Sabiia Seb
PortuguêsEspañolEnglish
Embrapa
        Busca avançada

Botão Atualizar


Botão Atualizar

Registro completo
Provedor de dados:  Repositório Alice
País:  Brazil
Título:  Control of Guignardia citricarpa by Bacillus subtilis and Trichoderma spp.
Autores:  KUPPER, K. C.
CORREA, E. B.
MORETTO, C.
BETTIOL, W.
GOES, A. de
Data:  2012-03-01
Ano:  2011
Palavras-chave:  Citrus sinensis
Phyllosticta citricarpa
Mancha preta dos frutos cítricos
Bacillus subtilis
Guignardia citricarpa
Controle biológico
Mancha preta
Laranja
Trichoderma
Biological control
Resumo:  Abstracts: The ability of isolates of Bacillus subtilis and Trichoderma spp. to control citrus black spot (CBS) was investigated in ́Natal ́ sweet orange orchards. The first experiment was conducted during the 2001/2002 season and four isolates of B. subtilis (ACB-AP3, ACB-69, ACB-72 and ACB-77), applied every 28 days, alone or in combination were tested and compared with fungicide treatments. Two other experiments were carried out during the 2002/2003 season, where the same isolates of Bacillus and two isolates of Trichoderma (ACB-14 and ACB-40) were tested being applied every 28 days in the second experiment, and every 15 days in the third experiment. In the first experiment, the treatment with ACB-69 differed statistically from the control, but did not differ from other biological control agents or mixture of Bacillus isolates. In the second experiment, the treatments with ACB-69 and ACB-AP3 resulted in smaller disease index compared with the control treatment. However, this result was not repeated in the third experiment, where the isolates were applied every 15 days. Disease severity was high in both evaluated seasons and the fungicide treatment was the most effective for disease control. Resumo: A habilidade de isolados de Bacillus subtilis e Trichoderma spp. em controlar a mancha preta dos frutos cítricos (MPC) foi avaliada em pomares de laranjeira ?Natal?. O primeiro experimento foi conduzido durante a safra de 2001/2002, no qual foram testados quatro isolados de B. subtilis (ACB-AP3, ACB-69, ACB-72 e ACB-77) aplicados de forma isolada ou em mistura, em intervalos de 28 dias, comparando-se com o tratamento fungicida. Dois outros ensaios foram conduzidos durante a safra de 2002/2003, em que os mesmos quatro isolados de B. subtilis e dois isolados de Trichoderma spp. (ACB-14 e ACB-40) foram testados, sendo os isolados aplicados em intervalos de 28 dias no segundo experimento e em intervalos de 15 dias no terceiro experimento. No primeiro experimento, o tratamento com ACB-69 diferiu estatisticamente do tratamento-testemunha, porém não diferiu dos outros agentes de controle biológico ou da mistura dos isolados de Bacillus. No segundo experimento, os tratamentos com ACB-69 e ACB-AP3 resultaram em menores índices de doença em comparação com o tratamento-testemunha. Entretanto, este resultado não se repetiu no terceiro experimento, em que os isolados foram aplicados em intervalos de 15 dias. A severidade de doença foi alta em ambas as safras avaliadas, e o tratamento com fungicida foi o mais efetivo para o controle da doença.

2011
Tipo:  Artigo em periódico indexado (ALICE)
Idioma:  Inglês
Identificador:  10683

http://www.alice.cnptia.embrapa.br/handle/doc/917213

http://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/54921/1/2011AP41.pdf
Editor:  Revista Brasileira de Fruticultura, Cruz das Almas, v. 33, n. 4, p. 1111-1118, 2011.
Relação:  Embrapa Meio Ambiente - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Fechar
 

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa
Todos os direitos reservados, conforme Lei n° 9.610
Política de Privacidade
Área restrita

Embrapa
Parque Estação Biológica - PqEB s/n°
Brasília, DF - Brasil - CEP 70770-901
Fone: (61) 3448-4433 - Fax: (61) 3448-4890 / 3448-4891 SAC: https://www.embrapa.br/fale-conosco

Valid HTML 4.01 Transitional