Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Short-term effect of adding nitrogen in forest soil of an urban rainforest.
Autores:  NASCIMENTO, B. M.
CESÁRIO, F. V.
BALIEIRO, F. de C.
RODRIGUES, R. de A. R.
WANDERLEY, H. S.
Data:  2020-12-02
Ano:  2020
Palavras-chave:  Respiração Autotrófica
Respiração Heterotrófica
Experimento de Fertilização
Fluxo de CO2
Floresta da Tijuca
Respiração do Solo
Soil respiration
Resumo:  The deposition of atmospheric nitrogen has been increased in urban forest ecosystems, yet it is not clear how this increase affects soil respiration in the short term. The soil respiration could contribute to CO2 flux to the atmosphere; therefore, it is essential to understand how nitrogen addition affects soil respiration and its autotrophic and heterotrophic compartments. We established a randomized block experiment to investigate the effects of adding 2.5 kg ha-1 (which corresponds to ~ 40% of the total annual deposition) in soil respiration during five days in an urban tropical forest. The CO2 flux of the autotrophic and heterotrophic compartments was individualized and measured using an infrared gas analyzer (IRGA). Two measurements per day (9-11 and 21-23 hours) were assessed for five consecutive days. Days and nights show no difference in CO2 flux among all compartments. The heterotrophic respiration was strong negatively affected by nitrogen addition, about 34%. Autotrophic respiration was positively impacted by nitrogen addition, but no significant differences were found. Heterotrophic respiration is the primary source of CO2 from the forest soil. A deposição de nitrogênio atmosférico aumentou nos ecossistemas florestais urbanos, mas não está claro como esse aumento afeta a respiração do solo a curto prazo. A respiração do solo pode contribuir para o fluxo de CO2 na atmosfera, portanto, é essencial entender como a adição de nitrogênio afeta a respiração do solo e seus compartimentos autotróficos e heterotróficos. Estabelecemos um experimento em bloco randomizado para investigar os efeitos da adição de 2,5 kg ha-1 (o que corresponde a ~ 40% da deposição anual total) na respiração do solo durante cinco dias em uma floresta tropical urbana. O fluxo de CO2 dos compartimentos autotrófico e heterotrófico foi individualizado e medido usando um analisador de gás infravermelho (IRGA). Duas medidas por dia (9-11 e 21-23 horas) foram avaliadas por cinco dias consecutivos. Dias e noites não mostram diferença no fluxo de CO2 entre todos os compartimentos. A respiração heterotrófica foi fortemente afetada negativamente pela adição de nitrogênio, cerca de 34%. A respiração autotrófica foi impactada positivamente pela adição de nitrogênio, mas não foram encontradas diferenças significativas. A respiração heterotrófica é a principal fonte de CO2 do solo da floresta.
Tipo:  Artigo de periódico
Idioma:  Inglês
Identificador:  Sustentabilidade em Debate, v. 11, n. 2, p. 252-265, maio/ago. 2020.

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1127432

https://doi.org/10.18472/SustDeb.v11n2.2020.30339
Direitos:  openAccess
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional