Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Diagnostico das qualidades fisiologica e sanitaria de sementes de soja produzidas em quatro estados brasileiros.
Autores:  COSTA, N. P.
MESQUITA, C. M.
MAURINA, A. C.
BORDINGNON, J. R.
MANDARINO, J. M. G.
FRANÇA-NETO, J. B.
KRZYZANOWSKI, F. C.
HENNING, A. A.
PEREIRA, J. E.
Data:  1999-11-11
Ano:  1999
Palavras-chave:  Soybean
Seed
Quality.
Dano Mecânico
Patógeno
Semente
Qualidade
Soja.
Pathogenesis
Mechanical damage
Vigor.
Resumo:  Este estudo teve como objetivo diagnosticar as qualidade fisiologicas e sanitaria de sementes produzidas nas principais regioes produtoras de soja no Brasil. No Parana foram avaliadas sementes dos cultivares BR-16, FT-Abyara, BR-37, Embrapa 48, FT-2000, FT-2002, OCEPAR 13 E OCEPAR 14. Em Minas Gerais foram coletadas amostras dos cvs. Conquista, Paiaguas, Doko-RC e CAC-1. Em Goias foram analisadas os cvs. Conquista, Cristalina, Doko-RC, Emgopa 314, Emgopa-315 e FT-104 e no Rio Grande do Sul, especificamente na regiao de Erechim, foram amostradas sementes dos cultivares BR-16 e Embrapa-66. Os parametros utilizados para avaliar a qualidade fisiologica das sementes foram germinacao (%), vigor (TZ 1-3), viabilidade (TZ 1-5), deterioracao por umidade (TZ 6-8), lesao de percevejo (TZ 6-8), dano mecanico (TZ 6-8) e sanidade. No Estado de Goias houve reducao significativa da germinacao e do vigor, especialmente para os cultivares MG/BR-46 (Conquista) com 40,5% e 30,3%, respectivamente e Cristalina-RC (com 45% e 29,3% respectivamente). Em Minas Gerais, os elevados indices medios de deterioracao por umidade (6,5%) e de danos mecanicos (14,5%) proporcionaram reducao drastica da germinacao e do vigor para os cultivares paiaguas com 61,4 e 48,8%) e Doko-RC (66,5 e 46,4%), respectivamente. No Rio Grande do Sul, os dados medios correspondentes a regiao de Erechim, indicaram que o cultivar Br-16 mostrou queda acentuada da germinacao (62,5%) e do vigor (52,3%) e elevados indices de danos mecanicos (23,90%). Para o Parana, ocorreram serios problemas de reducao de qualidade em todos os cultivares e em todas as regioes, sendo que a Regiao Norte apresentou medias de germinacao e de vigor de 66,3 e 61,6% a Regiao Oeste com 72,2 e 58,3% e a Regiao Sul com 73,2 e 65,9% respectivamente. A reducao da qualidade fisiologica pode ser atribuida aos elevados niveis de danos mecanicos, associados aos indices crescente de deterioracao por umidade, que tem limitado a obtencao de sementes de alta qualidade, pois ambos os fatores apresentaram, na regiao Norte 19,4% na Oeste 18,1% e na Sul, 18,7%, afetando de modo irreversivel o padrao de qualidade. Por outro lado, os dados de lesoes de percevejos nao chegaram a comprometer a qualidade, pois os valores medios obtidos para sementes de todos os cultivares variaram de 3,3% na Regiao Norte, 6,4% na Regiao Oeste e de 1,6% na Regiao Sul. Com relacao a qualidade sanitaria das sementes, os resultados indicaram elevados indices de Phomopsis sp. e Fusarium sp. para todos os cultivares e localidades, chegando a superar na Regiao Norte (17,5%) e na Regiao Sul (23,5%), afetando seriamente as analises de germinacao e de vigor. Identico comportamento ocorreu em Minas Gerais, onde os percentuais de patogenos alcancaram indices medios de 14,5% para sementes de todos os cultivares. Porem, em Goias e Rio Grande do Sul verificou-se baixa incidencias de patogenos.

Resumo apresentado no XI Congresso Brasileiro de Sementes.
Tipo:  Artigo de periódico
Idioma:  Português
Identificador:  Informativo ABRATES, Curitiba, v.9, n.1/2, p.59, jul./ago. 1999. Numero especial, ref. 057.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/461157
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional