intangível que pode representar o primeiro passo para dar ao produto um valor cultural agregado. É um direito relativo à propriedade industrial estabelecido na Lei 9.279/1996, que pode ser classificado em dois tipos: indicação de procedência (IP), isto é, a...
Tipo: Capítulo em livro técnico (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica; Produção artesanal; Território da Cidadania; Regional do Juruá; Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Agricultura familiar; Farinha; Mandioca; Manihot esculenta; Procedência; Desenvolvimento socio-econômico; Family farms; Cassava flour; Traditional technology; Protected designation of origin; Provenance; Production economics; Explotación agrícola familiar; Harina de yuca; Tecnología tradicional; Denominación de origen protegida; Economía de la producción.
Ano: 2017 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/handle/doc/1086107
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Produto de Santa Catarina com identidade territorial. Repositório Alice
SAKR, M. R.; DALLABRIDA, V. R..
2015
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE) Palavras-chave: Desenvolvimento territorial; Indicação geográfica; Recurso territorial; Protected designation of origin.
Ano: 2015 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1035587
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Projeto Indicação Geográfica da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul, Acre. Infoteca-e
SOUZA, J. M. L. de; NÓBREGA, M. de S.; OLIVEIRA, P. A. A. C. de.
O projeto tem como objetivo executar ações de estruturação e promoção necessárias para depositar o pedido da Indicação Geográfica (IG) da farinha de mandioca de Cruzeiro do Sul junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) e, ainda, promover ações de esclarecimento e sensibilização dos produtores sobre as etapas a serem realizadas para embasamento da IG e depósito do pedido junto ao Inpi.
Tipo: Fôlder / Folheto / Cartilha (INFOTECA-E) Palavras-chave: Indicação geográfica (IG); Cruzeiro do Sul (AC); Acre; Amazônia Ocidental; Western Amazon; Amazonia Occidental; Mandioca; Manhihot esculenta; Farinha; Produção; Procedência; Cassava flour; Provenance; Protected designation of origin; Harina de yuca; Procedencia; Denominación de origen protegida.
Ano: 2016 URL: http://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/handle/doc/1064378
Registros recuperados: 18
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional