Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Avaliação das classes de capacidade de uso das terras das comunidades Cuieiras, Carmelino, Itapeuá e Arimum da Resex Verde para Sempre, município Porto de Moz, PA.
Autores:  GALLO, J.
OLIVEIRA JUNIOR, R. C. de.
Data:  2013-06-21
Ano:  2010
Palavras-chave:  Reserva extrativista
Várzea
Uso da terra
Amazônia
Pará
Resumo:  O sistema brasileiro de capacidade de uso das terras consiste em uma metodologia adaptada do sistema americano, sendo recomendado primordialmente para fins de planejamento de práticas de conservação do solo na agricultura, principalmente quanto a métodos de controle da erosão e indicado no planejamento de práticas de conservação do solo em áreas não muito grande como propriedades e pequenas bacias hidrográficas. Este trabalho tem como objetivo avaliar meio físico das terras nas comunidade Cuieiras, Carmelino, Itapeua e Arimum situadas no interior da unidade de conservação Resex Verde Para Sempre, localizada no município de Porto de Moz, PA e fora realizado com a finalidade de fornecer orientação à população que habita a unidade sobre quais são as aptidões de suas terras e quais são a melhores áreas para exercício das atividades agrícolas de modo a garantir maior sustentabilidade da atividade e prevenir a degradação do solo. Para confecção dos mapas semidetalhados das classes de capacidade de uso das terras, foram utilizadas imagens de satélite Landsat-5, na composição colorida 5R4G3B, imagens de Radar com Modelo Digital de Elevação ? MDE (SRTM, 2000), juntamente com informações levantadas a campo durante o trabalho de levantamento de solos. Os resultados mostraram que a comunidade Cuieiras não apresenta terras com capacidade para atividade agrícola ou pecuária, a classe VIII ocupa maior parte da área estuda das quatro comunidades com 39,44% da área total. A comunidade Itapeua destaca-se por apresentar maior proporção de área com a classe IIIs com 40,12% de sua área, os principais fatores limitantes à utilização das terras foram a deficiência de oxigênio causada pela inundação muito frequente nas regiões mais baixas e pela e a restrição legal de uso por se tratarem de APP.

2010
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Português
Identificador:  47770

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/960372

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/84631/1/Cosmep55.pdf
Editor:  Espaço Científico, Canoas, v. 11, n. 1/2, p. 55-79, 2010.
Relação:  Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional