Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Ordenar por: RelevânciaAutorTítuloAnoImprime registros no formato resumido
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Avaliação da temperatura média e da precipitação projetadas pelos modelos climáticos globais para o Sudeste do Brasil: cenários climáticos. Repositório Alice
HAMADA, E.; MAIA, A. de H. N.; THOMAZ, M. C..
2011
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Modelos climáticos; Sudeste do Brasil; Cenários climáticos; Temperatura; Precipitação; Modelo matemático.
Ano: 2011 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/918111
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Carbon biomass in tree rings of Balfourodendron riedelianum and Esenbeckia leiocarpa, in the Southeast of Brazil. Repositório Alice
LISI, C. S.; TOMAZELLO FILHO, M.; BOTOSSO, P. C..
2005
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE) Palavras-chave: Sudeste do Brasil.
Ano: 2005 URL: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/311597
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Desmídias de ambientes fitotélmicos bromelícolas BJB
SOPHIA,M. G..
Pela arrumação de suas folhas as bromeliáceas permitem a retenção de água nos imbricamentos das mesmas, onde é possível o desenvolvimento de uma ficoflórula associada aos fitotelmatas (tanques de bromélias). Nestes ambientes, foram coletadas ao acaso vinte e cinco amostras através do Estado do Rio de Janeiro. Deste total, dezenove continham representantes de desmídias. A flora fitotélmica de desmídias esteve representada por quatorze táxons, tendo sido identificadas dez espécies, três variedades e uma forma taxonômica. Além do predomínio das Zygnemaphyceae, foram também registradas outras cinco classes de algas neste tipo de ambiente: Chlorophyceae, Cyanophyceae, Bacillariophyceae, Xanthophyceae e Dinophyceae.
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Algas; Desmídias; Fitotelmo; Sudeste do Brasil.
Ano: 1999 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71081999000100018
Imagem não selecionada

Imprime registro no formato completo
Distribuição e abundância de peixes bentônicos explotados pelos linheiros ao largo do sudeste do Brasil (1986-1995) BJB
PAIVA,M. P.; ANDRADE-TUBINO,M. F..
Este trabalho trata da distribuição e abundância das principais espécies de peixes bentônicos explotados pelos linheiros ao largo do sudeste do Brasil (latitudes 18º-26ºS), no período 1986-1995, listadas a seguir, com as respectivas participações no total das capturas: batata = Lopholatilus vilariii Ribeiro = 33,4%, namorado = Pseudopercis numida Ribeiro = 18,4%, cherne = Epinephelus niveatus (Valenciennes) = 12,1%, garoupa = Epinephelus marginatus (Lowe) = 4,1% e badejo = Mycteroperca bonaci (Poey) = 3,1%. As pescarias ocorreram em águas tropicais (latitudes 18º- 23ºS) e subtropicais (latitudes 23º-26ºS), tendo como divisor zoogeográfico a ressurgência de Cabo Frio. Os dados foram agrupados por faixas de latitude e de profundidade, segundo espécies e...
Tipo: Info:eu-repo/semantics/article Palavras-chave: Peixes bentônicos; Distribuição e abundância; Pescarias de linheiros; Sudeste do Brasil.
Ano: 1998 URL: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71081998000400009
Registros recuperados: 4
Primeira ... 1 ... Última
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional